Radar Meteorológico de Quixeramobim retoma atividade

10 de fevereiro de 2015

No início da quadra chuvosa de 2015, a Rede Cearense de Radares volta ao pleno funcionamento, após passar por período de manutenção. Mantida pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a Rede é composta por dois equipamentos: o Radar de Quixeramobim, com tecnologia Banda-S e raio de atuação de 400 km, sendo capaz de monitorar precipitações em todo o Ceará e parte dos estados vizinhos; e o Radar de Fortaleza, que funciona no campus da Universidade Estadual do Ceará (UECE), com tecnologia Banda-X e raio de 120Km, atuando em toda a Região Metropolitana de Fortaleza.

 

A Rede Cearense de Radares é uma importante ferramenta para auxiliar os meteorologistas no monitoramento, estimativa de intensidade e previsão de curto prazo das precipitações. Através das ondas eletromagnéticas emitidas pela antena dos equipamentos, que refletem nas gotas de chuva e retornam aos sensores dos radares, é possível antecipar os deslocamentos das precipitações e medir o quanto chove em cada município.

 

As informações dos Radares podem ser acessadas por qualquer usuário. Quem se interessar em acompanhar as chuvas em tempo real, basta acessar o site www.funceme.br/radar.

 

Previsões climáticas

 

O último prognóstico divulgado pela Funceme, no dia 20 de janeiro, com maior probabilidade de seca nos meses de fevereiro, março e abril no Ceará, não exclui a possibilidade de ocorrência de chuvas fracas, moderadas ou até intensas durante o trimestre no Estado. Entretanto, o documento indica tendência de que as precipitações sejam irregulares temporalmente e espacialmente, e não atinjam a faixa da média histórica do período.

 

Na segunda quinzena de fevereiro, a Funceme divulgará novo prognóstico climático, este apontando como serão as chuvas entre março, abril e maio.

 

10.02.2015

Assessoria de Comunicação da Funceme

Guto Castro Benevides (comunicacao@funceme.br / 85 3101.1099)