MIS recebe intervenção em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos

10 de dezembro de 2015

Grandes nomes das artes visuais cearenses realizam uma intervenção artística, em comemoração ao dia Dia Internacional dos Direitos Humanos, nesta quinta-feira (10), a partir das 10h, no Museu da Imagem e do Som (MIS), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Artistas como Sérgio Marques, Sérgio Pinheiro, Eduardo Eloy, Hélio Rôla, Rafael Limaverde, entre outros, serão convidados a criar uma “arte mural”, no Espaço das Artes do MIS. A programação, que conta também com a participação do Coletivo Aparecidos Políticos, faz parte do evento “Ação cultural por memória e democracia”.

Para celebrar o Dia Internacional dos Direitos Humanos – 10 de dezembro -, a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos do Gabinete do Governador, em parceria com o Museu da imagem e do Som (MIS), a Comissão de Anistia, o Comitê Memória, a Verdade e Justiça do Ceará, o Coletivo Aparecidos Políticos, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e o Cine Molotov realizam o evento, criado com o intuito de refletir sobre a temática dos Direitos Humanos, a partir de uma extensa programação cultural.

Para o coordenador Especial dos Direitos Humanos do Gabinete do Governador, Demitri Cruz, o evento ajuda na resinificação do espaço público. “A proposta é que façamos um debate no âmbito da sociedade sobre todo o processo que foi a ditadura militar e como é que esse processo repercute nos dias de hoje. Estamos atualmente em um momento em que o tema da democracia está sendo muito discutido então é impossível se fazer um debate sem fazer o link com a situação atual sobre as tentativas de deslegitimar um governo eleito”, concluiu.

Intervenção artística, projeção de filme e debate
A programação da “Ação cultural por memória e democracia” começa logo pela manhã da quinta-feira, 10 de dezembro. Às 10h, os artistas convidados fazem intervenção no muro do Museu da Imagem e do Som. Já na área externa do Palácio da Abolição, a programação começa às 17h, com o uma ação de projeção na área suspensa do Mausoléu Castelo Branco, projetando imagens, curtas-metragens sobre direitos humanos e depoimentos de ex-presos políticos cearenses.

Às 19h, o Coletivo CineMolotov exibe no local o filme “O fim do esquecimento”, de Renato Tapajós. O evento continua com roda de conversa com ex-presos políticos e o som do DJ Estácio Facó. A programação é toda gratuita.

PROGRAMAÇÃO
10 h – Arte Mural no Museu da Imagem e do Som (MIS)
17 h – Abertura oficial, na área externa do Palácio da Abolição
– Projeção na área externa do Palácio da Abolição, com o Coletivo Aparecidos Políticos, Cine Molotov e MIS
19 h – Exibição do filme “O fim do esquecimento”, de Renato Tapajós, com o Coletivo Cine Molotov, também na área externa do Palácio da Abolição
– Roda de Conversa com ex-presos políticos
– Apresentação do DJ Estácio Facó

Serviço:
Ação cultural por memória e democracia – Dia Internacional dos Direitos Humanos
Hora: A partir das 10 horas
Local: Museu da Imagem e do Som (Av. Barão de Studart, 410 – Meireles) e Área externa do Palácio da Abolição (Av. Barão de Studart, 500 – Meireles)
Programação gratuita.

09.12.2015

Assessoria de Imprensa da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará – Secult
Dalwton Moura, Clovis Holanda, Lucas Benedecti, Paula Candice
secultmkt@gmail.com – (85) 3101-6761

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898