Governador anuncia mais de R$ 4 milhões em investimento para indígenas e quilombolas

28 de setembro de 2015

Pela primeira vez na história um governador do Ceará recebeu representantes do movimento indígena organizado no Estado. Na tarde desta segunda-feira (28), Camilo Santana comandou reunião com representantes de 13 etnias que estão entre as primeiras formadoras da população cearense.

 

O encontro no Palácio da Abolição aprimorou a articulação da política para os índios em várias áreas do Governo do Estado. E serviu ainda para o governador revelar importante investimento liberado no último sábado, durante a Reunião de Monitoramento de Ações e Projeto Prioritários (Mapp). “Mesmo em meio às dificuldades, eu liberei mais de R$ 4 milhões para projetos indígenas e quilombolas”, destacou Camilo Santana.

 

R MG 6288Além da boa notícia, o governador recebeu um documento com propostas elaboradas pelos representantes das diferentes etnias. “Este é apenas o nosso primeiro encontro. Se Deus quiser teremos outros”, salientou Camilo. Participaram ainda da reunião o secretário-chefe do Gabinete do Governador, Élcio Batista; o articulador para Acolhimento aos Movimentos Sociais do Governo do Estado, Acrísio Sena; a secretária executiva da Secretaria da Educação, Dalila Saldanha; a coordenadora Especial de igualdade racial do Estado, Zelma Madeira; o deputado estadual Elmano de Freitas (PT); além de representantes de entidades ligadas ao movimento indígena.

 

 

População indígena

 

R MG 6349O Ceará possui 14 etnias indígenas: Anacé, Tremembé, Jenipapo-Kanindé, Kanindé, Tapeba, Tabajara, Potyguara, Kalabaça, Pitaguary, Gavião, Kariri, Tapuya-Kariri, Tupinambá e Tupiba-Tapuia. São cerca de 30 mil pessoas distribuídas por 19 municípios.

 

 

Fotos: José Wagner

 

 

 

 

28.09.2015

 

 

Ciro Câmara
Gestor de Célula/Secretaria

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / (85) 3466.4898