Central Fácil abre 4.397 novos negócios em 2015

11 de janeiro de 2016

Criar o próprio negócio, abrir a própria empresa tem sido opções cada vez mais procuradas pelos cearenses, jovens e adultos, que buscam uma ocupação, o primeiro trabalho ou gerar uma renda extra e se inserir no mercado. Diante dessa demanda, e como forma de promover a capacitação e estimular o espírito empreendedor dos cearenses, a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) viabilizou, por meio da Central Fácil, a abertura de 4.397 novos negócios, em 2015, sobretudo nas áreas de serviços, beleza e alimentação.

No ano passado, 785 novas empresas Limitadas (Ltda) e 2.016 empresas individuais foram criadas no Ceará, somente através das unidades da Central Fácil, em Fortaleza e Juazeiro do Norte, além do que foram formalizados 1.596 microempreendedores individuais, cearenses que não se intimidaram diante da crise e que seguem inovando, produzindo e gerando renda. Para viabilizar os novos empreendimentos, a Central Fácil realizou 127.183 atendimentos e capacitou 2.301 empreendedores, fornecendo todo o suporte técnico necessário ao microempresário.

Empreendedorismo é o foco
“A abertura de novos negócios próprios mostra que grande parte dos cearenses continua acreditando no potencial do Estado de atuar como indutor do desenvolvimento social e econômico. E é por isso que estamos apostando cada vez mais no empreendedorismo como alternativa de geração de ocupação e renda, para além da geração de empregos formais”, destacou o titular da STDS, Josbertini Clementino. Somente como resultado desses novos pequenos empreendimentos criados por meio das Centrais, acrescenta o secretário, foram geradas 8.599 ocupações de trabalho no Estado, sobretudo nas áreas de serviços, beleza e alimentação.

Para criar e alavancar os novos negócios de forma competitiva e com qualidade e para que tenham capacidade de enfrentar os desafios do mercado, as Centrais fornecem total apoio a micro e pequenos empresários na abertura e no desenvolvimento de seus negócios; orienta, simplifica e racionaliza o registro de empresas, reduzindo custos e prazos; facilita a legalização de negócios informais; e capacita empresários e empreendedores. O atendimento é feito por meio de serviços centralizados, rápidos e integrados para micro e pequenas empresas; cooperativas e grupos produtivos; profissionais autônomos ou liberais e empreendedores em geral.

Carreta do Empreendedor
Além dos serviços das Centrais, a STDS oferece os serviços de empreendedorismo e cursos de capacitação empresarial para microempreendedores individuais, quase que de porta em porta. Por meio da Carreta do Empreendedor, técnicos da STDS visitam as sedes municipais levando conhecimento e informações gratuitas para quem busca empreender. No ano passado, 12 municípios cearenses receberam a visita, por vários dias seguidos, da Unidade Móvel do Empreendedorismo. No ano passado, mais de 6.683 atendimentos foram realizados e 2.636 microempresários capacitados em cursos diversos, como os que agora voltam a ser ofertados pelas Central Fácil, em Fortaleza. Entre esses cursos estão o de Empreendedorismo, de Vendas, Exportação Passo a Passo, Planejamento Financeiro e Microcrédito.

Central Fácil: onde buscar atendimento

• Fortaleza
– Rua Pedro Borges, 20, Centro – 3101.2748
– Av. Jornalista Tomaz Coelho, 408, Messejana (Unidade Vapt Vupt) – 3218.5200

• Juazeiro do Norte
– Rua Interventor Francisco Erivano Cruz, 120, Centro (Unidade Vapt Vupt) – (88) 3572.4700

11.01.2016

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – STDS
Carlos Eugênio – (85) 3101.2089 ou 98878.8510
imprensa@stds.ce.gov.br / @stdsonline

Foto: Acervo / STDS

Ciro Câmara
Gestor de Célula / Secretaria

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898