Aumenta para 17 total de tomógrafos na rede pública estadual

2 de junho de 2015

Com 45 anos de existência, o Hospital São José de Doenças Infecciosas (HSJ), da rede pública do Governo do Estado, até o final deste mês terá um novo serviço para qualificar ainda mais o diagnóstico dos pacientes. É o serviço de tomografia computadorizada. Com investimento de R$ 2 milhões, o primeiro tomógrafo do HSJ começou a ser testado nesta segunda-feira (1º), pela empresa responsável pelo equipamento, após a instalação no sábado, 30 de maio, da subestação que vai fornecer a energia necessária para o funcionamento do serviço de tomografia.

O tomógrafo em pleno funcionamento vai evitar transferências para exames de tomografias em outras unidades, garantir diagnósticos de forma mais rápida e reduzir períodos de internação. O serviço começa a funcionar ainda este mês de junho e poderão ser feitas, em média, 60 tomografias. O local de operações já está devidamente equipado e com funcionários capacitados. O funcionamento será em duas salas conjugadas, que foram ampliadas e reformadas, na entrada das enfermarias.

Com o tomógrafo do HSJ, o Governo do Estado prepara ainda mais suas unidades de saúde para prestar assistência integral e de qualidade à população. Até 2012, somente o Hospital Geral de Fortaleza (HGF), o Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), o Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC) e o Hospital Infantil Albert Sabin (HIAS) contavam com o serviço de tomografia próprio na rede pública estadual de saúde, todos eles em Fortaleza. Atualmente, além dessas três unidades, têm serviço de tomografia computadorizada o Hospital Regional do Cariri (HRC), Hospital Regional Norte (HRN) e as policlínicas regionais em Sobral, Caucaia, Crateús, Quixadá, Limoeiro do Norte, Pacajus, Baturité, Iguatu, Tianguá, Barbalha e  Itapipoca.

No HGF e no HM os equipamentos estão em manutenção, mas o serviço é garantido em outras unidades da rede estadual. No Hospital Albert Sabin, um novo tomógrafo funciona desde o dia 7 de outubro de 2014. O novo equipamento reduziu em 70% o tempo de espera e melhorou a qualidade de imagem em 100%, com menores doses de radiação. Com o sistema de reconstrução de imagem em 3D, o tomógrafo multislice faz 63 cortes a mais quando comparado ao equipamento anterior que fazia apenas um, capaz de gerar 100 imagens por segundo com alta resolução, o que diminui o tempo de exposição. Antes eram sete exposições diferentes para mostrar apenas uma imagem e agora só uma exposição mostra a imagem por completo.

O tomógrafo computadorizado multislice oferece resolução de baixo contraste, imagens virtualmente livres de ruídos, reconstrução de menos de 5 minutos para a maioria dos protocolos de referência e design integrado com mínimo impacto do local. O novo equipamento de tomografia qualifica e acelera o processo do diagnóstico por imagem com métodos menos invasivos, o que beneficia o paciente. Dessa forma, a velocidade na impressão e a qualidade das imagens tornam possíveis os exames aprofundados de toda a estrutura do corpo humano, garantindo um diagnóstico seguro e preciso.

02.06.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá /  ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
 (85) 3466.4898