Agosto chega repleto de atrações e oportunidades nos equipamentos da Secult

3 de agosto de 2015

Mês de aniversário de dois dos 15 equipamentos da Secult – o Porto Iracema das Artes, que completa dois anos, e o Sobrado Dr. José Lourenço, com 8 anos – agosto trará um série de cursos, oficinas, tributos, concertos, exposições, shows, estreias de filmes, peças teatrais, festivais, apresentações de dança, intercâmbios culturais e muito mais.

 

Além disso, chega ao cearense a programação impressa integrada de todos os equipamentos da cultura do Estado, que pode ser acessada no site da Secult e adquirida em cada uma das casas da cultura. A ideia é garantir que, ao visitar um local, o cidadão possa estar informado do que os outros espaços oferecem, nas diversas linguagens culturais, democratizando o acesso e a informação sobre as atividades, em sua maioria gratuitas ou a preços populares.

 

A programação inicia neste dia 1º/8 com atividades no Porto Iracema das Artes – Escola de Formação e Criação do Ceará,  numa mostra da diversidade artística que permeia o equipamento. Na oportunidade, serão apresentadas, diariamente, por ex-alunos e professores que passaram pela Escola, inúmeros espetáculos de dança, música, teatro, mostras de audiovisual e muito mais. As atividades em comemoração aos 2 anos do Porto Iracema seguem até o dia 30 de agosto, sendo precedida, no dia 29/8, pela comemoração do aniversário e fechando com um show de Hermeto Pascoal. Imperdível.

 

Outro equipamento que está aniversariando é o Sobrado Dr. José Lourenço. Inaugurado em 31 de julho de 2007, o espaço tem como missão promover e difundir as Artes Plásticas e Visuais do Estado, atuando como um local de acolhida e de possibilidades. “Nele, os artistas interagem entre si e o público tem a possibilidade de receber consultorias de uma das mais importantes Curadoras do Estado, além de promover capacitação para artistas e público geral interessado em Arte. O Sobrado é preservado e conservado como importante edificação que conversa com a história de Fortaleza, pelas suas diversas fachadas, camadas de tinta, antigos visitantes e tantas outras histórias”, destaca Natália Maranhão, coordenadora do Sobrado.

 

A programação do equipamento para o mês de agosto inclui o lançamento do Catálogo da Exposição Versus, do artista Franklin Stein, em cartaz até o final do mês. Além disso, serão realizadas visitas guiadas com a apresentação das obras e outras centradas na história da edificação e suas peculiaridades, oficinas de carimbos, cursos de fotografia em parceria com outras organizações e palestras. O equipamento fica aberto de terça à sexta, das 9h às 18h, e aos sábados de 9h às 17h.

 

O Theatro José de Alencar inicia o mês de agosto com os espetáculos “Desprender-se” e “Miolo”,  resultantes do Curso de Princípios Básicos de Teatro, ofertado pelo equipamento. Além disso, oferta novas inscrições para as turmas que iniciarão neste semestre.  A principal casa das artes cênicas do Ceará apresenta também durante mês debates tendo o “Centro de Fortaleza” como foco. A palestra “Urbanidade nas Galerias Modernas no Centro de São Paulo”, realizada no dia 7/8, às 17h, com a arquiteta e doutora Sabrina Fontenele, abre uma série de ações colocando a “Cidade em Debate”, sendo seguida da “Roda de Conversa -Viva o Centro Fortaleza”, que ocorrerá no sábado, dia 8/7, às 15h, no Teatro Carlos Câmara, integrando a Programação da 3ª Edição do Viva o Centro, que envolverá gestores de governos estaduais e municipais, historiadores e representantes de equipamentos culturais localizados no centro da cidade.
A ideia é pensar os movimentos urbanos na capital e as novas relações da coletividade com os espaços públicos. Outra ação que fará parte dos debates é o lançamento do Projeto “Pacto em Ação pelo Centro de Fortaleza” que ocorrerá às 19h, no Palco Principal. Todas as ações serão gratuitas e abertas ao público.

 

Mês de estreia também da Exposição “Tilte”, de Taiz Lima, com fotografias de Galba Sandras, na Galeria Ramos Cotoco, a partir do dia 1º/8. A mostra é aberta ao público, com visitação de­ terça a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, de 14h às 17h. O Theatro ofertará ainda 18 espetáculos de teatro, dentre eles os “60 anos de vida e 45 anos de Ricardo Guilherme, em uma Aula­espetáculo”. O TJA sediará ainda o VII Prêmio SATED/Ce – em comemoração ao dia do Artista, o espetáculo  “Como nasce um Cabra da Peste”, da Cia Agitada Gang, integrante do Festival de Teatro Brasileiro – FTB.

 

Na cena musical, serão realizados no equipamento da Secult o Concerto “Grandes Clássicos da MPB”, ação da Orquestra Filarmônica do Ceará­, que homenageia em agosto o cantor e compositor “Raul Seixas In Concert”, em homenagem aos 70 anos do cantor e compositor, o Lançamento do DVD  ­ Tributo a Alberto Nepomuceno – 151 anos, com a cantora Maruça, Recitais de Recital de Flauta Doce, com Sueli Helena de Miranda, o Concerto Sinfônico, com a Orquestra Sinfônica da Uece.

 

    A dança vem representada pela Mostra de Solos e Duos de Dança e pelo espetáculo “Com quantas tampas se faz uma dança”, solo de Silvia Moura. Além destas linguagens culturais, entra em cena no TJA a Literatura, com a Abertura do Seminário de Agentes de Leitura, no domingo, dia 16/8, às 18h, que terá como convidado especial o professor e consultor de língua portuguesa, Sérgio Nogueira.

 

 

    Teatro Infantil, clássicos do cinema e apresentações musicais

 

    Iniciando o segundo mês com programação fixa, o Cineteatro São Luiz se firma como um equipamento que oferece possibilidades além do cinema, sendo agora também teatro, aberto às artes cênicas, à música, às linguagens integradas. Aberto todas às terças com espetáculos humorísticos, gratuitos, o São Luiz recebe  o Projeto Terça de Graça, possibilitando ao público um reencontro com o equipamento, em uma nova linguagem. Nas quintas e sextas-feiras, curtas e longas-metragens de diretores cearenses serão apresentados, de acordo com as diretrizes da política cultural do Estado. Tudo com entrada franca na sessão “Café com Curtas”, às 12h30 (com direito a cafezinho) e com ingressos populares nas demais sessões (inteira R$ 6,00 e meia R$ 3,00), democratizando o acesso à produção audiovisual do Ceará, do Brasil e do mundo.

 

    Voltada para os amantes do cinema, estudiosos e antigos frequentadores do São Luiz, a sessão “Clássicos do Cinema” brinda os cinéfilos neste mês com filmes como Casablanca, Bem me Quer, Tempos Modernos, O grande Ditador, Acossado e Visita ao Filho. A Sessão Polytheama trará o “Copacabana Mon Amour, de Rogério Sganzerla.

 

    Também estará em cartaz no São Luiz o blockbuster Jurassic World, filme líder de bilheteria. Para a diversão da meninada entra em exibição já, no primeiro final de semana do mês, “Os Minions”, e ao final de agosto estreia o filme “O Pequeno Príncipe”. Peças de teatro infantil como “Do maior show infantil do Ano” e “Os minions” trazem em dois domingos, dias 9/8 e 23/8, os principais personagens dos desenhos animados voltados para as crianças, como Backyardigans, Galinha Pintadinha e Peppa Pig. Toda a programação do equipamento encontra-se disponível no site da Secult e na Fanpage do São Luiz Fortaleza.

 

 

    Novas exposições, cursos e oficinas nos museus da Secult

 

    Na primeira semana do mês, com o apoio no Museu do Ceará, o Ministério da Cultura (MinC), o Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio e Memória (GEPPM/CNPq) e o Sistema Estadual de Museus do Ceará (SEM-CE) apresentam a palestra gratuita “Organização dos Museus Britânicos e Brasileiros: Distâncias e proximidades”, que acontecerá no Auditório Paulo Freire, do equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, no dia 6 de agosto de 2015, às 9h. A ação, que conta ainda com o apoio do Memorial da UFC, oferecerá ao público a possibilidade de debater sobre as peculiaridades de organização dos museus britânicos e brasileiros e, a partir desta reflexão, pontuar anseios e dilemas de nosso contexto museológico, bem como de que forma podemos nos servir de experiências britânicas para aprimorarmos nosso trabalho.

 

    Também no Museu do Ceará, o terceiro equipamento da Secretaria da Cultura a trabalhar a temática da Seca no Ceará, a partir de agosto estreia a Exposição de Curta Duração “Viagem pela Memória: a seca de O QUINZE”, livro de Rachel de Queirós, que relata os diversos aspectos da seca do ano de 1915, vivida no Estado. Lá também, o visitante poderá conferir, de terça a sábado, das 9h às 17h, gratuitamente, a Exposição de longa duração “Ceará: uma História no Plural” e Memorial Frei Tito de Alencar. Para grupos acima de 5 pessoas é necessário agendamento prévio pelos telefones: 3101.2609/ 2621.

 

     

    Os outros dois equipamentos que seguem com as Exposições acerca da Seca no Ceará são o Arquivo Público do Estado, com a mostra “Memórias das Secas em Documentos de Arquivo”, aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e excepcionalmente, nos dois primeiros sábados de agosto, dias 02 e 08, das 10h às 12h, com entrada franca. A exposição inclui 30 documentos referentes às secas de 1877, 1915 e 1932 no Ceará, através de documentos de época que revelam o drama vivenciado nos períodos de estiagem, a migração de milhares de flagelados, a repercussão em cidades como Fortaleza e até a instalação de campos de concentração. O Arquivo Público do Ceará fica na Rua Senador Alencar, 348, Centro.

 

    O primeiro equipamento da Secult a trabalhar a temática da seca foi a Biblioteca Pública do Estado Espaço Estação, local em que segue em cartaz gratuitamente, até o final do mês, a Exposição de curta duração “Cem anos da seca de 1915”. A mostra é composta por fotografias de Ricardo Schimth, obtidas durante as secas das décadas de 70 e 80 no Ceará, período em que o fotógrafo trabalhou como correspondente de inúmeras revistas e jornais do sul e sudeste do país. A mostra segue até 31/08, podendo ser conferida gratuitamente das 9h às 16h, no Hall da Biblioteca Pública do Estado do Ceará – Espaço Estação.

 

 

Dos Relicários à História Sacra do Ceará

 

Localizado em Aquiraz, o Museu Sacro São José de Ribamar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, estreia em agosto a Exposição de Longa Duração “A História Sacra do Ceará na Arte Sacra”. Lá também estará em cartaz a Exposição de Curta Duração “Relicário: pequenos fragmentos de fé”. O equipamento segue aberto ao público de terça-­feira a sábado, das 9 às 17 horas, com visitação gratuita. Informações sobre as exposições e agendamentos são realizados através dos telefones: (85) 3101.2818 – 3361.2535

 

Outra atividade que pode ser conferida durante o mês de agosto é a Exposição de “Literatura de Cordel”, aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h, no Auditório Nenzinha, da Casa de Juvenal Galeno, equipamento da Secult, localizado no Centro de Fortaleza. A exposição possibilita ainda um passeio histórico literário pelo equipamento, que tem por objetivo difundir e incentivar a cultura cearense.

 

A Casa de Juvenal Galeno sempre foi um movimentado centro cultural da cidade. Nela, o poeta Juvenal Galeno criou os seus sete filhos e falecendo aos 95 anos. O equipamento oferece ainda visitas guiadas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 16h, e sedia reuniões e apresentações artístico-culturais das 12 entidades que realizam reuniões regulares e mantêm intercâmbio com outros grupos e entidades afins, em quase todo o Brasil, divulgando o potencial dos artistas cearenses.

 

 

Comemoração do Dia do Fotógrafo, cursos e encontros de literatura bordada

 

Tombado provisoriamente por até um ano, o Museu da Imagem e do Som segue com uma série de atividades durante o mês de agosto. Em todas as sextas-feiras do mês, das 14h às 18h, você pode conferir e unir-se ao Grupo Iluminuras, projeto de Extensão da UFC, acervo do Escritor Cearense|Biblioteca de Ciências Humanas, dando continuidade ao trabalho de literatura bordada que retrata cenas do livro “O Quinze”, de Rachel de Queiroz. A atividade é gratuita e aberta ao público. Inscrições: acervodoescritorcearense@gmail.com ou tel: 99714­1915 (Lídia Barroso)

 

Diante do sucesso do primeiro Minicurso “Análise e Apreciação da Nossa Música Popular Brasileira ­- Do período Colonial à Contemporaneidade”, atividade ministrada no mês de julho, por Dilmar Miranda, diretor do museu, professor da UFC e um dos mais respeitados pesquisadores de todo o País quando o assunto é música popular, em agosto ocorrerá a segunda edição do Minicurso. As vagas são limitadas e os interessados podem realizar inscrições no MIS e pelo telefone: 3101. 1201.

 

No dia 19 de agosto, às 18h30min, no pátio do MIS, em comemoração ao “Dia do Fotógrafo”, será realizada a exibição dos curtas metragens: “Retrato Pintado” e “Câmara Viajante”, ambos de autoria de Joy Pimentel. A atividade será aberta ao público e seguida de debate com autor e convidados.

 

Toda a programação da Secult para o mês de agosto pode ser conferida no site: www.secult.ce.gov.br

 

 

 

03.08.2015

 

Entrevistas/mais informações:
(85) 8699-6524 – Dalwton Moura
(85) 8829-8222 – Clovis Holanda
(85) 8848.4987 – Paula Candice
(85) 3101-6761 / secultmkt@gmail.com

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
 (85) 3466.4898