Cagece realiza monitoramento ambiental na costa marítima Fortaleza

7 de julho de 2015

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) iniciou, nesta terça-feira (7), monitoramento ambiental na área que compreende a zona de lançamento de esgoto tratado pelo emissário submarino de Fortaleza. O monitoramento tem o objetivo de realizar estudos das condições ambientais locais e apresentar relatórios e garantias de que o emissário, instalado próximo à Estação de Pré-Condicionamento de Esgoto (EPC), não afeta a balneabilidade da zona costeira de Fortaleza.

As coletas, feitas pela Cagece, prosseguem até o dia 10 de julho e acontecem próximo ao emissário submarino, a uma distância de 3,2Km da costa marítima. O monitoramento avalia a qualidade da água, sedimento, ecologia da fauna e tipologia de correntes marinhas.

As amostras são coletadas em 24 estações costeiras no entorno do emissário submarino. São colhidas amostras de água em três níveis de profundidade (superfície, profundidade de Secchi e fundo). O trabalho de monitoramento é realizado a cada seis meses.

O Sistema de Disposição Oceânica de Esgotos Sanitários de Fortaleza (SDOES) foi planejado com a finalidade de reduzir as concentrações poluidoras presentes nos esgotos domésticos. Os relatórios das campanhas realizadas desde 1999, por pesquisadores da Universidade Federal do Ceará (UFC), indicam que os resultados dos dados continuam coerentes e apontam, de forma geral, que a qualidade ambiental da área de entorno do SDOES está de acordo com a legislação ambiental vigente.

07.07.2015

Assessoria de Comunicação da Cagece
Dalviane Pires
dalviane.pires@cagece.com.br/ (85) 3101.1826 ou 8878.8932

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898