Governador recebe maior honraria da Casa Militar em solenidade de 89 anos

17 de outubro de 2015

O governador Camilo Santana recebeu, na noite desta sexta-feira (16), a maior comenda entregue pela Casa Militar, a honraria “Distinção Honorífica”. A solenidade, que faz parte da comemoração dos 89 anos da secretaria, contou também com a entrega da Medalha Moreira da Rocha para cerca de 40 autoridades civis, militares e policiais militares e uma homenagem à Guarda Palaciana – que faz a defesa do Palácio da Abolição e cujos integrantes receberam placas de honra ao mérito.

Em seu discurso, o chefe do executivo agradeceu a honraria e parabenizou os homenageados da noite. “Pra mim é uma honra ser lembrado pela Casa Militar. Mas agraciar todos aqueles que contribuem no dia a dia Rfotocom o órgão é um reconhecimento a essas pessoas que, de alguma forma, ajudam a melhorar o serviço e fortalecer o serviço da corporação”, enfatizou.

A comenda é restrita a personalidades ou entidades que tenham realizado atitudes relevantes referentes à Casa Militar, através de condutas que a tenham colocado em condição de excelência. Apenas o ex-governador Cid Gomes (2008); o ex-presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, o desembargador José Arísio Lopes da Costa (2012); e o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Zezinho Albuquerque (2014); receberam a honraria.

O secretário-chefe da Casa Militar, coronel Tútlio Studart, falou do trabalho realizado pelos militares da corporação. “Os militares que integram à Casa Militar tem um papel importante na segurança das autoridades e dos dignitários em vista oficial ao Estado. Eles recebem um treinamento multidiferenciado, que garante aR89 atividade diária no Palácio da Abolição e fora dele”, salientou.

Entre os homenageados estão os secretários Élcio Batista (Gabinete do Governador), Alexandre Landim (Casa Civil), Delci Teixeira (SSPDS), Hugo Figueiredo (Seplag), Chagas Vieira (assessor especial de Comunicação), Juvêncio Vasconcelos Viana (procurador-geral do Estado) e Fernando Santana (secretário-adjunto do Gabinete do Governador).

Casa Militar do Governo
Criada pela Lei nº 2.419, de 16 de outubro de 1926, fixou a Força Pública do Estado para o exercício de 1927 e, através de seu artigo 5º, instituiu a Casa Militar da Presidência – composta de três oficiais do Regimento Policial. O mais graduado exercia a função de ajudante de ordens e os outros tinham como função comandar a Guarda do Palácio, sendo todos considerados oficiais do Estado – Maior.

Em 1953, através da lei 2.231 de 23 de dezembro de 1953, surgiu o Gabinete Militar do Governador, que constitui o órgão de um oficial superior combatente como chefe do Gabinete e um ajudante de ordens – que pode ser capitão ou oficial subalterno. A denominação Casa Militar do Governo surgiu com a Lei nº 6.085 de 8 de novembro de 1962. Atualmente, a Casa Militar está sob o comando do secretário-chefe, cel Túlio Studart.

16.10.2015

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem

Ciro Câmara
Gestor de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898