Índice de mortes violentas no Ceará é o menor desde março de 2012

1 de julho de 2015

O Ceará registrou, em junho deste ano, o menor número de mortes violentas no Estado desde março de 2012. Pelo quinto mês consecutivo o índice caiu, desta vez em expressivos 23,5%, o que significou 284 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) e um total de 87 vidas salvas em junho, se comparado com o mesmo período do ano passado. Há 38 meses que o balanço não se aproximava tanto das 268 mortes violentas de março de 2012. No semestre, a queda ficou em 13,3% em todo o Ceará, com 310 vidas salvas em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (1) pelo governador Camilo Santana, após participação mensal na reunião de monitoramento do programa “Em Defesa da Vida”, na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em Fortaleza.

 

Rsspds2O governador reforça a união entre as diferentes forças da segurança pública e o trabalho de inteligência para justificar a diminuição nos crimes. “Isto é fruto de uma ação integrada, um monitoramento constante, de forma inteligente, com foco em estratégias e se antecipando, muitas vezes, aos fatos”, afirmou, logo após deixar a reunião. A diminuição de 13,3% é mais do que o dobro da meta estipulada pela SSPDS para a redução anual nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), que é de 6%. Mesmo assim o governador frisa que é momento de seguir o trabalho. “O esforço é contínuo, permanente. Não se pode baixar a cabeça em momento nenhum”, completou Camilo Santana.

 

 

Rsspds3Além de enaltecer os índices alcançados em Fortaleza e Região Metropolitana, que apresentam melhor desempenho no ano, com 22,2% e 19,9% de queda, respectivamente, o governador anunciou reforço nas ações para o Interior neste mês de julho. Os 77 homens formados recentemente pelo Batalhão Raio iniciam operação no Cariri, além da inauguração da base da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) em Juazeiro do Norte e da criação do Batalhão de Divisas. “Dos 974 homens convocados para a turma da Polícia Militar, 650 já foram para o Interior, para refoçar a parceria com os municípios. Vamos ainda iniciar as ações do Ceará Pacífico que, somadas às da segurança pública, vão melhorar ainda mais os dados”, detalhou o governador. Em setembro, as mesmas inicativas serão aplicadas à região Norte do Estado.

 

 

Parceria institucional

Camilo adiantou também que a SSPDS articula contatos com entes como Polícia Federal e Exército para reforçar o combate aos assaltos a bancos no Interior. “Chamamos todos para uma reunião na próxima semana para tratarmos de forma articulada e darmos uma resposta efetiva e rápida a essa questão”. O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira, reforça “ninguém faz nada sozinho” e que o trabalho no âmbito da SSPDS já iniciou. “Estamos trabalhando um grupo para atuarmos com mais eficiência contra esses assaltos”.

 

Fotos: Carlos Gibaja

 

 
01.07.2015

 

Ciro Câmara (ciro.camara@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)
Gestor de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil – (85) 3466.4898
comunicacao@casacivil.ce.gov.br