Cagece alerta para o uso indevido da rede coletora de esgoto

22 de setembro de 2015

Responsável por coletar e tratar o esgoto gerado nas residências, estabelecimentos comerciais e industriais de Fortaleza, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) tem enfrentado o desafio de garantir o bom funcionamento da rede coletora, realizando o monitoramento das Estações de Tratamento.

 

Somente nos oito primeiros meses deste ano, a Cagece executou cerca de 51 mil serviços de desobstrução da rede e ligação de esgoto em Fortaleza, enquanto o restante do Estado somou pouco mais de 6 mil ocorrências atendidas.

 

As principais causas para obstrução na rede estão relacionadas ao despejo indevido de resíduos sólidos (lixo) na tubulação de esgoto. O acúmulo destes materiais na rede é o que gera transbordamentos em vias públicas, causando transtornos à população e até danos ao meio ambiente.

 

Além disso, é comum as pessoas confundirem rede de esgotamento sanitário com a rede de drenagem, fazendo, assim, uso inadequado desses sistemas. Enquanto a rede coletora de esgoto, de responsabilidade da Cagece, recolhe o esgotamento sanitário das residências e o direciona até uma rede de tratamento, a rede de drenagem, de responsabilidade das prefeituras municipais, promovem o escoamento de águas provenientes de chuva.  

 

Por isso, os moradores devem prestar atenção na hora de despejar o lixo em locais indevidos, bem como realizar a interligação de forma adequada ao sistema de esgotamento disponível na área. Além de contribuir com a despoluição do meio ambiente, dando um destino correto para os efluentes, o uso consciente da rede coletora de esgoto evita possíveis contaminações e garante mais saúde para os habitantes.

 

 

22.09.2015

 

Assessoria de Comunicação da Cagece
Leonardo Costa / (85) 3101.1826 / (85) 3101.1834 / (85) 8878.8932
comunicacaocagece@gmail.com

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

 

Governo do Estado do Ceará
Coordenadoria de  Imprensa – Casa Civil
85 3466-4898