Transplantes de coração superam número de 2014

18 de novembro de 2015

Com 19 transplantes de coração no ano, número alcançado na madrugada desta quarta-feira, 18 de novembro, pelo Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), o Ceará superou os 18 transplantes cardíacos realizados até o mês de novembro do ano passado. José Cláudio Brasiliense Canuto, 58 anos, funcionário público federal residente em Fortaleza, foi o 19° paciente submetido ao transplante cardíaco este ano. Portador de uma miocardiopatia dilatada grave, o paciente já não respondia mais ao tratamento e recentemente passou um período internado. “A doação chegou no último momento”, relata o cardiologista Gláuber Jean, do Hospital de Messejana. “José Cláudio já vivia uma vida muito limitada, com cansaço para realizar as atividades do cotidiano, como escovar os dentes”. A cirurgia foi realizada com sucesso pela equipe da Unidade de Transplante e Insuficiência Cardíaca do Hospital de Messejana. “O paciente está em recuperação no pós-operatório e reagindo bem, com situação de evolução estável”, informa o médico.

O Hospital de Messejana é referência nacional em transplante cardíaco e o único do Norte e Nordeste a realizar transplante cardíaco pediátrico. No ano passado o HM alcançou a marca de 300 transplantes cardíacos. Com isso, tornou-se o terceiro centro transplantador do país a atingir esse número, depois do Instituto do Coração (Incor) e do Instituto Dante Pazzanese, os dois de São Paulo. O primeiro transplante de coração do HM foi realizado em 1997. A partir de 1998, ano da implantação da Central de Transplantes da Secretaria da Saúde do Estado, foram realizados mais 330 transplantes, 19 deles em 2015. Caracterizado pelo Ministério da Saúde e Ministério da Educação como Hospital de Ensino, a unidade integra também a Rede Nacional de Pesquisa Clínica em Hospitais de Ensino, ligada ao Departamento de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, compondo também a Rede Nacional de Hospitais Sentinela da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Ceará realizou mais transplantes de janeiro a outubro deste ano que no mesmo período do ano passado. Em dez meses foram realizados 1.183 transplantes em 2015 e 1.163 em 2014, ano em que foi estabelecido o recorde de 1.399 transplantes. Os números parciais de novembro registram a realização de 1.236 transplantes até o dia 18 – 234 de rim, 6 de rim pâncreas, 19 de coração, 167 de fígado, 2 de pulmão, 68 de medula óssea (60 autólogos e 8 alogênicos), 715 de córnea, 13 de esclera e 12 de valva cardíaca. Até novembro, o número de transplantes de rim/pâncreas, coração e córnea é maior que no mesmo período de 2014 e o de medula óssea e valva cardíaca é maior que em todo o ano passado.

Transplantes de coração no Ceará

 

1998

1999

2000

2001

2002

2003

2004

2005

2006

2007

2008

2009

2010

2011

2012

2013

2014

2015

Total

5

8

7

8

9

19

24

16

17

23

31

25

16

25

28

30

21

19*

331

 

18.11.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898