Probabilidade maior de chuvas abaixo da média até maio de 2015

20 de fevereiro de 2015

Apesar das recentes chuvas registadas em várias regiões do Ceará, as condições termodinâmicas dos oceanos Pacífico e Atlântico não sofreram relevantes alterações em fevereiro e, dessa forma, permanecem desfavoráveis para precipitações regulares no Estado entre os meses de março, abril e maio. Dessa forma, após fazer análises dos modelos atmosféricos, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), prevê maior probabilidade de chuvas abaixo da média histórica no próximo trimestre.

De acordo com o que foi analisado, as chances que chova abaixo da média nos três últimos meses da quadra chuvosa são de 50%, enquanto as probabilidades para as categorias em torno da média e acima da média são 35% e 15%, respectivamente. “É bom ressaltarmos que se trata de um período diferente do que se referia a previsão climática anterior. De toda forma, permanece sendo um quadro preocupante e o Governo do Estado já foi informado do novo prognóstico e continuará investindo nas ações de convivência com a estiagem”, explica Eduardo Sávio Martins, presidente da Funceme.

Irregularidade
O prognóstico elaborado pela Funceme e divulgado nesta sexta-feira, 20 de fevereiro, mostra também que as precipitações no centro sul do Ceará tendem a ficar mais próximas da média histórica, enquanto na metade norte do Estado a tendência é índices mais baixos de chuva no acumulado do trimestre. “Ainda há fortes indícios de que a Zona de Convergência Intertropical, principal sistema indutor de chuvas no Ceará, atue pouco por aqui, e isso tem impacto negativo na qualidade da nossa quadra chuvosa”, afirma Martins.

A média histórica de precipitações acumuladas no Estado entre os meses de março, abril e maio é de 480,3mm. As médias de cada um dos próximos três meses são 206,2mm, 184,3mm e 89,9m, respectivamente.

Por se tratar do quarto ano consecutivo de seca, as chuvas registradas em 2015 pela Funceme mostram índices preocupantes e que podem agravar o quadro. Em janeiro, quando a média é 98,7mm choveu somente 28,6mm. Em fevereiro, a média é de 127,1mm e choveu, até hoje, 52,4mm, ressaltando que ainda faltam oito dias para terminar o mês.

20.02.2015

Assessoria de Comunicação da Funceme

Guto Castro Neto (85 8814.4194)