#EducaçãoNotaDezNoCeará: Estudantes vivem novo momento com a inauguração de campi no interior

22 de setembro de 2015

O novo Campus Multi-institucional Humberto Teixeira, inaugurado em maio deste ano na cidade de Iguatu, já está modificando o ritmo de estudos dos quase 2 mil universitários da região centro-sul do Estado. É o caso de Filipe Oliveira da Costa, aluno do curso de Direito da Universidade Regional do Cariri (Urca). Entusiasmado, o estudante diz que até a “atmosfera” acadêmica melhorou após a ida para o novo campus.

“Aqui temos laboratórios climatizados, salas mais agradáveis e no caso do meu curso, temos um Núcleo de Práticas Jurídicas que nos auxilia no aprendizado e no serviço à sociedade. A consequência de tudo disso é o aumento do rendimento nos estudos e uma maior vontade de pesquisar e se desenvolver ainda mais”, enfatiza Filipe, que está no oitavo semestre.

RcampusPara a instalação do novo campus, o Governo do Estado, através da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), investiu mais de R$ 25 milhões na obra e em mobiliários e equipamentos. O novo empreendimento atende estudantes da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Universidade Regional do Cariri (Urca) e Instituto Centec, numa gestão compartilhada e que preserva a autonomia das três instituições.

O campus é uma construção arrojada e de grande dimensão arquitetônica. Possui 42 salas de aula, 16 laboratórios, auditório com 223 lugares, biblioteca com 240m² e sala multimídia para 67 pessoas, Rcampus2ginásio poliesportivo coberto, piscina semiolímpica, espaço para a prática de ginástica e dança, academia e vestiários, além de um centro de convivência com lanchonetes, livraria e restaurante.

De acordo com o secretário da Secitece, Inácio Arruda, a entrega do empreendimento demonstra o compromisso do governo estadual com o ensino superior e a formação dos cearenses. “O que preparamos foi um empreendimento de altíssima qualidade. Vamos alcançar com o novo Campus Multi-institucional de Iguatu uma elevação considerável do ensino e da formação na região”, diz.

Itapipoca do saber

Outro empreendimento inaugurado no início deste ano foi o campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) na cidade de Itapipoca. No entanto, estudantes de outros municípios do Litoral Oeste e da Zona Norte do Estado também são beneficiados com a oferta de cursos técnicos e superiores. O local recebeu investimento do Governo do Estado no total de R$ 11.081.381,75, com contrapartida de R$ 4.749.944,37 do Governo Federal.

O IFCE possui área construída de 4.442m² e conta com bloco didático com dois pavimentos, abrigando 10 laboratórios e 20 salas de aula. Inclui também bloco administrativo que abriga serviços a serem oferecidos à comunidade, além de auditório, biblioteca e sala de videoconferência. A estrutura do campus abrange ainda um segundo bloco didático para cursos da área industrial, com mais seis laboratórios, sala de aula e oficina de manutenção, bem como um ginásio poliesportivo coberto.

Formação de trabalhadores

A capacitação profissional em áreas estratégicas do Estado será reforçada com a inauguração, ainda este ano, do novo Centro de Treinamento do Trabalhador Cearense Lauro de Oliveira Lima (CTTC). Coordenado pela Secitece, o empreendimento está localizado no entroncamento das rodovias CE 085 (Estruturante) e CE 422, no município de Caucaia RCTTCe irá possibilitar a formação de cerca de 1,2 mil pessoas por ano nas áreas de Eletromecânica, Metalmecânica, Construção Civil e Petroquímica através de cursos rápidos e também de nível técnico, com duração de dois a três anos.

Para o funcionamento do CTTC, foram investidos recursos da ordem de R$ 33.742.623,54 em obras e equipamentos. O montante veio do tesouro estadual e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O novo centro conta com uma área total de 9,1 mil m² e uma área projetada total de 16 mil m², contemplando as áreas administrativas e de ensino, cozinha semi-industrial, três laboratórios e um auditório com capacidade para 275 pessoas.

De acordo com o secretário Inácio Arruda, o CTTC dará à população mais oportunidades para a inserção no mercado de trabalho. “As pessoas formadas no novo centro estarão aptas para atuar nos diversos setores existentes dentro do Pecém. Além disso, o Governo do Estado também não precisará importar mão de obra, pois terá força de trabalho suficiente aqui”, reforça. A ideia é capacitar trabalhadores das cidades de São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Paracuru, Maracanaú, Maranguape, Paraipaba, Pentecoste, Fortaleza e demais municípios do entorno.

 

22.09.2015

Cynthia Cardoso
Assessora de Imprensa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior
85 3101.6469 | 98877.9710 | 99737.9950
cynthia.cardoso@sct.ce.gov.br

Emília Augusta
Coordenação de Comunicação da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior
85 3101.6466 | 99994.9140
emiliaugusta@gmail.com

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa
Casa Civil – Governo do Estado Ceará
85 3466.4898