Parentes e amigos prestam últimas homenagens ao ex-governador Beni Veras

6 de novembro de 2015

 

Familiares e amigos de Benedito Clayton Veras Alcântara, de 80 anos, estão reunidos nesta sexta-feira (6) no salão de artes do Palácio da Abolição, sede do Governo do Estado, para o velório do político. O corpo chegou por volta das 16h e foi recebido com honras militares, sendo encaminhado para o local da solenidade. O ex-governador era casado com Vanda de Sousa Alcântara e tinha quatro filhos.

A pedido da família, o velório ficará restrito exclusivamente aos parentes, entre 22h de hoje e  6h deste sábado (7). Às 8h, uma celebração eucarística será realizada no Palácio e, em seguida, segue o cortejo até o cemitério Jardim Metropolitano, no Eusébio, onde o político será enterrado.

Diversas autoridades compareceram ao velório, para prestar homenagens ao político e os familiares. O governador Camilo Santana lamentou a morte e decretou luto oficial por três dias. “Lamento profundamente a morte do ex-governador Beni Veras, um dos grandes políticos da história do nosso Estado. Um homem honrado, que transitou por todo o cenário político e participou efetivamente da economia do Estado. Deixo aqui meu abraço à família e aos amigos, e declaro luto oficial de três dias no Estado”, disse.

Para a família, ficam as boas lembranças e o homem honrado que foi o ex-governador. “Meu pai, antes de ser empresário, político ou homem público, ele era – acima de tudo -, um homem de bem, muito humilde, muito justo e muito correto. As atitudes dele não mudavam, independente do cargo ou com quem estava falando. Todas as pessoas que o conheceram tinha um carinho especial por ele, principalmente pela sua dignidade”, ressaltou Sérgio Veras, filho do político.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, falou do legado de Beni na vida pública. “Perdemos hoje um grande cearense, um grande nome da história de vida pública do Estado, que deixa – não só um legado -, mas também as pessoas que o admiram e têm no seu trabalho fonte de inspiração. Como político, Beni teve um ciclo de transformações importantes e fez um extraordinário trabalho no Ceará. Foi um empresário que nutriu uma enorme responsabilidade social, muita consciência e muito conteúdo ideológico”, salientou.

O ex-governador Cid Gomes lembrou da convivência que teve com o político e disse ter aprendido muito com ele. “Beni foi uma pessoa que se dedicou, há algumas décadas atrás, a pensar o Ceará moderno. Então, boa parte dos avanços que conseguimos pela via da administração pública tem como um dos inspiradores o Beni Veras. Tive o privilégio de conviver com ele. Na época, era prefeito de Sobral e ele governador e vice-governador em exercício do Estado. Aprendi muito com ele”, afirmou.

Para o senador e ex-governador Tasso Jereissati, Beni Veras foi responsável pelos avanços no Estado nos últimos anos. “Beni foi, talvez, a pessoa que mais influenciou o rumo da política no Ceará nos últimos anos. Ele foi um líder de uma geração inteira, que fez uma reviravolta na política do Estado na maneira de fazer administração pública. Beni Veras foi, talvez, um dos políticos mais completos que conheci, além de um amigo”, destacou.

O médico e ex-governador Lúcio Alcântara recordou do convívio que teve com o político quando o sucedeu no Governo do Estado. “Ele era uma pessoa que tinha muitas qualidades. Tenho dele recordações muito boas, do convívio e da forma de como – juntos -, fizemos a transição quando o sucedi no Governo do Ceará. Depois que fui eleito, ele passou a partilhar a administração comigo, já na preparação para o futuro. Ele foi uma pessoa muito aberta, muito leal e muito amigo”, declarou.

 

 

Rdestaque

 

 

Fotos: Carlos Gibaja

06.11.2015

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem

Wilson Zanini
Gestor / Célula de Reportagem

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / (85) 3466.4898