Albert Sabin realiza teste do suor para diagnóstico de fibrose cística

13 de novembro de 2015

O Hospital Infantil Albert Sabin, da Secretaria da Saúde do Estado, é a única instituição pública do Ceará que realiza o teste do suor, capaz de diagnosticar a fibrose cística. A doença, também conhecida como mucoviscidose, é genética, hereditária e tem como principal característica o acúmulo de secreções que afetam os aparelhos respiratórios, pulmonares e as glândulas sudoríparas; como entupimento do intestino; dificuldade para ganhar peso; tosse com secreção; desidratação sem motivo aparente; diabetes e infertilidade. Mas tudo isso, pode ser tratado se houver um diagnóstico preciso e o acompanhamento adequado.

De acordo com a coordenadora do Laboratório de Análises Clínicas do Albert Sabin, a bioquímica Vânia Feijó, o exame é realizado a partir do encaminhamento de gastroenterologistas ou pneumologistas. “Eles encaminham porque essas crianças sofrem de infecções por repetição”, explica. O teste do suor é realizado por meio da aplicação de pilocarpina (colírio usado para tratar ressecamentos) na pele, seguida da liberação de uma amperagem de três volts durante cinco minutos. Após o processo, o paciente tem os braços envolvidos em gazes e ficam em contato com a pele por 30 minutos. Depois disso, as gazes contendo o suor são removidas para que o material tenha os níveis de cloro medidos. “Há três níveis. Um que vai até 40 pontos, e aí está normal. Um de 60, que é o chamado ‘border line’, está no limite, a gente repete o teste. E, se for mais de 60, já é reagente para fibrose cística”, explica Vânia.

O teste do suor é feito todas as terças e quintas-feiras no Hospital Albert Sabin. Para Andressa de Freitas Albuquerque, de apenas seis anos, tornou-se esperança. “Ela se queixa muito de dor de barriga, tem muita diarreia, e isso acontece há quase um ano. Ainda estão fazendo muitos testes. Ela já fez endoscopia, exame de sangue, exame de fezes e ainda não foi descoberto o que é o problema. Aí falaram sobre esse teste aqui no Sabin, tenho esperança que dessa vez a gente consiga descobrir o que é”, conta mãe da menina, Meirivânia de Freitas Albuquerque.

O Hospital Albert Sabin realiza, por dia, 10 exames de teste do suor. Sendo 20 por semana e 80 por mês. Considerando que o teste é feito nos dois braços, o exame é concluído 160 vezes por mês. “E vem gente de todo o estado e de outros estados do nordeste também”, afirma Vânia. Além do teste do suor, o Laboratório de Análises Clínicas do Albert Sabin é responsável por mais 100 mil coletas e oferece 246 tipos de exames: hematológicos, imunológicos, bioquímicos, microbiológicos, hormonais, parasitologia, gasometria e sumário de urina.

13.11.2015

 

Assessora de Comunicação do Hospital Infantil Albert Sabin
Diana Vasconcelos
(85) 3256-1574
imprensa@hias.ce.gov.br
t: albertsabince
f: albertsabince

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / (85) 3466.4898