Saúde: Tauá recebe serviços de saúde no feriado de São José

18 de março de 2015

O município de Tauá, a 342 quilômetros de Fortaleza, ficará movimentado nesta quinta-feira (19) – dia de São José. Além do governo do Estado fazer a entrega de cisternas de polietileno do Programa Água para Todos e quintais produtivos do Programa Brasil Sem Miséria, em parceria com o governo federal, haverá no parque da cidade prestação de serviços de saúde.

Numa estrutura climatizada, equipes da Secretaria da Saúde do Estado e da Secretaria de Saúde do Município, farão diferentes serviços, desde vacinação até orientações sobre prevenção à dengue. Uma ambulância do SAMU 192 Ceará, com equipe completa, também estará a postos no parque para serviços de urgência e emergência durante todo o evento.

Serão aplicadas em meninas de 9 a 13 anos a vacina contra o HPV para que no futuro sejam mulheres livres do câncer do colo de útero, o terceiro tipo de câncer que mais mata entre as mulheres, atrás do câncer de mama e de brônquios e pulmões. As meninas de 9 a 11 anos receberão a primeira dose da vacina contra HPV. Até 13 anos, será a segunda dose.

VacinaoEste ano a vacinação para proteção do HPV deixou de ser por um período de campanha e passou a ser rotina nos postos de saúde dos municípios. Isso significa que em todos os dias do ano a vacina está disponível nos postos para as meninas nessa faixa etária. Numa espaço planejado para a criançada, as ações são de pintura.

Os serviços são para a família toda. Os adultos poderão aproveitar o dia de saúde no parque para saberem como está a pressão arterial. Lá, será feita a medição da pressão arterial, acompanhada de informações sobre a importância da alimentação saudável, a prática de exercícios físicos e o abandono do tabagismo na manutenção da pressão arterial no nível ideal, que é 12 por 8. A pressão arterial alta é um dos principais fatores de risco para o AVC, a doença que mais causa óbitos no Ceará e no Brasil.

Um laboratório de observação do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, vai permitir que as famílias que irão ao parque vejam, com a ajuda de aparelhos microscópios, o mosquito de perto, com as fases de reprodução, desde o ovo a fase adulta. É parecido com a muriçoca. A principal diferença é que o mosquito tem listas brancas no corpo e nas patas. Este ano, foram confirmados 1.560 casos de dengue em 64 municípios cearenses.

18.03.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá – (85) 3101.5221
selma.oliveira@saude.ce.gov.br
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara