Hospital Regional Norte instala Banco de Leite Humano

4 de agosto de 2015

Todos os dias a dona de casa Elizabete da Silva, moradora de Bitupitá, Distrito do município de Barroquinha, na Região Norte, se dirige à sala de ordenha do Hospital Regional Norte, para retirar e armazenar leite para a filha recém-nascida, que está internada na UTI Pediátrica. A criança, de dois meses, deu entrada no hospital pela emergência, no dia 25 deste mês, transferida de Camocim, ainda por conta de complicações do parto.

A alimentação, dada a cada três horas, tem garantido o estímulo da produção de leite materno, e ajudado no ganho de peso da criança. “Todo dia eu aprendo alguma coisa sobre a amamentação e como ela pode garantir a saúde da minha filha. Por enquanto, ela ainda não pode mamar diretamente do peito, mas o leite que é retirado já faz parte da dieta dela”, disse.

Elizângela Melo é outra mãe que frequenta a sala de ordenha diariamente para garantir a alimentação do filho Alisson, com um mês de vida. O bebê, que nasceu prematuro, também deu entrada pela Unidade de Terapia Intensiva, passando pela Unidade de Cuidados Especiais, e agora se encontra, junto à mãe, na enfermaria Canguru, setor do hospital que amplia o tempo de contato entre os dois.

“Agora meu filho já pode se alimentar diretamente do peito, mesmo assim, eu continuo fazendo a retirada de leite para doação, pois sei que outras crianças precisam, e não vai fazer falta a ele”, disse Elizângela, enquanto amamentava, orgulhosa, o primeiro filho.

Elizabete e Elizângela fazem parte das estatísticas do Banco de Leite do HRN que, nos primeiros sete meses do ano recebeu 1.127 mulheres, com uma média mensal de 15 doadoras, para cerca de 30 bebês, que recebem todo o leite coletado. Desde o dia 17 deste mês, o setor passou a oferecer o serviço de pasteurização, que agiliza o atendimento e amplia a oferta de leite materno na dieta dos bebês. O processo, também garante o estoque de leite doado para os filhos de mães que não produzem o alimento suficientemente.

Pasteurização
Antes, quando o HRN era um posto de coleta interna, com uma média de dez litros de leite coletado, o alimento era enviado para Fortaleza para ser pasteurizado no Hospital Cesar Cals, também da rede pública estadual, mas 30% dele tinha que ser doado ao hospital como acordo pelo serviço. Agora, com a máquina de pasteurização instalada, todo o processo é feito na região mesmo, o que otimiza o atendimento, agiliza o estoque e mantém a oferta do leite, também para a doação.

Atendimento externo
“O momento, é de um processo de atendimento apenas interno das mães que estejam com seus filhos aqui, ou até mesmo de funcionárias do HRN, que queiram doar. Mas o objetivo é ir além, oferecendo esse serviço externamente. Esta ideia está sendo amadurecida, mas não temos uma data específica para o início deste trabalho. Por enquanto, o importante é garantir nosso estoque e regularidade dessa assistência”, disse Samara de Andrade, coordenadora do Banco de Leite do HRN.

Campanha de frascos
Iniciada em maio do ano passado, a Campanha de Doação de Frascos para armazenamento de leite humano, apoiada pelo Comitê Estadual de Banco de Leite, tem mobilizado todos os setores do hospital, para reforçar o estoque desse material que tem grande rotatividade. O mais adequado é o frasco de vidro com tampa plástica, como o de café solúvel.

Serviço
Campanha de doação de frascos
Locais de entrega: entrada principal do Hospital Regional Norte, entrada do Centro de Imagens e Emergência.
Endereço: Avenida John Sanford, 1505, Bairro Junco, Sobral.

04.08.2015

Assessoria de Imprensa do Hospital Regional Norte
(88) 9659.4083

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898