Museu da Imagem e do Som promove ‘Fórum das Expressões e Linguagens: repensando o MIS-CE’

4 de dezembro de 2015

O Museu da Imagem e do Som do Ceará, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, promove nesta sexta-feira (4), das 9h às 18h, no Auditório do Palácio da Abolição, o “Fórum das Expressões e Linguagens: repensando o MIS-CE”. O objetivo é promover uma reflexão compartilhada com os diversos setores da sociedade dedicados à cultura material/imaterial, bem como ao mundo das artes do Ceará, sobre o papel e as possibilidades do MIS. Ao final do evento, será lançada a revista “Olho de Peixe”, dedicada ao fotógrafo Celso Oliveira.

De acordo com o diretor do Museu, professor Dilmar Miranda, o Fórum das Expressões e Linguagens, para o qual cerca de 60 instituições foram convidadas, é uma oportunidade para buscar novas possibilidades em consonância com as orientações e tendências da museologia no mundo contemporâneo, potencializando os três eixos fundamentais constitutivos da sua razão de ser e de sua finalidade: a salvaguarda da memória, sua dimensão socioeducativa com atividades de pesquisa e formação e a experimentação de novas poéticas e estéticas.

“Para dar consistência a esse pensar compartilhado, a realização do Fórum tem como finalidade principal discutir com instituições universitárias, setores organizados e coletivos dedicados à reflexão, formação e experimentação a construção de um programa de necessidades para o Museu da Imagem e do Som do Ceará”, aponta Dilmar Miranda. “Assim, buscamos consolidar um importante patamar de propostas em sintonia com a missão, o conceito e o espaço museológicos, neste momento especial em que se abre uma ampla e rica diversidade de ações das diferentes linguagens e expressões artísticas”, complementa.

Reforma e restauro

O Museu da Imagem e do Som do Ceará trabalha atualmente nos preparativos para reforma e restauro do prédio, que recentemente foi objeto de um processo de tombamento, o que garantirá um espaço mais qualificado e atraente para cumprir sua missão dentro do conceito e tendência da museologia contemporânea.

A restauração do prédio, próximo à orla marítima, integrando o circuito turístico da capital e da área hoteleira, ao lado do Palácio da Abolição e do Mausoléu Castelo Branco, próximo da Praia de Iracema bem como do centro histórico da cidade, potencializará a visitação e a fruição de atividades de caráter pedagógico-culturais. O fluxo de pessoas no local proporcionará maior visibilidade e visitação do museu, destaca Dilmar Miranda, ressaltando que também estão em curso projetos de financiamento para a aquisição de equipamentos e mobiliários para a montagem das instalações do museu restaurado.

O MIS também vem realizando atividades como o Curso sobre a História da Música Brasileira, o projeto “Iluminuras – Literatura Bordada” (em parceria com o Arquivo do Escritor Cearense, da UFC), as comemorações pelo Dia da Fotografia prestando uma sentida homenagem ao saudoso Maurício Albano, e o “MIS na Feira”, espaço montado com contêineres na Praça dos Leões, no Centro de Fortaleza, onde durante a Feira da Música foram expostos e vendidos LPs raros, CDs, livros e objetos de artesanato. O MIS também abriu diálogo com diversas instituições da capital e do interior do Ceará e de outros estados, firmando parcerias para novos projetos.

 

04.12.2015

Assessoria de Imprensa da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará
Dalwton Moura, Clovis Holanda, Lucas Benedecti, Paula Candice
(85) 3101-6761 / secultmkt@gmail.com

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

 

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898