#Cearáemférias: Cineteatro São Luiz traz nesta semana o ciclo “Cinema Francês – Clássicos Restaurados”

16 de julho de 2015

 

O Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado, vem com uma programação especial nesta 3ª semana de julho, que conta com o apoio da da Embaixada da França no Brasil e do Institut Français. Trata-se do Ciclo “Cinema Francês – Clássicos Restaurados”, que inicia nesta quinta-feira, 16 de julho, e segue até domingo (19). A ação trará cópias em altíssima resolução (2K) e som com mixagem original Dolby 5.1.

 

Todos os filmes possuem legendas em português, sendo exibido em sessões às 19h, na quinta-feira,  às 18h30, na sexta-feira, em duas sessões, às 16h30 e 19h30, no sábado, e no domingo às 17h e 18h30. Na programação estão os clássicos a “Viagem À Lua” / Le voyage dans la lune, de 1903, dirigido por Georges Méliès; “O Desprezo”/ Le Mépris, gravado em 1963, com  direção de Jean-Luc Godard; “Os Olhos Sem Rosto” / Les yeux sans visage, de 1960, que leva  direção de Georges Franju; “O Demônio Das Onze Horas “/ Pierrot le Fou (1965), também dirigido por Jean-Luc Godard.

 

Além destes filmes apresentados, os amantes do cinema francês poderão conferir “Os Guarda-Chuvas Do Amor” / Les Parapluies de Cherbourg, de 1964, dirigido por Jacques Demy; “Zero Em Comportamento” / Zéro de conduite, de 1933, que leva direção de Jean Vigo; e “O Batedor De Carteira” / Pickpocket (1959), dirigido por Robert Bresson.

 

Outra novidade que o Cineteatro traz neste mês, além das maratonas e ciclos é a venda online pelo site Ingresso Rápido, que agora conta com mais uma facilidade, o recurso E-TICKET. Com ele, você imprime em casa o seu ingresso. Basta apresentar na entrada. Todos os filmes já estão liberados para compra (link direto: http://migre.me/qMua5). R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia).

A bilheteria física (Rua Major Facundo, 500. Praça do Ferreira) funcionará de terça a domingo, das 11h às 18h30, ou até o horário de início de filmes e espetáculos acima deste horário.

 

 

+ Café com Curtas e Cinema Cearense

 

Também na quinta (16) e sexta-feira (17), das 12h às 13h, serão realizadas as sessões do “Café com curtas”, trazendo ao público os filmes “Supermemórias + Retrato de uma Paisagem” e “Tenho um “Dragão que mora comigo + Sobre a Fala e o Silêncio”. O cinema do Ceará será representado pelos filmes “Patativa do Assaré – Ave e Poesia”, às 16h, desta quinta-feira (16), e pelo “A misteriosa morte de Pérola”, às 16h, da sexta-feira (17).

 

 

Meu amigo Totoro na Sessão Matinê

 

No Sábado (18) e domingo (19), às 11h e 15h, dos respectivos dias, o São Luiz reserva ainda as sessões matinê, oportunidade para os pais aproveitarem com criançada que está de férias o filme “Meu amigo Totoro”.

 

 

SERVIÇO

:: Confira sinopse, datas e horários dos filmes:

 

 

Datas e horários (Cineteatro São Luiz):

 

 

16/07 (Quinta-feira)

19h ? VIAGEM À LUA / Le voyage dans la lune (1903) – Direção: Georges Méliès. 13 minutos. Classificação Indicativa: 12 anos. Exibição em DCP 2K.

Sinopse: Uma expedição formada por corajosos homens vai para o satélite da Terra, onde encontra seres nada amistosos, são capturados e devem fugir para retornar ao nosso planeta.

O DESPREZO / Le Mépris (1963) – Direção: Jean-Luc Godard. 103 minutos. Classificação Indicativa: 14 anos. Exibição em DCP 2K.

Sinopse: Paul Javal, roteirista, aceita dar nova versão à adaptação de “A Odisséia”, que Fritz Lang está rodando em Roma, sob a produção de Jérôme Prokosch. Apaixonado por Camille, sua mulher, Paul fica enciumado quando ela aceita uma carona de Prokosch. Durante uma longa cena doméstica, Camille fala de seu desprezo pelo marido. O rompimento acontece em Capri, onde são realizadas as cenas externas e mais importantes do filme. Camille vai embora com Prokosch e ambos morrem num acidente de carro. Com Brigitte Bardot, Michel Piccoli.

 

17/07 (Sexta-feira)

18h30 ? OS OLHOS SEM ROSTO / Les yeux sans visage (1960) – Direção: Georges Franju. 88 minutos. Classificação Indicativa: 12 anos. Exibição em DCP 2K.

Sinopse: O cirurgião Genessier deseja remodelar o rosto de sua filha Christiane, que teve o rosto desfigurado após um acidente de carro. Mas para ele realizar o processo, ele terá que arrancar a pele de outras garotas. Com Com Alida Valli , Edith Scob e Pierre Brasseur.

 

18/07 (Sábado)

16h30 ? O DEMÔNIO DAS ONZE HORAS / Pierrot le Fou (1965) – Direção: Jean-Luc Godard. 110 minutos. Classificação Indicativa: 14 anos. Exibição em DCP 2K.

Sinopse: Casado com uma italiana e entediado com sua vida na alta sociedade, o professor espanhol Ferdinand foge em direção ao sul com Marianne, após um cadáver ser encontrado na casa dela. Eles caem na estrada e deixam um rastro de roubos por onde passam. Com Anna Karina e Jean-Paul Belmondo.

 

19h30 ? OS GUARDA-CHUVAS DO AMOR / Les Parapluies de Cherbourg (1964) – Direção: Jacques Demy. 91 minutos. Classificação Indicativa: 12 anos. Exibição em DCP 2K.

Sinopse: ‘Os Guarda-chuvas’ é um filme contra a guerra, contra a ausência e contra tudo aquilo que odiamos e que destrói a felicidade” (Jacques Demy) Geneviève Emery, cuja mãe possui um comércio de guarda-chuvas, é uma adolescente de 17 anos que se vê obrigada a decidir entre esperar por seu amor, um mecânico de 20 anos que foi servir ao exército na Argélia, ou se casar com um comerciante de diamantes, que se propõe a criar o bebê que ela espera como se fosse seu. Com Catherine Deneuve e Nino Castelnuovo.

 

19/08 (Domingo)

17h ? ZERO EM COMPORTAMENTO / Zéro de conduite (1933) – Direção: Jean Vigo. 41 minutos. Classificação Indicativa: 12 anos. Exibição em DCP 2K.

Sinopse: O filme remete às experiências escolares das crianças francesas baseadas nas memórias de Vigo sobre sua própria infância. Retrata um sistema educativo burocrático e repressivo diante do qual os estudantes empreendem verdadeiros atos de rebelião por vezes surreais, resultado de leituras libertárias da infância. O título faz referência a qualificação (nota) de um dos meninos recebem que lhes impede de sair no domingo. Também mostra a influência da obra de teatro Ubu Roi de Alfred Jarry.

18h30 ? O BATEDOR DE CARTEIRA / Pickpocket (1959) – Direção: Robert Bresson. 77 minutos. Classificação Indicativa: 12 anos. Exibição em DCP 2K.

Sinopse: Michel é um homem amargurado e depressivo que tenta sua sorte nas ruas de Paris, roubando bolsas e carteiras. Filmada de uma forma inteiramente impessoal e controlada, como um teatro de marionetes, toda a tensão do filme não está no que ocorre durante as cenas, mas no que não ocorre. Inspirado em Crime e Castigo, de Dostoievski. Com Jean Pelegri, Martin Lassale, Pierre Etaix, Pierre Lemarie.

 

 

16.07.2015

 

Assessoria de Imprensa da Secult
Entrevistas/mais informações:
(85) 8699-6524 – Dalwton Moura
(85) 8829-8222 – Clovis Holanda
(85) 3101-6761 / secultmkt@gmail.com

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898