Adesão dos municípios ao Programa de Melhoria do Acesso termina segunda-feira (30)

27 de novembro de 2015

Termina nesta segunda-feira, 30 de novembro, o prazo de adesão dos municípios ao terceiro ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ), do Ministério da Saúde. Até a manhã de quinta-feira, 26 de novembro, o Ceará contava a adesão de 157 dos 184 municípios, 1.746 equipes de saúde da família, 1.253 delas com equipes de saúde bucal, 184 Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) e 74 Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) em 62 municípios. Os 27 municípios que não aderiram ao terceiro ciclo do PMAQ devem se apressar e não deixar para fazer a adesão na última hora, sob risco de sobrecarga na rede, já que a inscrição é por via eletrônica, no Portal do Gestor (http://dabsistemas.saude.gov.br/sistemas/sgdab/login.php). O Ceará tem hoje 2.457 equipes de saúde da família, 1.701 delas com equipes de saúde bucal, 241 equipes de NASF e 90 CEOs estaduais, regionais e municipais em 74 municípios.

O PMAQ eleva o repasse de recursos do incentivo federal para os municípios participantes que atingirem melhora no padrão de qualidade no atendimento. O programa foi lançado em 2011 e agora, em 2015, inicia seu terceiro ciclo com a participação de todas as equipes de saúde da Atenção Básica, incluindo as equipes de Saúde Bucal, Núcleos de Apoio à Saúde da Família e CEOs. O novo ciclo vem com mudanças que simplificam o processo de contratualização, além de trazer revisões no desenho geral do Programa, a implantação do Sistema eletrônico da AMAQ e alterações no processo de certificação das equipes.

O PMAQ-AB tem como objetivo incentivar os gestores e as equipes a melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos do território. Para isso, propõe um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde. É agora composto por três fases e um Eixo Estratégico Transversal de Desenvolvimento que compõem um ciclo. Cada ciclo ocorrerá a cada 24 meses. O Eixo Estratégico Transversal de Desenvolvimento é composto por autoavaliação, monitoramento, educação permanente, apoio institucional e cooperação horizontal. Também passaram por ajustes os instrumentos avaliativos do Programa (AMAQ e instrumento de avaliação externa) e os indicadores de saúde, visando maior correspondência entre si, com a fase de desenvolvimento e com elementos que promovam a melhoria do acesso e da qualidade.

No último ciclo do Programa, o Ceará foi o estado com o maior número de CEOs do tipo III certificados com ?desempenho muito acima da média? no PMAQ-CEO, do Ministério da Saúde. Em todo o país somente 15 CEOs tipo III conquistaram a melhor avaliação de desempenho, seis deles no Ceará. Com a certificação, publicada no Diário Oficial da União, edição do dia 3 de junho, os CEOs regionais em Acaraú, Baturité, Brejo Santo, Russas, Sobral e Ubajara passam a receber integralmente o incentivo de R$ 19.250,00 mensais, referentes ao PMAQ-CEO. Outros seis CEOs regionais em Camocim, Caucaia, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Limoeiro do Norte e São Gonçalo do Amarante foram certificados com “desempenho acima da média” e passam a receber 60% do incentivo, o equivalente a R$ 11.550,00. Ao todo, foram certificados no Ceará 72 CEOs, sendo 17 regionais construídos pelo governo do Estado e 55 municipais, de um total de 76 com adesão ao PMAQ-CEO.

27.11.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / 85 3466.4898