Museu da Imagem e do Som do Ceará recebe sugestões e debate novas ações

19 de abril de 2015

 

 

 O Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, promove quarta-feira (22), às 19 horas, uma reunião aberta, na sede do Museu (Av. Barão de Studart, 410, Meireles), para ouvir sugestões e debater novas ações. Todos os interessados estão convidados em participar do encontro, coordenado pelo novo diretor do , o sociólogo, professor universitário, pesquisador e produtor cultural Dilmar Miranda.

 

Com uma trajetória de longa atuação nos campos da cultura e da história, contando com amplo reconhecimento e tendo a música popular brasileira e a indústria cultural entre seus principais temas de pesquisa, Dilmar Miranda apresentará na reunião de quarta (22) algumas das possibilidades que vêm sendo estudadas para o MIS, em sintonia com as diretrizes da política púbica de cultura do Estado, de afirmação da riqueza e da diversidade da arte, da cultura e da memória no Ceará, de maior protagonismo do setor cultural no desenvolvimento do Estado e de democratização e ampliação do acesso aos bens e ações culturais.

“Todos os interessados estão convidados a participar da reunião e trazer sugestões. Pretendo apresentar minha visão sobre o papel contemporâneo dos museus, falar de alguns projetos e, principalmente, acolher as sugestões das pessoas”, destaca Dilmar Miranda. O convite, segundo ele, é para a cidade.

 

“Todas as pessoas que se interessam pelo museu, seu acervo e as muitas possibilidades que aquele espaço pode representar para o Estado são muito bem-vindas”, ressalta.

 

Prospecção e diálogo

Antes de assumir oficialmente a direção do MIS-CE, Dilmar Miranda esteve em São Paulo conhecendo de forma mais aprofundada o trabalho de museus semelhantes naquela cidade e dialogando com gestores e pesquisadores. As visitas a instituições como o MIS-SP, o Centro Cultural São Paulo e o Cine Sesc SP renderam boas oportunidades de parcerias, para possível intercâmbio de exposições e atividades. As possibilidades serão debatidas na reunião desta quarta-feira (22).

 

Mais sobre Dilmar Miranda

Dilmar dos Santos Miranda graduou-se em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, em 1968. É mestre em Ciências Sociais pela Universidade de Ciências Humanas de Strasburgo (1976), doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (2001) e pós-doutorando pela Universidade Nova de Lisboa, na área de Filosofia.

 

Pesquisador de relevo na Universidade Federal do Ceará, é professor associado do Instituto de Cultura e Arte (ICA) e responsável pela área de Estética Filosófica e Estética Musical, atuando principalmente nos temas música, cultura, arte e modernidade.

 

Também coordena o Grupo de Estudo da Arte (Gesta) e o Laboratório de Estética do Curso de Filosofia do ICA da UFC). É ainda professor do programa de pós-graduação em Filosofia da UFC, na área de estudo da Estética moderna e contemporânea. Também colabora como professor dos cursos de especialização da Faculdade Sete de Setembro e da Universidade Estadual do Ceará.

 

No campo da cultura e das artes, Dilmar Miranda foi um dos apresentadores do programa “Encontro com o Jazz”, da Rádio Universitária FM, contribuiu para a produção de discos, realizou e orientou diversos trabalhos de pesquisa sobre música cearense, música brasileira e jazz e foi curador da exposição “50 Anos de Bossa”.

 

O MIS-CE

 

O Museu da Imagem e do Som do Ceará é responsável, desde sua fundação, pela preservação, pela difusão e pela pesquisa da memória audiovisual do Estado. Inaugurado em 1980, foi inicialmente instalado no subsolo do prédio da Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel. Em agosto de 1996 foi reestruturado em sua atual sede, na avenida Barão de Studart, 410.

 

Atualmente o acervo do MIS-CE é estimado em 150 mil peças entre discos de música brasileira e internacional (de 78, 45 e 33 e ½ rotações), CD’s, fitas de áudio, de rolo, cassete e microcassete, um acervo de imagem (fotografias cópia papel e digital) com imagens de Fortaleza antiga, de outros municípios cearenses, de personalidades, festas e folguedos populares, artistas populares (cordelistas, artesãos, escultores, etc) cromos e negativos, filmes de diretores cearenses e registros de danças e festas da cultura popular tradicional (em diversos formatos, como vídeos betacam, betamax, VHS e super VHS, DVD, H-8, películas de 16mm e 35mm etc.), depoimentos de personalidades da história do Ceará, cordéis, partituras e muitos outros objetos que contam a história registrados em suportes audiovisuais.

 

Além do acervo disponibilizado ao usuário, o MIS possui biblioteca especializada (em fase de reorganização), sala de projeção multimídia e espaços expositivos. Conta ainda com as atividades do Núcleo Educativo, setor responsável pela mediação das visitas e pelas atividades de formação, como cursos e oficinas.

 

SERVIÇO:
Reunião aberta no Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE, na Av. Barão de Studar, 410, Meireles): quarta-feira, 22/4, às 19h. Informações: 3101-1207.

 

 

Assessoria de Comunicação da Secult
Dalwton Moura / Clovis Holanda ( secultmkt@gmail.com )
85 3101.6761 / 8699.6524 / 8829.8222

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898