Procura por mamografias nas policlínicas dobra no Outubro Rosa

9 de outubro de 2015

    O nível de engajamento dos municípios cearenses no movimento Outubro Rosa é medido pelo aumento da marcação de exames de mamografia nas policlínicas regionais. Em Baturité, a Policlínica regional está realizando de 55 a 60 mamografias por dia e deve ultrapassar os mil exames em outubro, como estima o diretor, Marcos Arruda. Na Policlínica regional em Itapipoca, o número de exames realizados dobrou e chega a 50 mamografias por dia, segundo a diretora Georgina Freire Machado. Em Pacajus, Margareth Queiroz, diretora da policlínica regional acredita que os mil exames ofertados em outubro serão feitos. Em Sobral, a policlínica regional abriu as portas da mamografia para todas as mulheres a partir de 40 anos que nunca fizeram ou que estão há mais de dois anos sem fazer o exame. Conforme a diretora Andréa Linhares, estão sendo feitas 30 mamografias a mais por dia, além das 32 marcadas pelos 24 municípios da região de saúde.

 

    O aumento da procura por mamografia é resultado da ampliação do acesso ao exame com a implantação das policlínicas regionais, mobilização das equipes de saúde da família nos municípios e da própria população que encontra formas de participar do Outubro Rosa, levando informações às mulheres sobre o câncer de mama e a prevenção da doença. É o caso das Amigas do Peito, de Baturité, e das Mulheres de Rosa, de Horizonte, que disseminam informações sobre a necessidade de ir ao médico e da realização de exames preventivos, e ainda participam das atividades do Outubro Rosa programadas pelas policlínicas regionais em Baturité e Pacajus para acolher as mulheres que chegam para fazer a mamografia e sensibilizar aquelas que têm resistência ao exame. Para o mês de outubro, as policlínicas regionais se iluminaram, se decoraram e pintaram de rosa salas de acolhimento, onde as mulheres são recebidas com palestras, exibições de vídeo e depoimentos de quem já superou o câncer da mama.

 

    O acesso a mamografias, um dos principais exames que ajudam no diagnóstico precoce, foi ampliado na rede pública do Ceará nos últimos cinco anos, com a abertura das policlínicas regionais, construídas pelo Governo do Estado, e em funcionamento em 19 regiões de saúde, mantidas pelo Estado e os municípios através dos consórcios públicos. Em todas as 19 policlínicas há mamografias, facilitando o acesso das mulheres ao exame na região onde moram, sem precisar de deslocamento para a capital ou outras regiões mais distante de casa. Esse número comprova o aumento do acesso ao exame: 81.673 mamografias foram realizadas nas policlínicas regionais até agosto de 2015. Somente na policlínica regional em Baturité em quatro anos de funcionamento foram feitos 13.965 exames de mamografias. Na policlínica regional em Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza, em três anos de atendimentos, foram realizadas 8.572 mamografias em três anos. Em Sobral, a policlínica regional realizou 4.024 exames e, em Itapipoca, 4.012.

 

 

09.10.2015

 

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá /  ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

 

Governo do Estado do Ceará
Coordenadoria de  Imprensa – Casa Civil