Hospital Albert Sabin lança livro sobre 62 anos de história

7 de janeiro de 2015

Nesta quinta-feira (08), o Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS), por meio do Centro de Estudos e Pesquisa, lançará a segunda edição do livro “Hospital Infantil Albert Sabin: Cuidando de Vidas”, às 20 horas, na Reitoria da Universidade Federal do Ceará. Com autoria do pediatra e neonatologista João Cândido de Souza Borges e colaboração dos pediatras Francisca Lúcia Medeiros do Carmo e João Joaquim Freitas do Amaral, o livro é uma atualização dos fatos históricos e conquistas que marcaram os 62 anos do HIAS.

 

Com tiragem de 1.000 exemplares, a obra de 218 páginas retrata uma breve história da Pediatria no Ceará, a fundação e o crescimento do Hospital Infantil Albert Sabin, antes conhecido como Hospital Infantil de Fortaleza (1952), os avanços e as conquistas da instituição como referência na saúde infantojuvenil e as experiências do autor, cuja história se confunde com a do HIAS. “Eu cresci profissionalmente caminhando junto ao Sabin, onde foi meu primeiro emprego público, depois voltei como Diretor Geral e mais recentemente como Diretor Técnico. Com o passar do tempo, percebi que a grande maioria dos médicos da minha geração não tinham ideia de quão rica e admirável é a trajetória da pediatria no Ceará. Fato constatado, resolvi que era tempo de resgatar um período fundamental para que pudéssemos compreender o valor de tudo que foi conquistado até o presente momento”, relata.

 

O Albert Sabin foi o primeiro hospital pediátrico no Ceará. Nasceu em 26 de novembro de 1952 com o nome de Hospital Infantil de Fortaleza (HIF). Na época, funcionava na rua Olavo Bilac, 1200, no bairro Alagadiço. Em 1976, transferiu-se para o bairro Vila União, onde permanece até hoje. A mudança do nome aconteceu em 1977, após a visita do médico e microbiologista Albert Bruce Sabin, criador da vacina contra a poliomielite. Quando as atividades foram iniciadas, o Hospital era capaz de internar somente 20 crianças e oferecia apenas os serviços de pediatria, assistência materno-infantil e neurologia.

 

Atualmente, o Albert Sabin é o único hospital infantil terciário do Estado que é referência no atendimento a crianças e adolescentes com doenças graves e de alta complexidade e reconhecido como instituição de ensino e pesquisa. Conta com emergência clínica, ambulatório com 28 especialidades médicas, unidades de terapia intensiva e neonatais de médio e alto risco, centro cirúrgico (cabeça e pescoço, pediatria geral, plástica, torácica, urológica, gastroenterologia, oncologia e neurocirurgia), laboratórios clínico e de imagem, além de um centro especializado em tratamento e serviço de diagnóstico do câncer. O Hospital dispõe de 306 leitos de internação, sendo 41 de UTIs, 14 serviços técnicos de diagnóstico e terapia. Por mês, em média, são realizados 830 internações, 17 mil consultas ambulatoriais e 4,5 mil na Emergência, 86,3 mil exames laboratoriais clínicos e de imagem (internos e externos) e 730 procedimentos em sala cirúrgica.

 

Referência Norte / Nordeste

 

O Hospital Infantil Albert Sabin foi a primeira unidade de saúde pública, nas regiões Norte e Nordeste, a realizar cirurgia inédita com a BMP2 (Proteína Morfogenética com Recombinante Humano Tipo 2), que dispensa totalmente o uso de osso autógeno em pacientes portadores de fissura lábio-palatal. Outro marco, foi se tornar pioneiro no Brasil em licitação 100% digital. Esses avanços se somam a outros como a renovação do parque tecnológico com a aquisição de tomógrafo com reconstrução de imagem em 3D, o mais moderno das unidades de pediatria do Sistema Único de Saúde (SUS) no Nordeste; gastroendoscópio; equipamento e instrumental de vídeo cirurgia; arco cirúrgico; monitores multiparamétricos; aparelhos de raio-x fixo e portátil; aparelho de ultrassom; lavadora ultrassônica; marcapasso externo; ambulâncias; motocicletas; ventiladores pulmonares; equipamento à laser para o serviço de odontologia; aparelhos de nasofibroscopia e oftalmológicos; microscópios biológicos binoculares; incubadoras com sistema digital automático, dentre outros.

 

Como instituição de ensino e pesquisa, o Albert Sabin encerra o ano 2014 formando 523 médicos residentes. Segundo a diretora geral Marfisa Portela, a inserção desse profissionais no mercado de trabalho impacta positivamente na assistência à saúde da criança cearense. “Somos referência em todo Estado do Ceará na área de Pediatria, o que nos obriga a estarmos sempre atualizados, com equipamentos de ponta e profissionais tecnicamente competentes”, declara.

 

Premiações, homenagens e outras conquistas:

 

– Cadastramento do Hospital no Conselho Nacional de Pesquisa – CNPq (2007);

– Credenciamento do Hias em serviço de alta complexidade em deformidades de lábio leporino e fissura palatal (2009);
– Prêmio Inovação Medical Service (2009 e 2011);
– Faixa ouro no Prêmio Ceará Gestão Pública (2009, 2010 e 2011);
– Faixa ouro Prêmio Melhores Práticas Relacionadas à Tricotomia (2010);
– Pioneirismo no Brasil na licitação 100% digital (2010);
– Criação do Núcleo Interno de Regulação – NIR (2010);
– Prêmio 3M Prevenção de Lesões de Pele (2011);
– Certificação do Banco de Leite Humano, na categoria Ouro, pelo Programa Iberoamericano de Bancos de Leite com patrocínio do Ministério de Saúde e Fundação Osvaldo Cruz (2013 e 2014);
– Apresentação do Banco de Leite Humano do Hias em documentário internacional do Fundo das Nações Unidas para a Infância (2013);
– Medalha Dower Cavalcante, entregue pelo Conselho das Secretarias Municipais do Ceará (2013);
– Inauguração do Centro Pediátrico do Câncer (2010);
– Inauguração da Sala de Apoio à Mulher que Amamenta e do Núcleo da Rede Universitária de Telemedicina (2013);
– Núcleo de Avaliação de Tecnologia do Hias é reconhecido pela Rede Brasileira de Centro de Estudos em Gestão e Avaliação de Tecnologias em Saúde (2013);
– Lançamento da pedra fundamental da 2ª etapa para ampliação e reforma do CPC (2014);
– Implantação da Fase III e IV do Teste do Pezinho (2014);
– Operação Sorriso com maior público formado por bebês, resultado do trabalho de diagnóstico precoce e tratamento qualificado do Núcleo de Atendimento Integrado ao Fissurado do Hias (2014).

Sobre o autor e os colaboradores

João Cândido de Souza Borges – Pediatra e neonatologista, ex-diretor do Hospital Infantil Albert Sabin, ex-presidente da Sociedade Cearense de Pediatria e atual presidente da Unimed Fortaleza. A relação do autor com o Hias é mais que profissional, faz parte da sua história familiar. Seu pai, Pedro Borges, era pediatra e foi professor titular da cadeira de pediatria na Universidade Federal do Ceará, presidente e um dos fundadores da Sociedade Cearense de Pediatria. Por ser uma referência na área, ele foi escolhido para ser o 1º Diretor Geral do Hospital Infantil de Fortaleza, atual Albert Sabin. Essa relação tão próxima o fez íntimo da trajetória da pediatria no Ceará e influenciou profundamente sua escolha profissional.

Francisca Lúcia Medeiros do Carmo – Pediatra e neonatologista, mestre em Saúde da Criança e do Adolescente, coordenadora do Centro de Estudos e Pesquisas do Hias.

João Joaquim Freitas do Amaral – Pediatra e psicoterapeuta psicanalítico, doutor em Epidemiologia, professora da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. Autor e coautor de 20 livros e 50 artigos.

 

Serviço:

Lançamento do livro “Hospital Infantil Albert Sabin: Cuidando de Vidas”
Data: 8 de janeiro de 2015
Hora: 20h
Local: Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2853 – Benfica)

 

07.01.2014

Assessora de Comunicação do Hias

Helga Santos (imprensa@hias.ce.gov.br / 85 3256.1574 – 9952.6742 – 8524.8942)

Twitter: albertsabince

Facebook: albertsabince