Entre nos bastidores da reunião que define ações de segurança no Ceará

11 de Março de 2015

O combate à criminalidade no Ceará passa, semanalmente, por um encontro decisivo. A cada sete dias, os principais gestores da segurança pública do Estado se reúnem, na sala do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), na Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para uma troca de experiências fundamental na definição das estratégias de atuação nas 18 Áreas Integradas de Segurança (AIS).

 

A articulação em conjunto, a análise de estatísticas, e o estudo de casos são algumas das iniciativas que contribuem para a orientação das ações. Os bons resultados já começam a parecer no programa “Em Defesa da Vida”, como a redução de 13,5% na taxa de mortes violentas no Estado em fevereiro.

 

SSPDS2Além do secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Delci Texeira, participam da reunião cerca de 60 profissionais das forças de segurança – Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense  –, e aproximadamente 20 servidores através de videoconferência, transmitindo imagens das corporações de cinco cidades do interior do Estado (Sobral, Quixadá, Russas e Juazeiro do Norte).

 

O governador Camilo Santana também participa das reuniões de monitoramento das AIS, uma vez por mês, com o objetivo de acompanhar de perto os trabalhos desenvolvidos e as dificuldades enfrentadas pelos profissionais de segurança em todo o Ceará. “Ninguém faz nada sozinho. Vocês têm a minha confiança e determinação. A única preocupação aqui deve ser construir resultados positivos para as famílias cearenses”, destacou o governador em sua última reunião integrada com as corporações de segurança.

 

SSPDS1“Esse é encontro importante para que possamos ter sempre uma avaliação do trabalho que está sendo feito, pois sempre temos que estar atentos e à frente aos acontecimentos. Nós temos a oportunidade estar em contato com os diversos comandantes e chefias de delegacia e, com isso, podemos avaliar aquilo que dar certo ou que precisamos corrigir”, ressalta o secretário Delci Texeira.

 

Queda expressiva no índice de violência do Estado em fevereiro

Os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, registraram queda de 13,5% no Ceará no mês de fevereiro. O índice é mais que o dobro da meta de redução de CVLI no Estado, que é 6%, superando-a em 7,5 pontos percentuais. Assim, foram salvas 52 vidas. Aconteceram 334 crimes em fevereiro passado, enquanto no mesmo mês de 2014 foram 386. Já em Fortaleza, a redução foi ainda mais significativa: 29,8%.

 

O delegado Renê Andrade, da AIS 5, aponta que mesmo o ranking que confere bonificações a quem atinge metas na redução da criminalidade não cria rivalidade entre as diferentes equipes. “Não existe disputa entre as AIS. Nenhum Distrito Policial (DP) se sente isolado, mesmo com o sistema de ranking. Estamos todos integrados neste grande objetivo de reduzir a criminalidade. Com isso, ganha a sociedade e, por consequência, a segurança pública do nosso Estado”, declara Renê Andrade. 

 

 

11.03.2015

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898