Acidentes com motos têm redução proporcional

31 de março de 2015

Diminuiu pelo segundo domingo consecutivo no Instituto Dr. José Frota (IJF) o número de atendimentos por acidentes envolvendo motocicletas em relação ao total de atendimentos por acidentes de trânsito. Essa redução já é um bom indicador da Operação Retorno das Praias, que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da Secretaria das Cidades iniciou no domingo, 22 de março.

 

Antes do início da Operação, o IJF realizou no domingo, 15 de março, 102 atendimentos relacionados ao trânsito, 87 deles envolvendo motociclistas, 85% do total. No domingo da primeira operação do Detran, o número de atendimentos no IJF por traumas de trânsito diminuiu para 53 e aqueles por acidentes com motos caíram para 35, ou 66% do total. No último domingo, dia 29, foram 63 atendimentos relacionados ao trânsito e 39 a motociclistas, o que representa 62% do total.

 

No último domingo, 29, a Operação Retorno das Praias apreendeu 68 motocicletas e notificou 36 motociclistas com base na Lei Seca. Para realizar operação, o Detran conta com agentes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e mobiliza dez equipes que fazem o trabalho de fiscalização ao mesmo tempo, das 12 às 18 horas. A abordagem é feita exclusivamente aos condutores de motocicletas, que se submetem ao exame do bafômetro. A recusa ao teste é o indício de que o condutor está alcoolizado. Com isso, a notificação é registrada com base na Lei Seca.

 

Apesar de ainda estar em fase experimental, para o secretário das Cidades, Ivo Gomes, a operação já mostra resultados positivos em relação à educação no trânsito. “Precisamos concentrar nossos esforços, agora, na continuidade dessa operação, que também prevê educação dos motociclistas quanto ao uso do capacete, reduzindo o número de acidentes no trânsito”, destacou o titular da pasta.

 

O Ceará registrou em todo o ano passado 732 mortes em consequência de acidentes com motocicletas e 5.109 internações, até novembro, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A partir de 2010, o maior número de óbitos ocorreu em 2012, com 841 mortes de motociclistas e garupeiros, de acordo com o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. O recorde de internações em consequência de acidentes de moto no Estado aconteceu em 2013, com 5.873 registros no Sistema de Informações Hospitalares (SIA/SUS).

 

A prevenção dos acidentes envolvendo motocicletas é uma das prioridades do secretário da Saúde do Estado, Carlile Lavor. Ele pretende mobilizar os 15 mil Agentes Comunitários de Saúde do Ceará no trabalho de educação e prevenção para evitar acidentes e óbitos no trânsito. É trabalho integrado entre diferentes áreas do governo do Estado em busca de salvar vidas.

 

 

31.03.2015

 

Assessoria de Imprensa da Cidades
Ranne Almeida – ranne.almeida@cidades.ce.gov.br
(85) 3207.5254
Twitter: @Cidades
www.facebook.com/SecretariadasCidadesdoCeara

 

Assessoria de Imprensa da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br )
(85) 3101.5221
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias
(85) 9922.2712

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
 (85) 3466.4898