Ceará recebe 514 novos médicos brasileiros do Programa ‘Mais Médicos’

3 de Março de 2015

O Programa “Mais Médicos” vai contar com profissionais brasileiros em sua totalidade, integrando 514 novos médicos que atuarão em 113 municípios do Estado. Esta é a primeira vez que o programa do governo federal não terá médicos estrangeiros. A informação foi dada durante solenidade de acolhimento dos profissionais da saúde que aconteceu no auditório do Palácio da Abolição em Fortaleza, comandada pelo governador do Ceará, Camilo Santana, e pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro. “A presença dos médicos brasileiros em nosso Estado, só fortalece ainda mais o este Programa, criado pela presidenta Dilma Rousseff. Este programa garante o serviço da atenção básica nos municípios mais afastados e que mais precisam do sistema de saúde público”, destaca o governador.

 

O ministro também aproveitou a sua vinda a Fortaleza para compartilhar informações e experiências com os novos médicos inscritos no Programa, que lotaram o auditório do Palácio da Abolição. Durante solenidade, o ministro citou que o Nordeste foi a região de maior adesão, ressaltando que das 1784 oportunidades ofertadas, 1711 delas já foram ocupadas. “Com apenas duas chamadas, 97% das vagas, em todo Brasil e também no Ceará, foram praticamente preenchidas por médicos brasileiros. Nós estamos reafirmando o compromisso que o Governo Federal, no Ceará. Vamos de fato priorizar a atenção básica de saúde em todo Brasil”, ressalta o ministro.

 

Rmais interna2O titular do Ministério enfatizou a prioridade que o Governo do Estado tem dado a questão da saúde pública no Ceará. “O governador Camilo Santana, inclusive, é um dos governadores que mais me tem me procurado no Ministério. Logo, vejo como ele tem realmente uma atenção especial sobre a questão da saúde em seu Estado e, por isso, estendo o compromisso – reforçado pela presidenta Dilma – em retribuição a todo o esforço feito pelo governador”, lembra Arthur Chioro.

 

Estiveram presentes, ainda, na solenidade o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Zezinho Albuquerque; o secretário da saúde do Estado, Carlile Lavor; o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; a secretária de Saúde de Fortaleza, Socorro Martins, o presidente da Associação dos Prefeitos do Estado do Ceará, Expedito José do Nascimento, e o presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde, Wilames Freire Bezerra.

 

Sobre o Programa “Mais Médicos”

Segundo o Ministério da Saúde, das 1.294 cidades que aderiram ao edital lançado em janeiro deste ano, 1.209 municípios e seis distritos sanitários especiais indígenas já atraíram médicos para ocupar integral ou parcialmente as vagas nas Unidades Básicas de Saúde. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, até agora, 1.076 localidades supriram 100% das vagas, 197 tiveram a solicitação parcialmente atendida e 31 municípios ainda não conseguiram atrair nenhum médico. Nos distritos indígenas, 71% das vagas não foram ocupadas.

 

A segunda chamada para vagas restantes ocorrerá nos dias 17 e 18 deste mês. Podem participar dessa fase 4.362 médicos que estão inscritos e ainda não conseguiram alocação. Com a ocupação das 4.146 vagas apontadas pelos municípios nas Unidades Básicas de Saúde de todo o país, será garantida assistência para 63 milhões de pessoas. Com esses números, serão 4.058 municípios contemplados com o “Mais Médicos”, o que representa 72,8% de todas as cidades do Brasil, além dos 34 distritos indígenas. Até 2014, eram 14.462 médicos que atuavam em 3.785 municípios, levando assistência para 50 milhões de brasileiros.

 

 

03.03.2015

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898