Com novo centro cirúrgico, Hospital José Martiniano faz mais de mil cirurgias

28 de dezembro de 2015

Em apenas sete meses do centro cirúrgico ampliado e reformado, com novas tecnologias, o Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar fez mais de mil cirurgias. Até esta segunda-feira, 28 de dezembro, foram realizadas 1.036 cirurgias. Para marcar esse resultado, o hospital reúne os profissionais nesta terça-feira (29) em uma aula sobre a “história da cirurgia”, com a participação do cirurgião torácico João Martins de Sousa Torres. Da rede pública do Governo do Estado, o hospital teve o centro cirúrgico  inaugurado e aberto em maio deste ano, com três novas salas, três leitos de repouso anestésico e enfermaria cirúrgica com 20 leitos.

De acordo com o diretor técnico, Adriano Queiroz, os serviços e o atendimento foram ampliados com a reestruturação do espaço e a implantação dos novos equipamentos. O aparelho de videolaparoscopia, por exemplo, é um deles. Com o uso desse equipamento, os procedimentos cirúrgicos ginecológicos, cirurgia geral, vesícula, correção de hérnia, colecistectomia, entre outros, ficaram menos invasivos e mais rápidos. Ele calcula que 40% das cirurgias são realizadas por vídeo.

Segundo a diretora geral, Silvana Sátiro, para a reforma e construção,  foram investidos R$ 1.954.550,03. “Em 2014, começamos a reestruturar o hospital. Em 2015, começou a funcionar com força total”, destaca. O Hospital José Martiniano de Alencar é o antigo Hospital da Polícia, que pertencia à Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) e passou para a estrutura da Secretaria da Saúde do Estado a partir de 2011.

Para a paciente Maria do Socorro César de Brito, 45 anos, a estrutura e a equipe especializada do hospital garantiram o sucesso do tratamento dela. Há dois meses, ela fez cirurgia de histerectomia (remoção do útero) depois de ter sido diagnosticada com câncer. “Fui ao ginecologista e depois de alguns exames e resultado da biópsia, descobri o câncer precoce no útero”, conta. Em apenas um fim de semana, ela foi internada, passou pelo procedimento cirúrgico, por meio de uma videolaparoscopia (intervenção cirúrgica com uso de câmera) e recebeu alta. “Até então, não acreditava no SUS. O tratamento humanizado é impressionante, a estrutura física e pessoal”, afirma.

Além do centro cirúrgico, a maternidade do Hospital José Martiniano de Alencar também foi ampliada e passou de 20 para 34 leitos, 10 deles no berçário. A unidade ganhou um novo ambulatório, com cinco consultórios médicos, e uma subestação de energia elétrica com gerador e capacidade de 500 kVA. E tem mais obras em andamento no hospital. No último mês de novembro, foram iniciadas as obras de ampliação e reforma do centro de imagem. Ampliará a capacidade atual e novos exames serão agregados. O hospital passará a fazer tomografia computadorizada, densitometria óssea e mamografia.

Unidade de média complexidade, o hospital presta assistência ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) com serviços em clínica médica, como oftalmologia, urologia, proctologia, otorrinolaringologia, puericultura, clínica cirúrgica e gineco-obstetrícia. Promove e garante ações de saúde integradas ao ensino e pesquisa, tornando-se referência como instituição hospitalar. Até o mês de novembro, os ambulatórios geral, cirúrgico e pediátrico realizaram 17.761 atendimentos.

Foto: Assessoria de Comunicação do HMJMA

28.12.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br/ 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

Coordenadoria de  Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / 85 3466.4898