Programação cultural: junho traz Ceará Junino, festivais de cinema e dança e muitas atrações

4 de junho de 2015

Em junho, todas as regiões do estado irão respirar cultura. Com um festival realizado a cada semana, o meio do ano é momento de exaltação da arte popular do Estado do Ceará e da Cultura Nordestina, expressadas a partir dos Festejos Juninos do Ceará 2015, que trazem a força, a beleza, a profundidade e a diversidade das tradições culturais do estado.

Mês também de difusão das artes circenses, teatro de bonecos e artes de rua do Nordeste, com a finalização da 8ª edição do Festival dos Inhamuns, chegando, de 7 a 13 de junho, aos municípios de Tauá e Arneiroz, com a Mostra Polos. Período ainda de celebrar os 25 anos do Cine Ceará, o mais tradicional festival de cinema do nosso Estado, referência no calendário nacional, que retorna ao Cineteatro São Luiz, de 18 a 24 de junho, com filmes distribuídos em diversas mostras instigando a produção local e proporcionando um valioso intercâmbio através de seminários, debates e oficinas, todos com programação gratuita.

 

Também para os amantes da sétima arte acontece, de 15 a 21 de junho, a quinta edição do Festival de Jericoacoara Cinema Digital, reunindo na paradisíaca praia cearense realizadores de vários estados brasileiros, para uma mostra competitiva de curtas-metragens, uma mostra informativa com grandes nomes do cinema nacional e um debate com o cinéfilo e ex-jogador Afonsinho, sobre cinema, futebol e a crise na administração mundial do esporte.

 

Junho é, ainda, período do 15º Festival Internacional de Dança de Fortaleza – FENDAFOR-2015, que acontece entre os dias 28 e 30, no Theatro José de Alencar, com mostras competitivas e diversas ações voltadas para o mercado da dança.

 

Em paralelo a esta programação de festivais e festejos, os 14 equipamentos culturais da Secult proporcionam, durante todo o mês de junho, atividades acessíveis e de qualidade para todos os públicos apreciadores das diferentes linguagens, seguindo as diretrizes de descentralização e democratização do acesso aos bens e ações culturais, de afirmação da cultura cearense e de valorização das tradições populares. Confira a seguir:

 

 

Teatro

 

Sobem aos palcos do Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura, no mês de Junho, os grupos “Formosura de Teatro”, mesclando música e artes cênicas; o Coletivo As Travestidas, com o aclamado espetáculo “Cabaré das Travestidas”; o Grupo Imagens, com a peça “O Abajur Lilas-6 anos”; além da Cia de Teatro Oxyarts, com “Filhos da Roda”, e as apresentações do Grupo de Artes Dramáticas Experimental (GADE), com o “Guernica Pânico”, espetáculo resultante da cadeira prática da encenação do professor e diretor, Ricardo Guilherme. Isso tudo só na primeira semana do mês.

 

A música é destaque nos espetáculos: “Obrigado Senhores”, musical em Homenagem à Maria Bethânia e, em todas as terças-feiras e domingos do mês, com os Concertos Sinfônico e de Câmara, realizados pela Orquestra da UECE, OSUECE. A última semana do mês é reservada aos espetáculos de dança, que ganharão os palcos do Theatro José de Alencar, durante o 15º Festival Internaciona de Dança de Fortaleza (FENDAFOR) 2015, realizado de 28 a 30 de junho, trazendo ao público uma mostra competitiva e apresentações de artistas de diversas localidades.

 

 

Dança, música e teatro no TCC

 

Grande diversidade de estilos e de gerações de artistas, novos e consagrados da capital e do interior do Estado pode ser conferida durante a programação de junho no Teatro Carlos Câmara. Nas quartas-feiras, os espetáculos de dança “Nato”, do Laboral Crew; o “Entre Folguedos e Canções. O Ceará das Tradições”, do Grupo de Tradições Folclóricas Raízes Nordestinas; e o “Por um Instante”, da Cia Ballare, irão compor a Tempora de Dança.

 

 

Do Hip Hop ao Jazz

 

Já nas quintas-feiras, será possível conferir o “Ponto F – Hip Hop”, do grupo Quilombo da Favela; a “Orquestra Jovem Cem”, e ainda o “Jazz em Movimento”, do Expresso 5, durantes as apresentações do Ceará Sonoro no Teatro Carlos Câmara. E, finalmente, nas sextas-feiras, entram no “Cena Contemporânea, o artista Silvero Pereira, com o espetáculo “Uma Flor de Dama”, do Coletivo As Travestidas; a peça “O Casamento de Tabarim”, do grupo Dona Zefinha, de Itapipoca, e o “Hamlet Solo”, do Coletivo Soul.

 

 

Gravuras, objetos e memórias

 

Seguem até o final do mês de junho as exposições “Memórias Plurais”, no Museu do Ceará, composta por de fotografias, mapas, objetos de comunidades indígenas, quilombolas, assentamentos que contempla ações de museologia social, realizadas pela rede de Pontos de Memória e museus comunitários. A atividade é gratuita, e pode ser conferidade terça-feira a sábado, das 9 às 17h. Já no Sobrado Dr. José Lourenço, também equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, é possível conferir até 30 de junho, a “Mostra da Gravura Brasileira”, que traz obras de artistas como Abraão Batista, Aldemir Martins, Babinski, Cícero Dias, Clóvis Graciano, J. Borges, José Lourenço, Mariza Viana, Marcelo Grassman, Rossino Perez, Regina Silveira, Stênio Diniz e Volpi chegam ao Sobrado Dr. José Lourenço.

 

 

Público Infanto-Juvenil

 

Com espaço de lazer garantido na Biblioteca Pública – Espaço Estação, o público infanto-juvenil pode conferir as atividades de terça-feira a sábado, que reúnem desde a contação de histórias, passando pelos espetáculos de música, dança, pelas conversas com escritores e autores, pelas oficinas de Poesia Popular, de Mandalas Olho de Deus e, finalmente, chegando ao estudo do Universo de Tolkien e à prática de jogos como RPG, cardgames, boardgames.

 

 

Emoção, memórias e o que há por vir

 

Sessão especial de cinema, com a exibição do filme “Últimas Conversas”, do premiado cineasta Eduardo Coutinho, no dia 02/6, abre a agenda do Cineteatro São Luiz no mês de junho. Até o final deste mês, a programação cultural do Cineteatro inclui a exibição da peça “Os Homens querem casar e as mulheres querem sexo”, no dia 12/6; o mais tradicional festival de cinema do nosso Estado, referência no calendário nacional, o 25º Cine Ceará, realizado de 18 a 24 de junho; e ainda a apresentação das peças de teatro “O Realejo”, do Grupo Bagaceira, no dia 27/6, e “Tita e Nic – A Comédia”, da Companhia Brasileira de Molecagem, em 30/6, durante o Terça com Graça.

 

 

Feiras e Festivais

 

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura sediará, nesta primeira semana do mês, a etapa prévia da Feira da Música, que chega à sua décima quarta edição, intensificando a formação para os profissionais das áreas da cultura, e ofertando shows, oficinas e cursos. Também na área musical, será realizada a 3ª Edição de Duetos, com as cantoras e compositoras Isabella Taviani e Lupe Duailibe, em ação que conta com o apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.

 

 

Festival dos Inhamuns

 

A oitava edição do Festival dos Inhamuns, Circo, Bonecos e Artes de Rua finaliza, no período de 7 a 13 de junho, com inovações na sua estrutura de programação e trazendo 60 apresentações de grupos de todo o País, realizadas nos municípios de Tauá e Arneiroz, com a Mostra Polos. O evento apoiado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará destaca os grupos: Núcleo Ás de Paus – A pereira da tia miséria (Londrina/PR), Federico Galván – Basura Belleza (Mar Del Plata/AR), Trupe Lona Preta – O concerto da Lona Preta (São Paulo/SP), A Outra Cia de Teatro – Remendo Remendó – (Salvador/BA), além de vários grupos cearenses renomados como Dona Zefinha (Itapipoca/CE), Gustavo Portela (Fortaleza/CE) e o Circo Tupiniquim (Eusébio/CE).

 

 

Cine Ceará

 

O Cine Ceará reafirma sua vocação de mais tradicional evento cultural do estado, realizado ininterruptamente desde 1991. Neste ano, de 18 a 24 de junho, o festival Ibero-Americano de Cinema chega a sua 25ª Edição, com um sentimento especial pelo retorno ao Cineteatro São Luiz, em função da reabertura do equipamento cultural. São 25 anos atuando diretamente no fazer cultural do Ceará, instigando a produção local e proporcionando um valioso intercâmbio entre realizadores, produtores e a indústria do cinema no Brasil e outros países, em especial os latino-americanos e ibéricos.

 

Nesta edição, os filmes serão distribuídos nas seguintes mostras: Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem, Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem, Olhar do Ceará, Novo Cinema Espanhol, Mostras Sociais – O Primeiro Filme a Gente Nunca Esquece e Melhor Idade e Acessibilidade -e uma exibição especial. Há ainda a realização de seminários, debates e oficinas. Toda a programação do Cine Ceará é gratuita. O acesso às sessões será mediante a troca de alimentos não perecíveis por ingressos.

 

 

Festival de Jericoacoara Cinema Digital

Pela quinta vez, realizadores audiovisuais de diversos estados brasileiros, responsáveis pelo novo cinema nacional, vão se encontrar em uma das praias mais belas de todo o mundo. De 15 a 21 de junho, o Festival de Jericoacoara – Cinema Digital realizará a sua quinta edição, sempre fiel à proposta original, de oferecer um novo olhar sobre o cinema brasileiro, um panorama da nova produção do audiovisual nacional, democratizada tanto em conteúdo quanto em forma, por meio da tecnologia digital.

 

O V Festival de Jericoacoara – Cinema Digital contará, na Mostra Competitiva de Curtas, com a exibição de 30 filmes, de realizadores de diversos estados, selecionados entre mais de 260 inscritos. Participam do festival filmes de até 20 minutos, sobre quaisquer temas, nos gêneros documentário, ficção, animação e experimental.

O festival também prestará homenagem ao cineasta cearense Hermano Penna, radicado em São Paulo, onde construiu uma trajetória de destaque no cenário do audiovisual brasileiro. Seu filme “Aos ventos que virão” será exibido especialmente no festival.

 

A programação completa dos equipamentos da Secult encontra-se disponível no site www.secult.ce.gov.br

 

 

04.06.2015

 

Assessoria de Comunicação da Secult
Dalwton Moura / Clovis Holanda ( secultmkt@gmail.com )
85 3101.6761 / 8699.6524 / 8829.8222

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898