Tecnologia: Governo abre inscrições de curso para deficientes e pessoas com baixa renda

1 de fevereiro de 2016

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo do curso de Desenvolvimento de Software Java, destinado, prioritariamente, para pessoas com baixa renda e residentes no bairro Vicente Pinzon, em Fortaleza. Das 300 vagas, 60% estão reservadas para pessoas com deficiência física, auditiva e com baixa visão.

O curso faz parte do projeto “Educação a Distância para Pessoas com Deficiência e/ou em Situação de Vulnerabilidade Social”, lançado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (Secitece) no último dia 20 de janeiro, em parceria com a Universidade Estadual do Ceará, Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova), Instituto de Estudos, Pesquisas e Projetos da Uece (Iepro) e Dell Computadores. A iniciativa está integrada as ações do Ceará Pacifico, programa do Governo do Estado, que está beneficiando os cearenses em situação de vulnerabilidade social.

O 0bjetivo do curso é capacitar o aluno na área de desenvolvimento de sistemas na Linguagem de Programação Java, nos níveis básico e intermediário, através de uma metodologia semipresencial, com horários de estudo flexíveis e acompanhamento de tutores durante todo o processo, através da plataforma Dell Accessible Learning. A carga horária é de 470 horas e a duração do curso é de 12 meses, com início no dia 11 de abril.

Inscrições
Seguem até o dia 4 de março e podem ser realizadas através da plataforma Dell Accessible Learning (www.projetolead.com.br), e também no CVT da Companhia Docas do Ceará (Praça Amigos da Marinha S/N – Mucuripe) e no Centro de Profissialização Inclusiva para Pessoas com Deficência (AV. Senador Robert Kennedy, 128 – Barra do Ceará).

Poderão se inscrever pessoas com deficiência física, auditiva ou com baixa visão, bem como pessoas sem deficiência, de qualquer faixa etária, residente em Fortaleza, e que estejam matriculados a partir do 1º ano do Ensino Médio ou que já o tenham concluído.

A iniciativa irá ajudar a resolver um grave problema social e econômico no Brasil. De acordo com dados do IBGE (2010), existem 45 milhões de pessoas com deficiências no país, sendo que 53,3% estão desempregadas. No Ceará, são 2,3 milhões de cidadãos com PCD, sendo que 58% estão desempregados. Do total de empregados, a estimativa é que 69% recebem até 1 salário mínimo.

Mais informações pelo site: www.projetolead.com.br.

01.02.2016

Secretaria da Ciência,Tecnologia e Educação Superior – Secitece
Emilia Augusta Bedê e Simplicia Sinibaldi
emiliaaugusta@gmail.com – 3101.6469

Foto: Acervo / Governo do Ceará

Sabrina Lima
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898