Fórum debate fortalecimento de doações de órgãos no Cariri

22 de setembro de 2015

Com o objetivo de fortalecer e aprimorar as estratégias de melhoria do processo de doação e transplantes de órgãos no Cariri, a Organização de Procura de Órgãos (OPO) da região realizará nesta sexta-feira, 25 de setembro, das 14 às 17 horas, o I Fórum de Doação de Órgãos e Tecidos, no Hospital Regional do Cariri (HRC). O Fórum faz parte das atividades do Setembro Verde no Ceará e reunirá enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos, assistentes sociais, psicólogos, fisioterapeutas, além dos acadêmicos das áreas de saúde. A programação tem início na terça-feira, 22 de setembro, com o trabalho de sensibilização com acompanhantes de pacientes internados no HRC.

 

“O envolvimento de todos os profissionais da área de saúde, pode influenciar diretamente no aumento de notificações de morte encefálica e a efetivação de doadores com órgãos e tecidos captados, e consequentemente elevar o número de transplantes”, avalia Gustavo Martins, coordenador da OPO Cariri, que funciona no HRC. A OPO Cariri conta com uma equipe formada por cinco enfermeiros e dois médicos. Para Gustavo Martins é um número relativamente pequeno de profissionais para o potencial da região.

 

Criada em 2012, a OPO Cariri, já realizou 238 captações – 41 de fígado, 90 de rins, 103 de córneas, um de pâncreas e 3 de coração. Em 2015 foram 75 captações de órgãos. Esse número só não foi maior porque a negativa das famílias sobre a doação ainda é muito alta. O Ceará registrou de janeiro a junho deste ano 64 recusas familiares (43%) em 150 entrevistas para captação de doadores de órgãos e tecidos realizadas no semestre. No período foram notificados 260 potenciais doadores. Desses, 84 foram doadores efetivos (19,0 pmp) e 77 (17,4 pmp) tiveram órgãos transplantados.

 

De acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), edição relativa ao primeiro semestre de 2015, “a taxa de notificação de potenciais doadores, que foi de 49 por milhão da população (pmp) em 2014 com previsão para esse ano de 53,5 (aumento de 10%),  está sendo frustrada pela taxa obtida de 46,5 pmp. A taxa de efetivação está estagnada em 29%,  enquanto que a esperada é de 32%, para obtenção de 17 doadores efetivos pmp nesse ano. Entretanto, a taxa de doadores efetivos obtida foi de apenas 13,4 pmp (21%  abaixo da taxa esperada)”. Conforme a publicação, “a elevada taxa de recusa familiar à doação (44%) persiste como o principal obstáculo para a efetivação da doação na maioria dos estados”.

 

Com o propósito de sensibilizar a população sobre a importância das doações para proporcionar vida nova às pessoas que aguardam um transplante foi instituído o Setembro Verde, referência à cor do laço símbolo mundial da doação de órgãos e tecidos para transplantes. A OPO Cariri faz a cobertura em todos os hospitais da rede de saúde da região do Cariri e é a unidade que faz o maior número de notificações de potenciais doadores no interior do Estado.

 

 

Serviço:

I Fórum de Doação de Órgãos e Tecidos da Organização de Procura de Órgãos – OPO – Cariri
Local: Auditório do Hospital Regional do Cariri
Rua: Catulo da Paixão Cearense, S/N
Data: 25/09/2015 Das 14 às 17h
Informações nos telefones: (88) 3566-3614, 3566-3824 e 3566-3741
Email: opocariri@gmail.com

 

 

22.09.2015

 

Assessoria de Imprensa do Hospital Regional do Cariri
(88) 3566.3627
(88) 3566.3600

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898