Governador reforça parceria público-privada na área social durante entrega da nova Casa Abrigo

18 de julho de 2015

“Precisamos reforçar a articulação, a parceria do poder público com a iniciativa privada e com todos os setores produtivos para fortalecermos a responsabilidade social no seio da comunidade cearense e promovermos a melhoria da qualidade de vida das pessoas, sobretudo das mais carentes e necessitadas”. A fala do governador Camilo Santana durante a entrega da reforma de alguns espaços da Casa Abrigo, em Fortaleza, na manhã deste sábado (18) reforça a intenção do Governo do Estado de incentivar a responsabilidade social em cada um dos cearenses.

 

Rcasa3A unidade que atende e assiste crianças em situação de vulnerabilidade social recebeu um mutirão promovido pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), com apoio do Grupo Pague Menos, a partir de uma articulação da Primeira-dama do Estado, Onélia Maria Leite de Santana, com o empresário Deusmar Queirós. “Estivemos aqui há cerca de três meses e vimos a necessidade de realizarmos melhorias na Casa. Como já conheço as ações de responsabilidade social desenvolvidas pelo Deusmar, o procurei e fomos prontamente atendidos”, destacou a primeira-dama, ao expressar seu agradecimento pelo apoio recebido.

 

Rcasa4Após percorrer todas as instalações e conferir as benfeitorias feitas na Casa, que atualmente abriga 69 crianças carentes, com idades entre zero e 12 anos, Camilo Santana destacou a parceria pública privada como uma política a ser perseguida e ampliada pelo governo do Estado, não apenas na área econômica, mas também nas áreas sociais. “A ideia do Estado é ampliar cada vez mais a parceria com a iniciativa privada, para que possamos gerar mais e melhores frutos à sociedade. O Estado mantém a sua responsabilidade, mas as ações podem ser ampliadas e compartilhadas com o apoio da iniciativa privada”, defendeu o governador.

 

RabrigoPresente ao evento, o titular da STDS, Josbertini Clementino, também destacou a importância da parceria pública privada e da intersetorialidade, da ação mútua entre os vários órgãos do governo e com os demais poderes também. “Gostaria de enaltecer aqui a articulação da Primeira-dama com o Tribunal de Justiça para que acelere os processos de adoção dessas crianças”, destacou Clementino. Ação que, em três meses, já resultou no aumento do número de adoções no Estado, e consequente redução de 86 para 69 crianças internas na Casa Abrigo.

 

 

Mutirão

Co-patrocinador das reformas realizadas na Casa Abrigo, Deusmar Queirós também ressaltou a importância da parceria e agradeceu a oportunidade conferida pela Primeira-dama para a concretização de mais uma obra social com o apoio do Grupo Pague Menos. “Quero agradecer a oportunidade que a Primeira-dama me deu de podermos, mais uma vez, ser útil”, declarou, ao expor também sua gratidão ao grupo de funcionários das farmácias Pague Menos, que, de forma solidária, realizaram um mutirão de serviços de manutenção, pintura e decoração da unidade.

 

Além da reforma da estrutura física dos dormitórios e do refeitório da entidade, foram doados novos armários, mesas, camas, beliches e berços. Por todo o dia de hoje, um grupo de cerca de 100 voluntários estão ainda realizando um mutirão com ações de jardinagem, limpeza, plantio de mudas e de uma mini-horta, e decoração com quadros, grafites e pinturas.

 

Enquanto uma turma tratava da estrutura, outras duas equipes, juntamente com servidores da STDS, cuidava da recreação das crianças, que foram presenteadas, ainda, com brinquedos, livros, mochilas, eletrodomésticos, roupas arrecadados junto a funcionários da rede e fornecedores.

 

 

SAIBA MAIS

Após visita à Casa Abrigo em março deste ano, a primeira-dama do Estado também articulou reunião com integrantes do Poder Judiciário e STDS para acelerar os processos de crianças acolhidas. No início de junho de 2015, começou a atuação, na Casa Abrigo, de equipe multidisciplinar formada por profissionais das áreas de Psicologia, Pedagogia, Assistência Social e do Direito. A estratégia foi definida em reunião no dia 11 de maio envolvendo o Gabinete da Primeira-Dama, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e a STDS. O projeto-piloto terá a duração de 180 dias. Além do Governo do Estado, o projeto conta com a parceria do Poder Judiciário, Defensoria Pública, Ministério Público, município de Fortaleza e sociedade civil.

 

 

fotos: Ariel Gomes/ Governo do Ceará

 

 

18.07.2015

 

Carlos Eugênio
Assessor de Imprensa da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – STDS
85 3101.2099 / 2089 – 85 98878.8510
imprensa@stds.ce.gov.br

 

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa da Casa Civil
Governo do Estado do Ceará
(85) 3466.4898