Sejus adere à Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

27 de julho de 2015

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) adere, nesta segunda-feira (27), à Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Até o próximo dia 31 de julho, uma série de ações chamarão a atenção para o assunto, alertando contra os perigos do tráfico de pessoas. No Ceará, a Sejus, por meio do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, participa ativamente da campanha. De segunda a sexta-feira serão realizadas blitze educativas sobre o tema e na quarta-feira (29), Sejus e Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) assinarão termo de cooperação técnica sobre o tema.

 

As blitze educativas começaram na manhã de segunda-feira na unidade Vapt Vupt Messejana. A ação ocorrerá lá até a próxima quinta (30). O equipamento, que atende cerca de duas mil pessoas por dia, está com decoração referente à campanha Coração Azul e os funcionários foram capacitados para dar informações sobre o assunto. Na quinta e sexta-feira, a distribuição de material ocorre no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

 

Na quarta-feira (29), às 14h, o secretário da Justiça e Cidadania, Hélio Leitão, e o titular da STDS, Josbertini Clementino, assinam termo de cooperação técnica para incluir o assunto de enfrentamento ao tráfico de pessoas na formação de alunos e estagiários dos programas da STDS. “Os projetos da STDS são voltados,  essencialmente, para o público jovem e carente. Esse é também o principal alvo do tráfico de pessoas. Por isso, estamos unindo os esforços das duas pastas a fim de esclarecer, conscientizar nossa população sobre os riscos do tráfico”, destaca Hélio Leitão.

 

A campanha Coração Azul, criada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Undoc-ONU), está mobilizando estados em todo o País para iluminarem monumentos ou prédios públicos de azul. No Ceará, a unidade Vapt Vupt Messejana será iluminado de azul por toda a semana.

 

 

Números

Neste ano, dez possíveis casos de denúncias de tráfico de pessoas chegaram ao Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Em 2014, durante todo o ano, 35 denúncias chegaram à Sejus. No Brasil, de acordo com o relatório do Sistema Nacional de Estatísticas de Segurança Pública e Justiça Criminal, 1.735 pessoas foram vítimas de tráfico interno de pessoas para fins de exploração sexual, entre 2006 e 2011.

 

A supervisora do NETP, Lívia Xerez, alerta para a chamada subnotificação. “Muitos casos não viram denúncia, pois a população tem medo ou vergonha de denunciar, por isso a Sejus tem um trabalho intenso de educar, de conscientizar a população”, pontua.

 

Lívia também alerta para os riscos que as redes sociais trouxeram quando o assunto é o tráfico de pessoas. “Com a internet e as redes sociais, essas falsas promessas de uma vida melhor em outro país, do casamento perfeito com um desconhecido ficaram mais próximas e é aí que pode se inserir o tráfico de pessoas”, alerta.

 

 

Campanha

Quem quiser aderir à campanha nas redes sociais Facebook e Twitter pode participar colocando o coração azul, símbolo da campanha, no seu avatar. Basta acessar o link http://twibbon.com/support/coracao-azul-2 e entrar na campanha.

 

 

27.07.2015

 

Assessoria de Comunicação da Sejus
Camille Soares
ascom.sejus@gmail.com / (85) 3101.2862

 

Ciro Câmara
Gestor de Célula/Secretarias
ciro.camara@casacivil.ce.gov.br

 

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898