#Cearáemférias: Centro de Fortaleza revive sua história com ‘Cineteatro São Luiz – O Retorno’

24 de julho de 2015

 

O cinema é capaz de levar magia às vidas das pessoas, fazendo-as se desligar da realidade e viajar em um universo repleto de sonhos e sentimentos. Em Fortaleza, há quase 50 anos o Cineteatro São Luiz proporciona um pouco dessa sensação, como um espaço de referência em difusão cultural e apreciação artística. Após um período inativo, o “gigante” está de volta, totalmente reformado, com uma programação acessível e de qualidade, recontextualizando a história e dando atenção à produção contemporânea.

 

Localizado no coração da Capital Cearense, na Praça do Ferreira, o Cineteatro São Luiz foi inaugurado em 1958 e tombado pelo Governo do Estado em 1991, em reconhecimento a seu valor como patrimônio histórico e arquitetônico. Foi fechado em julho de 2010 e reinaugurado no dia 22 de dezembro de 2014. Além da abertura de um amplo palco, com capacidade para grandes espetáculos, também foram feitos reparos em outros espaços, como camarins e o fosso para receber músicos de orquestra.

 

 

sluiz1

 

 

Décadas de História

 

RpirritaQuem estava lá no dia seguinte após a inauguração era o sapateiro José Rufino da Silva, 73 anos, conhecido no local como “Pirrita”, frequentador da praça desde 1949. Cabelos e barba longos e brancos não escondem o tempo vivido, e o trabalhador lembra com saudosismo do tempo em que frequentava o cinema quando jovem. “O cinema foi inaugurado no dia 26 de março de 1958, às 18h. Lembro como se fosse ontem, foi um dia muito alegre, muito animado, muitas autoridades. Era a inauguração de um dos prédios mais bonitos de Fortaleza e do Brasil. O filme era “Anastácia”. Não consegui ir no primeiro dia, mas no segundo eu estava lá”, lembra.

 

Vendo de perto as mudanças ao longo dos anos, “Pirrita” destaca um pouco do que viu. “Na época da inauguração, todo Rpirrita2mundo vinha bem vestido, homens de paletó e gravata, mulheres de vestido longo. Mas tudo muda com o tempo. Tínhamos muitos cinemas no Centro, mas o São Luiz era o melhor. Assisti a muitos filmes, que agora não lembro bem os nomes. Vi muita gente famosa, até o presidente Castelo Branco passou por aqui a passeio”, disse.

 

    Décadas depois, “Pirrita” foi convidado a entrar novamente no cinema. E ele não escondeu a emoção. “Está muito bonito, tanto quanto no dia em que foi inaugurado. Fizeram essa reforma e parece que vai dar continuidade à tradição, com atrações de merecimento do público. Tem cinema, teatro, o que é bom demais, algo que todo mundo gosta. Espero que tenhamos filmes do agrado de todos”, revela com alegria.

 

RpipoqueiroQuem também já presenciou muita coisa ao longo desse tempo é o pipoqueiro Francisco José de Lima, 59 anos, 45 desses trabalhando em frente ao Cine-São Luiz. “Lembro que o escritório do Severiano Ribeiro, fundador do cinema, era aqui em cima, conhecia os filhos dele. As filas dobravam o quarteirão. Filmes como “Tubarão”, “Titanic”, os dos Trapalhões, já trouxeram muita gente.  Todo ano tinha o festival Cine Ceará, em que muita gente famosa vinha para cá”, conta.

 

 

O retorno

 

Reaberto à população, o Cineteatro São Luiz volta com uma programação bem diversificada. Para isso, foram necessários ajustes técnicos da estrutura e dos equipamentos relacionados a segurança, sinalização, logística e mobiliário.

 

Durante esse período foi desenvolvido o conceito do novo São Luiz, por uma equipe que integrou profissionais da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, foi definido o modelo de gestão e foram firmadas as parcerias institucionais entre a Secult, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL) e o Sindicato dos Comerciários de Fortaleza.

 

RfamíliaUma ótima opção para todas as idades. Tanto que a secretária Ana Camile da Silva, ao lado do marido Aldenei Silva e do amigo Alisson dos Anjos, trouxe o filho Rafael da Silva, de quatro anos, para a primeira experiência no mais tradicional cinema da cidade. Rafael parecia familiarizado com toda a pompa do prédio histórico. “Eu vinha aqui quando era criança. Ele reabrir é um grande acréscimo para a cultura no Estado, o conceito de família para vir junta. Meu filho está vindo pela primeira vez e está super animado”. 

 

 

 

 

 

 Confira a programação

 

 

24/07 | Sexta-feira

 

12h ? Café com Curtas, Programa 6 – Curtas Cearenses

 

13h ? Café com Curtas, Programa 6 (Reprise) – Curtas Cearenses

 

19h ? Show “Eu vou rifar meu coração” – Tributo ao Brega, com direção artística de Mimi Rocha e participação de artistas cearenses.

 

 

25/07 | Sábado

 

19h – Espetáculo de teatro “Cabaré das Travestidas” – Direção de Silvério Pereira.

 

   

26/07 | Domingo

 

14h – Abertura do Cineteatro São Luiz, com acesso à exposição de memorabilia referente ao disco e ao filme “Help!” e a seu impacto na Fortaleza de 1965.

 

14h30 – Debate sobre o filme e o disco “Help!” e seu impacto na Fortaleza de 1965, além do interesse despertado nas novas gerações de “beatlemaníacos” no Ceará e no Brasil.

 

15h – Exibição do filme “Help!”, seguida de apresentação da banda cover Rubber Soul, executando todas as músicas do disco, e da apresentação do concerto “Rock in Concert”, da Orquestra Filarmônica do Ceará e da banda Rubber Soul.

 

 

Ariel Gomes / Fotógrafo / Governo do Ceará

 

 

 

24.07.2015

 

Thiago Sampaio
Repórter/Célula de Reportagem

 

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
 (85) 3466.4898