SRH e Cogerh intensificam fiscalização nas margens do Açude Gameleira

2 de julho de 2015

A Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH) e a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) realizam, nesta sexta-feira (03/07) operação de fiscalização na Área de Proteção Ambiental (APA) do Açude Gameleira, em Itapipoca, situada 130 quilômetros a oeste de Fortaleza. Na tarde da última quarta-feira, comissão formada por membros do Comitê de Bacia, da Prefeitura e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itapipoca esteve na secretaria dos recursos para denunciar a ocupação irregular das margens do manancial. O entorno do reservatório é área de preservação que, por lei, não pode ser ocupada a não ser mediante prévia autorização.

 

Segundo os membros da comissão, algumas áreas estão sendo demarcadas com cercas de arame farpado. Ainda segundo as denúncias, os responsáveis pela demarcação ilegal são pessoas residentes na sede do próprio município. Ao tomar conhecimento dos fatos, o secretário Francisco Teixeira determinou a realização de inspeção no local. Amanhã, da SRH e da Cogerh estarão em Itapipoca. No município, procurarão essas pessoas no sentido de convencê-las a retirar as cercas ou outras demarcações. Caso não seja possível o acordo, serão empregadas as medidas previstas em lei para a desocupação.

 

“Já soubemos que, após o levantamento prévio feito pela Gerência Regional da Cogerh, alguns ocupantes decidiram, numa atitude de bom senso, sair da área. Os demais, nós esperamos que sigam o exemplo e também desocupem a área. O Gameleira é um importante reservatório, responsável pelo abastecimento de um município grande (Itapipoca), e não nós não permitiremos a ocupação irregular de suas margens”, disse o secretário Francisco Teixeira.

 

 

O GAMELEIRA

Inaugurado em 2013, com capacidade de acumulação de 52,64 milhões de metros cúbicos de água, a Barragem Gameleira foi projetada para suprir a demanda de água para abastecimento público do município de Itapipoca (com cerca de 122 mil habitantes) e das comunidades rurais de suas proximidades. A obra foi construída pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência de Obras Hidráulicas do Ceará (Sohidra), Foram investidos R$ 40 milhões, em recursos do Progerirh e do Tesouro Estadual. O projeto de construção do açude Gameleira incluiu ainda a construção de uma agrovila para o reassentamento das famílias afetadas pelo empreendimento. Essa etapa do projeto foi orçada em mais de R$ 1 milhão.

 

 

 

02.07.2015

 

Henrique Silvestre
Assessor de Imprensa da Secretaria de Recursos Hídricos
85 3101.4004 | 98866.9963
henrique.silvestre@srh.ce.gov.br

 

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa da Casa Civil
Governo do Estado Ceará
85 3466.4898