Secult tem programação especial nesta sexta-feira (27), Dia Mundial do Teatro

27 de Março de 2015

O Dia Mundial do Teatro, celebrado nesta sexta-feira, conta com programação especial nos equipamentos da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará. O Theatro José de Alencar, mais tradicional e simbólico palco das artes cearenses, oferece as visitas guiadas em oito horários nesta sexta-feira e recebe às 20h o espetáculo “Papel de Bodega”, com o consagrado poeta, contador de casos, compositor, declamador e pesquisador Jessier Quirino, em apresentação que será repetida no sábado. O Teatro Carlos Câmara sediará, a partir das 17h, três peças teatrais, com o Grupo Garajal e com O Outro Grupo de Teatro, e segue com programação especial todos os dias, até terça, 31/3. A Secult também anuncia nesta sexta-feira a nova diretora do Theatro José de Alencar, Selma Santiago.

 

Paraibano de Campina Grande, “filho adotivo” de Itabaiana, também na Paraíba, Jessier Quirino acumula nove livros e seis discos lançados, descortinando “veredas poéticas e musicais no bem sortido território das artes nordestinas” e cuidando de “defender sua poesia a golpes de declamações, textos e canções”. Dono de um estilo próprio, como um domador de palavras, e de uma verve apurada e um extremo preciosismo no manejo da métrica e da rima, o poeta sabe como poucos prender a atenção do público, em especial dos amantes da boa arte nordestina.

 

Em “Papel de Bodega”, um espetáculo poético e musical composto de causos, poesias e canções autorais, Jessier Quirino trafega do interior ao litoral com humor, lirismo e nordestinidade, abordando temas que tratam “do desengonço das palavras aos pios dos sanhaçus no terreiro”. O espetáculo será apresentado no Theatro José de Alencar, sexta-feira e sábado, sempre às 20h. Ingressos: R$ 60,00 (meia a R$ 30,00).

 

Ao longo desta sexta-feira, Dia Mundial do Teatro, o público também pode participar das visitas guiadas, conhecendo em detalhes o teatro-monumento reconhecido em todo o País e motivo de orgulho para o povo cearense. As visitas acontecem às 9h, 10h, 11h, 12h, 14h, 15h, 16h e 17h. Ingressos: R$ 4,00 (meia a R$ 2,00). O TJA fica na Rua Liberato Barroso, 525, Praça José de Alencar, Centro, Fortaleza-CE. Informações: 3101-2596.

 

TJA tem nova diretora

A Secult também anuncia nesta sexta-feira a nova diretora do Theatro José de Alencar: Selma Santiago, mestre em gestão cultural (pela Universidade de Barcelona e pela Universidade Federal da Bahia), especialista em Gestão de Produtos e Serviços Culturais (pela Universidade Estadual do Ceará), bacharel em Ciências Sociais (pela Universidade de Fortaleza).

 

Em 2003 e 2004, Selma Santiago foi coordenadora de Programação e Formação em Teatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, tendo também exercido outras funções na Secult, nos anos seguintes. Agora, retorna à Secretaria como diretora do TJA, a convite do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, que tem destacado como diretrizes a afirmação da riqueza da cultura cearense e um maior protagonismo do setor artístico e cultural para o desenvolvimento do Estado.

 

Três espetáculos no Teatro Carlos Câmara

Nesta sexta-feira, Dia Mundial do Teatro, o Teatro Carlos Câmara, localizado à Rua Senador Pompeu, 454, Centro, oferece três espetáculos, todos com entrada franca. Às 17h, no pátio externo do teatro, o Grupo Garajal apresenta “Romeu e Julieta, o Encontro de Shakespeare com a Cultura Popular”. A história de amor juvenil mais encenada no planeta é transposta para um terreiro de reisado, festa típica do regionalismo nordestino. A ela são agregadas as figuras de Mateus, Catirina e Jaraguá, além de príncipes e guerreiros a mediar o embate dos Montecchio e dos Capuleto, duas famílias que não se bicam e conspiram para o trágico desfecho.

 

Já às 19h, o Outro Grupo de Teatro apresenta, no piso superior do Teatro Carlos Câmara, a performance “Histórias Compartilhadas” (classificação indicativa: 18 anos). A ação performativa sobre transexualidade masculina é um solo de Ari Areia com supervisão de encenação feita por Eduardo Bruno e orientação de pesquisa feita pelo Prof. Dr. Daniel Dantas Lemos. Trata-se de um documentário cênico, resultado da pesquisa desenvolvida pelo ator em seu Trabalho de Conclusão de Curso na Graduação em Jornalismo, pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

 

Às 19h30, o palco principal do Teatro Carlos Câmara recebe o espetáculo “Comer, Querer Ver”, também do Outro Grupo de Teatro, em um texto de Ari Areia e Yuri Yamamoto “falando de formas, cores, tamanhos, tipos, raças, estaturas, desenhos, esculturas, pinturas, beleza, feiura, tesão, paixão e visão”. O espetáculo estreou em Fortaleza em 2012 e participou de eventos no Rio de Janeiro e em Porto Alegre (Festival de Esquetes da Casa de Cultura Mário Quintana – 2012), ficando entre os três melhores trabalhos escolhidos pelo júri oficial. No elenco, Ari Areia e Tavares Neto, com Yuri Yamamoto na direção. Na operação de som e na produção, Gabi Gomes. Classificação indicativa: 12 anos.

 

Sábado e domingo

No Teatro Carlos Câmara a programação especial pelo Dia Mundial do Teatro continua até terça-feira, 31/3, com atividades todos os dias. No sábado e no domingo, sempre às 19h, a “Paixão de Cristo de Fortaleza” será encenada pelo Grupo Populart, que questiona: “Os evangelhos nos revelam verdadeiramente o período histórico, os personagens, os ensinamentos e os milagres de Jesus? Será que estamos cegos e preguiçosos intelectualmente, incapazes de perceber os desdobramentos do que vem ocorrendo no Brasil e no mundo há anos, diante dos fatos impostos por cúpulas e pensamentos cristãos?”.

 

É a partir destes questionamentos que o “Gólgota – Paixão de Cristo de Fortaleza”, concebido diante de processos laboriosos de pesquisas e debates, embasados em livros, teorias teatrais, na vivência política, social e cultural de cada um dos jovens envolvidos, influenciou o grupo “a transformar a ‘divindade’ de Jesus em algo mais palpável, mais humano”.

 

O domingo de manhã no Teatro Carlos Câmara também contará com atrações especiais. Às 10h, no hall de entrada, será apresentado o espetáculo “Antenor e o Boizinho Voador”, de João Andirah, do Paraná. O espetáculo trata da aventura do pequeno Antenor, que parte em busca do sonho de voar com seu amigo boizinho Surubim, conquistando espaços e estrelas, enfrentando perigos e encontrando personagens deste mundo fantástico, o macaco Caxinguelé e a Ave Adivinha. O sonho continua no amanhã e na alegria de perceber-se criança que brinca e que constrói seu próprio universo.

 

A direção é do próprio João Andirá, com iluminação de Luiz Nobre (Carioca) e trilha sonora de Pedro Kobachuk e João Andirá, que nasceu em Fortaleza e é formado em Escultura pela Faculdade de Belas Artes do Paraná, morando atualmente em Curitiba-PR. É artista plástico, diretor teatral e bonequeiro. Desenvolve há mais de 20 anos espetáculos e oficinas de construção e manipulação de bonecos.

 

Neste domingo às 11h, hora e vez do espetáculo “As Fadas”, de Edivaldo Batista e Paula Yemanjá, que chega ao teatro Carlos Câmara através da Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas do Ceará, apoiada pela Secult. O espetáculo trata da importância da gentileza e da educação no convívio entre as pessoas. A palavra, transmissora de paz ou guerra, de amor ou ódio, de ação e reação, é o eixo central. A “boa moça” é recompensada com o dom de expelir pedras preciosas através da doçura de suas palavras.

 

Atuação, texto e direção: Edivaldo Batista e Paula Yemanjá, com orientação de figurino de Yuri Yamamoto, produção de Paula Yemanjá e apoio técnico de David Santos. A apresentação do espetáculo “As fadas” compõe o projeto “10 anos na Estrada: Pavilhão em Festa convida as Fadas” pela Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas do Ceará que é uma iniciativa da Fundação Amigos do Theatro José de Alencar, com patrocínio da Petrobras, pelo Mecenato Estadual, da Secult.

 

Segunda e terça: encontro e premiação

Na segunda-feira, 30/3, o Teatro Carlos Câmara recebe, das 13h às 16h, o III Encontro de Realizadores de Teatro Infantil. Reafirmando a importância de conhecer e discutir o fazer teatral voltado para o público infanto juvenil, mostrando sua importância artística, educacional e social, o encontro é uma ação coordenada pelo Grupo Pavilhão da Magnólia e pela atriz e diretora Paula Yemanjá e contará com participação de grupos, produtores e realizadores, dialogando sobre seus rumos e suas perspectivas local, regional e nacional, além das falas de pesquisadores e produtores convidados. Entrada franca.

 

Na terça-feira, 31/3, acontecem, a partir das 19h30, o lançamento do livro “O Teatro de Antônio Marcelo” e a solenidade de entrega do Troféu Carlos Câmara e do prêmio Destaques do Ano 2014. São 29 anos de premiação anual, valorizando e respeitando o teatro cearense. Desde 1986 a entrega do Troféu Carlos Câmara vem contribuindo com a classe artística do Estado. O prêmio foi criado como uma iniciativa de Marcelo Farias Costa e do Grupo Balaio. Atualmente, está sob a Curadoria de Antônio Marcelo e do Grupo Quimeras de Teatro.

 

Os ganhadores do Troféu Carlos Câmara 2014 são Ricardo Andrés Bessa e Solange Teixeira. Os agraciados como Destaques do ano de 2014 serão anunciados na hora do evento, em 16 categorias: espetáculo adulto e infantil, ator, ator coadjuvante, ator revelação, atriz, atriz coadjuvante, atriz revelação, diretor, autor, produtor, sonoplasta, iluminador, cenário, figurino e categoria especial.

 

 

Foto: Celso Oliveira

 

27.03.2015

Assessoria de Comunicação da Secult
Dalwton Moura / Clovis Holanda ( secultmkt@gmail.com )
85 3101.6761 / 85 8699.6524 / 8829.8222