Cogerh trata de economia de água junto ao Comitê da Metropolitana

3 de setembro de 2015

Com intuito de abordar o racionamento de água no Estado e ações de abastecimentoprevistas para bacia Metropoplitana, a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) realizou a 39ª Reunião Ordinária do Comitê de Bacias Hidrográficas, no dia 2 de setembro, no auditório Espaço das Águas. O Comitê da Bacia Metropolitana é formado por 31 municípios e 60 entidades que se reúnem com objetivo de gerenciar, junto à Cogerh e os órgãos gestores, os recursos hídricos do Estado da bacia Metropolitana.

Na reunião, a mesa foi composta pelo presidente da Cogerh, João Lúcio, a diretora de Operações da Cogerh, Débora Rios, a presidente do Comitê da Bacia Metropolitana, Mailde Carlos do Rego, assim como o vice-presidente, Pedro Raimundo de Oliveira e o secretário-geral, Ronaldo Queiroz. João Lúcio fez a abertura do evento e explanou as ações que a Companhia vem desenvolvendo para convivência com a seca. Também destacou a transposição do Rio São Francisco, com previsão de chegada da água no primeiro semestre de 2016. Outra opção, de médio ou longo prazo, seria a dessalinização da água do mar, em parceria com as indústrias e o reúso de água. O presidente ainda ressaltou a necessidade de campanhas de conscientização para economia de água.

A coordenadora do Núcleo de Gestão da Cogerh, Clea Rocha, afirma que a preocupação maior do Comitê, atualmente, é a economia do recurso hídrico. Precisa-se saber se as entidades que fazem parte do Comitê usam os recursos hídricos de forma responsável. “É necessário capacitar as pessoas para que sejam multiplicadores do uso consciente da água”, enfatiza Clea Rocha. A presidente do Comitê, Mailde Carlos, diz: “Os 31 municípios tem que estar nivelados quanto à educação no uso e na preservação da qualidade da água. Todos temos a obrigação de ter cuidado com o resíduo sólido”.

A Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos (Funceme) apresentou a quadra chuvosa do Estado. O Comitê da Bacia Metropolitana abordou a mortandade de peixe ocorrida recentemente no açude Castanhão e a Cogerh informou que o relatório técnico deste fato foi encaminhado, primeiramente, ao governador e aos secretários estaduais de Recursos Hídricos e de Pesca. Quando o relatório retornar à Companhia, será apresentado ao Grupo de Trabalho criado composto por representantes da Prefeitura Municipal de Jaguaribara, Ministério Público, membros da Sociedade Civil e Aquicultores. Após discussão com este grupo o relatório será aberto ao público. O Comitê reivindicou a apresentação deste relatório em seu plenário. Como encaminhamento realizará uma reunião extraordinária em que a Coger fará explanação do documento. A reunião ocorrerá em Jaguaribara.

Na ocasião, a empresa Heineken falou sobreExperiência de Sustentabilidade no Ceará e a Jandaia distribuiu mudas de cajueiro. Foi solicitado que todas as instituições membros do Comitê busquem trabalhar a sensibilização para o uso consciente dos recursos hídricos.

 

03.09.2015

 

Rafaele Esmeraldo Menezes
Assessora de Imprensa da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh)
85 3218.7020 | 99694.6541
rafaele.esmeraldo@cogerh.com.br

 

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil