Governador visita obras hídricas em Tamboril, Catunda, Ipaporanga e Crateús

23 de fevereiro de 2015

O governador Camilo Santana visitou neste domingo (22) as obras hídricas nos municípios de Tamboril, Catunda, Ipaporanga (distrito de Sacramento) e Crateús. No total, foram mais de 10 horas de percurso entre as cidades. Em sua chegada a Crateús, Camilo enfatizou a importância de acompanhar as intervenções de perto. “Eu tenho que acompanhar a obra (da adutora) porque o olho do dono é que engorda o boi. Tecnicamente, essa é uma obra complexa por conta da grande extensão e também da diferença de níveis. Nunca se fez uma adutora nessa extensão (mais de 150 km). O motivo da nossa vinda foi exatamente para fiscalizar, acompanhar e garantir para que a gente conclua essa obra e em poucos dias já possa ter água suficiente em Crateús”, disse o governador, sobre a adutora que leva água do açude Araras até Nova Russas e Crateús, a maior já construída no estado.

 

Camilo Santana citou ainda a importância dos prefeitos da região em parceria com o Governo do Estado na perfuração de poços e no trabalho com carros-pipa para minimizar a situação até que a água chegue à adutora. Acompanhado do secretário Francisco Teixeira (Recursos Hídricos) e do presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, o governador iniciou o percurso por Tamboril, onde visitou os poços que já estão em funcionamento e atendem à população. Em Catunda, a comitiva visitou os quatro poços já trabalhando e outros sete em construção. O secretário Francisco Teixeira enfatizou que, caso seja necessário, novos poços serão construídos no município.

 

dest3No período da tarde, o governador inspecionou a montagem da quarta estação de bombeamento da adutora, no distrito de Sacramento, em Ipaporanga. Já em Crateús, além da adutora, Camilo Santana e Francisco Teixeira verificaram ainda a construção de poços no município.

 

 

Adutora

 

O equipamento está localizado no âmbito da Bacia Hidrográfica do Acaraú/Sertão de Crateús, transportando água do Açude Araras para uma população total de 98.400 habitantes. A extensão da adutora é de 155,66 km, com quatro estações elevatórias e vazão de 205 litros por segundo, o equivalente a 738 metros cúbicos por hora. Para Nova Russas, a vazão é de 75 litros por segundo (270 metros cúbicos/hora), enquanto que para Crateús são 130 litros por segundo (468 metros cúbicos/hora). A potência instalada é de 2.325 CV. A obra recebeu investimento da ordem de R$ 82,48 milhões.

 

 

22.02.2015

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará

Casa Civil

comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898