#Todoscontraomosquito: No Cariri, governador e ministro vão às ruas combater o Aedes aegypti

22 de janeiro de 2016

Plano Estadual contra o Aedes aegypti foi lançado na manhã desta sexta-feira (22), no Cariri. “Eu vou rodar o Ceará para ajudar na mobilização”, afirmou Camilo Santana.

FN5336 webA campanha contra o mosquito Aedes aegypti já começou no Cariri. Após o lançamento do Plano Estadual de Enfrentamento ao Mosquito Aedes aegypti, nesta sexta-feira (22), no Centro de Convenções, no município do Crato, o governador Camilo Santana e o ministro da Saúde, Marcelo Castro, saíram a campo na batalha contra o inseto vetor da dengue, chikungunya e zika. “Eu vou rodar o Ceará para ajudar na mobilização. Só é possível com o engajamento de todos. Essa luta ultrapassa questões políticas, partidárias. É uma questão de estado todos participarem dessa mobilização”, reforçou Camilo.

A caminhada começou na rua São Pedro, no bairro Salesiano, em Juazeiro do Norte. A primeira casa visitada foi da aposentada Carmelina Roberto da Silva, 72 anos. “Sempre tenho o maior cuidado do mundo. Achei ótimo R ARI89371eles virem. Aqui a gente recebe todo mundo muito bem. Essa ação é muito importante para todos nós e muito necessária. Dono da casa é quem começa a combater o mosquito”, decretou.

“A única arma que nós temos no momento é o combate ao mosquito. A arma mais eficiente. Toda a ação de cada brasileiro é não deixar o mosquito nascer, destruindo os seus criadouros”, disse o governador à moradora.

O Plano Estadual de Enfrentamento ao Mosquito Aedes aegypti foi lançado no dia 21 de dezembro passado, em Fortaleza. Na ocasião, foi criado o Comitê Gestor Estadual de Políticas de Enfrentamento à Dengue. Formado por gestores e técnicos de diversas secretarias e órgãos, o Comitê já se reuniu várias vezes, desde a sua criação. Decreto do governador Camilo Santana criou ainda as brigadas para combater o mosquito a partir dos próprios órgãos públicos. Além disso, os integrantes do comitê realizaram ações e conscientização nas secretarias para os servidores.

Lançamento

FN5381 webA manhã começou agitada no Cariri, com a mobilização para o lançamento do Plano Estadual de Enfrentamento ao Mosquito Aedes aegypti na região, apresentado pelo governador. “A liderança do prefeito, do secretário de saúde e a necessidade envolver outras secretarias são fundamentais para atingirmos nosso objetivo nos municípios”, disse o governador.

O secretário da Saúde, Henrique Javi, reforçou ao público que lotou o auditório do Centro de Convenções do Cariri, no Crato, a responsabilidade de todos no combate ao mosquito.

“Nós precisamos muito da ajuda de todos vocês para realizar o controle mecânico do Aedes. Temos que dividir essa tarefa e assumir responsabilidades”, citou.

Na sequência, o coordenador-geral de controle da dengue do Ministério da Saúde, Giovani Coelho, também realizou uma apresentação sobre a microcefalia. Entre outras informações, mostrou a situação dos municípios brasileiros, principalmente do Nordeste, com relação à infestação do mosquito.

“Para o enfrentamento ao mosquito nós precisamos se audaciosos. Temos que ter a ousadia de reduzir os índices de infestação a menos de 1%. Isso é possível ser feito se tivermos a participação da população, dos agentes de saúde e outros setores do município para visitar os imóveis”, disse Giovani, que concluiu: “O Brasil já teve sucesso antes na erradicação do Aedes aegypt. Podemos ter novamente”.

O Comitê tem a finalidade de propor, articular, coordenar e avaliar ações destinadas ao controle do vetor, reduzir a incidência das doenças e seus efeitos. O grupo intersetorial vai ainda auxiliar a pesquisa relacionada às ações de vigilância, prevenção, atenção à saúde e controle dessas doenças.

O Governo do Estado tem reunido gestores, coordenadores e técnicos para nivelar informações, por determinação do governador Camilo Santana, que provocou um encontro dos governadores com a presidente Dilma, no início de dezembro, após pedir apoio ao Governo Federal no combate ao inseto. A ação preventiva tornou-se mais urgente depois que a zika, transmitida pelo Aedes aegypti, teve relação confirmada pelo Ministério da Saúde com a microcefalia, malformação congênita que afeta o desenvolvimento das crianças.

Depois das visitas, o governador e o ministro participaram ainda da inauguração da Unidade Básica de Saúde (UBS) Dra. Maria Selma Lins Tavares Bezerra, e ao Hospital Regional do Cariri, ambos em Juazeiro do Norte.

Plano Nacional

O ministro convocou todos os estados do Brasil para que nós enfrentássemos o Aedes aegypti. “A orientação é que cada município crie o seu comitê e a nossa meta é visitar todas as residências do Estado do Ceará. Não há outra forma de combate senão a prevenção”. O Plano Nacional foi lançado pela presidenta Dilma Rousseff e envolve 19 órgãos e instituições federais. O plano é dividido em três eixos de ação: Mobilização e Combate ao Mosquito; Atendimento às Pessoas; e Desenvolvimento Tecnológico, Educação e Pesquisa.

Na última sexta-feira (15), a presidenta Dilma Rousseff sancionou recursos para o desenvolvimento das ações de vigilância em saúde, incluindo o combate ao mosquito Aedes aegypti, em 2016. Os recursos federais destinados ao combate ao mosquito Aedes aegypti cresceram 39% nos últimos anos (2010-2015), passando de R$ 924,1 milhões para R$ 1,29 bilhão. Para 2016, a previsão é de um incremento de R$ 580 milhões, uma vez que o valor chegará a R$ 1,87 bilhão. Além disso, foi aprovado no orçamento um adicional de R$ 500 milhões para o combate ao Aedes. (Com informações do Ministério da Saúde).

22.01.2016

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / 85 3466.4898