Ceará registra queda de 8,6% de mortes violentas em outubro

5 de novembro de 2015

O Ceará registrou, em outubro deste ano, redução de 8,6% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em relação ao mesmo período de 2014. Nos dez meses de 2015, a queda no Estado é de 10,1% – acima, portanto, dos 6% estipulados como meta pelo programa “Em Defesa da Vida”, e o dobro dos 5% recomendados pelo Ministério da Justiça. Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (5) pelo governador Camilo Santana e a vice-governadora Izolda Cela, durante participação na reunião de monitoramento da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em Fortaleza.

Os CVLIs englobam homicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios. Em outubro, o Ceará registrou 342 casos, contra 374 do mesmo mês em 2014, sendo salvas 32 vidas na comparação. Fortaleza, a Região 151105 sspds MG 9544Metropolitana da Capital e o Interior Norte obtiveram reduções consideráveis no mês. Os dois últimos tiveram 16,7% de diminuição no índice, enquanto que a Capital contribuiu com queda de 7,8% em outubro.

Segundo o governador Camilo Santana o momento ainda não é para celebrações. “Os índices ainda são altos e tenho sempre repetido que essa é uma área que temos que olhar 24 horas por dia. Ainda temos muitas limitações, mas há um esforço de ampliar serviços e ações”, comentou o governador. Ele citou como exemplos a interiorização do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas, Batalhão de Divisas e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), e a formação de novos policiais.

Dentro da lógica de articulação e trabalho integrado, o governador adiantou que o Comitê Interinstitucional do Pacto por um Ceará Pacífico se reunirá na próxima sexta-feira (13). “Compreendemos que essa questão da segurança pública precisa ser integrada, preventiva. O diálogo e a parceria com diversos órgãos é que fazem com que essa ação seja do Estado do Ceará e não apenas uma ação de Governo”, pontuou Camilo, destacando avanços como as Audiências de Custódia e as medidas de reinserção social de presos e egressos do sistema penitenciário.

Para a vice-governadora, Izolda Cela, políticas públicas integradas em diversos setores do Estado e sociedade civil trarão ainda mais paz ao Estado. “Se o senhores pensarem em ações integradas e ordenadas de segurança – aliando políticas públicas de saúde, cultura, educação e lazer – é certo que teremos bairros, municípios e um Estado cada vez mais pacífico. Temos que ser criativos e proativos para que possamos ter condições de ampliar ainda mais nossa zona de enfrentamento contra a violência urbana”, disse aos membros das corporações.

Fortaleza apresenta maior queda no ano

Nos dez primeiros meses deste ano, a queda ficou em 10,1% no Ceará, com 371 vidas salvas em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado de janeiro a outubro de 2015, no Estado, foram registrados 3.307 Crimes Violentos R151105 sspds MG 9317Letais Intencionais, enquanto nos dez primeiros meses de 2014 foram 3.678.

A maior redução nesse período foi registrada na Capital, com queda de 17,8%, passando de 1.679, em 2014, para 1.380, de janeiro a outubro deste ano. A Região Metropolitana de Fortaleza apresentou 12,7% menos registros de CVLI (635 casos), que no mesmo período de 2014 (727). No Interior Norte, houve empate, com 546 registros. No Interior Sul, houve alta de 2,6%, aumentando de 726 para 745. O Estado apresentou redução nos CVLIs em oito meses de 2015: janeiro, março abril, maio, junho, julho, setembro e outubro.

O secretário Delci Teixeira, da Segurança Pública e Defesa Social, adiantou o planejamento feito pela pasta na priorização R151105 sspds MG 9446da segurança pública do Estado. “Tivemos uma reação positiva das ações das AISs (Áreas Integradas de Segurança) da Região Metropolitana, em comparação ao último mês. O que prova que as decisões e análises feitas aqui nesta reunião são de total importância para redução dos crimes no Estado”.

A reunião, que teve ainda a participação do secretário Hélio Leitão, de Justiça e Cidadania, servidores através de videoconferência, transmitindo imagens das corporações de cinco cidades do Interior (Sobral, Crateús, Quixadá, Russas e Juazeiro do Norte), comandantes das vinculadas da SSPDS (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Perícia Forense), além de cerca de 60 profissionais das forças de segurança.

Medalha General Assis Bezerra

R151105 sspds MG 9339Logo na abertura das discussões, foram dedicadas as homenagens ao coronel Hervano Macedo, que deixa a secretaria adjunta da Polícia Militar. A ele foi entregue a medalha “General Assis Bezerra” – a maior honraria entregue pela SSPDS – por seus 32 anos de serviços prestados ao povo cearense pela corporação militar. “Sinto-me um privilegiado em receber tal honraria. Quem conhece a mim e a minha trajetória, sabe que minha sina é lutar sempre. Estarei sempre com os olhos voltados para segurança pública do nosso Estado, podendo ajudar da melhor forma. Sair da corporação, talvez. Desligar-me, jamais”, falou emocionado o coronel. Em seu lugar, como comandante adjunto da PM, entra o coronel Franco Neto.

151105 sspds MG 9529 copyAinda durante a reunião, a corporação da Polícia Militar foi homenageada pelo trabalho desenvolvido, voluntariamente, na Capital e Interior do Estado no Dia das Crianças. “Parabéns a todos os envolvidos e pela iniciativa. É assim que fazemos uma segurança pública funcionar, sendo abordados com uma ação cidadã. Não iremos fazer segurança só com a polícia ostensiva. São ações como estas que provam que podemos ir além da abordagem policial habitual”, comentou o governador.

 

Fotos: Carlos Gibaja

05.11.2015

Wilame Januário
Repórter/Célula de Reportagem

Ciro Câmara
Gestor de Célula/Secretaria

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / (85) 3466.4898