Viçosa do Ceará recebe a caravana do projeto Mapeamento Cultural

17 de julho de 2015

O Mapeamento Cultural do Ceará, projeto apoiado pela Secretaria da Cultura do Estado, passou nesta quinta, 16/7, por Viçosa do Ceará, mais uma cidade a receber a caravana de sensibilização para a importância do grande trabalho de levantamento de informações sobre a cultura e a arte de nosso Estado. Em Viçosa a equipe do mapeamento realizou reuniões com a comunidade, convidando todos a participar ativamente do processo de pesquisa e cadastro de todas as atividades e expressões culturais da região. O assessor de articulação institucional da Secult, Renato Remígio, participou das atividades em Viçosa.

 

Debates com gestores, artistas, produtores e articuladores foram realizados durante o dia, além de apresentações artísticas a partir das 19h, na Praça do Cupido. As belezas de Viçosa, cidade que se destaca pelo cuidado com o patrimônio, pelo destaque para a história, pela produção musical e pela gastronomia, pela conjunção entre cultura e turismo, foram cenário para a caravana, cuja programação artística contou com apresentação junina e aplausos ao talento de jovens músicos da cidade.

 

Na breve solenidade no começo da noite, Renato Remígio, assessor de articulação institucional da Secult, Leandro Guimarães, coordenador do Mapeamento, e Margarida Lopes, secretária de Cultura de Viçosa, destacaram à população a importância do mapeamento e reforçaram o convite a participar.

 

Já a reunião de sensibilização, realizada à tarde, no Teatro Pedro II, teve o objetivo de transmitir o conceito e as ações do Mapeamento, que retornará a Viçosa em breve, com uma equipe de levantamento de informações. A importância do envolvimento de todos, respondendo os questionários da equipe e também preenchendo o cadastro disponível online, foi destacada por Leandro Guimarães, coordenador geral do Mapeamento.

 

Os secretários de Cultura de Viçosa do Ceará, Margarida Lopes, e de Ibiapina, Francivaldo Romão, participaram da atividade, que também contou com equipe da Secult, informando novidades sobre a política cultural do Estado e as ações da Secretaria.

 

 

Participação da comunidade

 

Coordenador do Mapeamento, Leandro Guimarães, destacou a tarefa de realizar um abrangente levantamento da cultura e da arte em todos os 184 municípios cearenses. “O projeto vai fazer esse diagnóstico, beneficiar o agente, o brincante, o artista, o produtor, mas também o gestor cultural. Temos um mapeamento com objetivo de subsidiar a gestão pública da cultura, mostrando quantos artistas tem em cada município, o patrimônio edificado, o patrimônio imaterial, as festas, expressões”, destacou.

 

“Com isso vamos disponibilizar ao Estado um panorama mais real e atualizado e os gestores poderão pensar novas políticas e ações, em sintonia com essas informações, que também servirão aos produtores, artistas, articuladores”, acrescentou.

 

“Ao final desse percurso pelos 184 municípios, vamos lançar uma publicação, em dispositivo móvel, e uma plataforma eletrônica, um mapa da cultura, em que você poderá consultar seu município e entender tudo que tem no campo cultural aqui na Viçosa”, complementou Leandro Guimarães.

 

Transmitindo informações sobre o conjunto de ações da Secult nos últimos sete meses e sobre a política cultural do Estado como um todo, com destaque diversas metas do Plano Estadual de Cultura e compromissos do plano de governo da gestão do governador Camilo Santana e do secretário Guilherme Sampaio, Renato Remígio, assessor de articulação institucional da Secult, reforçou a importância da participação da comunidade da Ibiapaba no Mapeamento Cultural.

 

“Este momento é de sensibilização, de conversar sobre isso, e ouvir vocês, ouvir sugestões pra esse sistema. Nossa tarefa é atrair a participação de vocês, levantar com que tipo de informações vocês podem contribuir para a plataforma. Inclusive com informações sobre pessoas talentosas que vivem em comunidades distantes e nem sempre têm visibilidade para o seu trabalho. O Mapeamento vai ajudar nisso”. ressaltou.

 

 

Próximos passos

 

Apoiado pelo Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), e vinculado ao Sistema de Informações Culturais (SINF), o projeto Mapeamento Cultural tem patrocínio da Petrobras, realização da Associação de Circos e Artistas do Nordeste (Acan), e produção executiva da Girândola Comunicação e Arte.

 

 

A Caravana do Mapeamento Cultural do Ceará iniciou o percurso no dia 17 de junho, na cidade de Cruz. Dois dias depois a equipe seguiu para Itapipoca, com a presença de cerca de 800 pessoas em cada cidade e todo suporte necessário por parte das prefeituras dos municípios.

 

 

Agora, a caravana passará por Limoeiro do Norte, 22/7, Fortim (25/7), Baturité (28/7) e Forquilha (30/7). Em agosto, já está agendada para o dia 07 a atividade em Aquiraz.

 

 

Mais sobre o Mapeamento

 

O Mapeamento Cultural do Ceará vai alcançar os 184 municípios cearenses, para identificar artistas, produtores culturais, articuladores, gestores, instituições e produtos culturais. Para esse levantamento, serão utilizadas diferentes metodologias, técnicas e ações. Em todos os municípios haverá mobilização e divulgação das atividades, para que as comunidades participem de forma ativa e será aplicada a pesquisa (coleta, análise, validação e divulgação dos resultados). O resultado deste trabalho no Ceará terá apresentação pública nas 14 macrorregiões culturais do Estado e será disponibilizado com livre acesso em um portal na Internet que será criado com essa finalidade.

 

 

 

17.07.2015

 

Assessoria de Comunicação da Secult
Dalwton Moura / Clovis Holanda ( secultmkt@gmail.com )
85 3101.6761 / 8699.6524 / 8829.8222

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br     / (85) 3466.4898