Pessoas em situação de rua e usuários de drogas têm manhã de cidadania

12 de janeiro de 2016

Pessoas em situação de rua e usuários de drogas que vivem no entorno do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), na Praia de Iracema, em Fortaleza, tiveram uma manhã diferente nesta terça-feira (12). A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD), em parceria com o Posto de Saúde Carlos Ribeiro, CPDrogas e Associação de Amparo aos Pacientes com Tuberculose (APTU-CE), levou para aquela população uma série de informações e orientações quanto ao uso e abuso de drogas, bem como esclarecimentos sobre tuberculose, coleta de material para exame de escarro e curativos simples.

Os atendimentos foram realizados na Rua Pedro Ângelo, com o apoio de uma das unidades móveis da SPD numa forma de facilitar o acolhimento ao público-alvo. Ao todo, foram realizados 20 atendimentos de usuários de drogas em situação de rua. A área foi escolhida para a atividade por conta da presença elevada de dependentes químicos, além de ter sido identificado, recentemente, um caso de tuberculose que resultou em óbito.

O entorno do CDMAC é uma das regiões de Fortaleza onde a SPD vem atuando com o projeto Corre Pra Vida. Atualmente, em fase de estruturação, a iniciativa contempla a abordagem e acolhimento da a população em situação de rua e em outros contextos de vulnerabilidade que faz uso de drogas, visando reduzir os danos e promover os direitos e a inserção nas políticas públicas de saúde.

Levantamento recente apontou que o entorno do Dragão do Mar é uma das áreas de Fortaleza que apresentam maior contingente populacional em situação de rua dentro do território prioritário do Pacto pelo Ceará Pacífico, uma ação do Governo do Estado que busca a redução da violência e uma sociedade justa e pacífica, com convivência e segurança cidadã.

A equipe de atendimento da manhã cidadã envolveu enfermeiros e assistentes sociais, bem como redutores de danos vinculados ao Projeto Corre Pra Vida da SPD, CPDrogas e Posto de Saúde Carlos Ribeiro. Frank, 33 anos, foi um dos beneficiados. Usuário de drogas e morador de rua há dois anos, ele agradeceu, em especial, a forma como foi acolhido pelos profissionais da SPD e parceiros, lembrando a dificuldade enfrentada por moradores de rua quanto ao acesso aos serviços de saúde e à rede sócioassistencial.

A presidente da APTU-CE, enfermeira Argina Gondim, destacou a parceria da entidade com a SPD para o atendimento à população em situação de rua, sobretudo no âmbito da prevenção à tuberculose, doença que causou a morte de 300 pessoas no Ceará no ano passado, sendo a metade dos óbitos registrada em Fortaleza. Segundo ela, a maioria das mortes acontece por conta da falta de orientação e prevenção, que envolve a realização de exame específico. A população de rua é especialmente vulnerável.

Titular da SPD, a secretária Mirian Sobreira, assegura a intenção de fortalecer parcerias no âmbito da prevenção ao uso abusivo de drogas, bem como o acolhimento e tratamento e reinserção social e profissional.

12.01.2016

Lena Ximenes
Assessora de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 99611.6716 | 98902.7939 – lenaximenes66@gmail.com

Ciro Câmara
Gestor de Célula / Secretaria


Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado Ceará

Casa Civil / 85 3466.4898