Ostomizados são atendidos no Centro de Saúde Meireles

1 de fevereiro de 2016

O Centro de Saúde Meireles, da rede pública do Governo do Estado, iniciou nesta segunda-feira (1º) a distribuição das bolsas coletoras para pacientes ostomizados. Com o novo Programa de Atenção à Pessoa Ostomizada, implantado pela Secretaria da Saúde do Estado, em parceria com a Secretaria de Saúde de Fortaleza, os pacientes ostomizados da capital e do interior passam a ter atendimento integral garantido. “Além da distribuição das bolsas, também vamos contribuir com a melhora da qualidade de vida desse paciente, no sentido de que ele estará mais preparado para o autocuidado e com isso retornar às suas atividades laborais, ter uma vida socialmente ativa, com qualidade e segurança”, ressaltou a enfermeira Yara Lanne Santiago, especialista em estomaterapia e mestre em cuidados clínicos do Centro de Saúde Meireles.

 

O atendimento integral assegura o fornecimento das bolsas coletoras e o acompanhamento e atendimento por uma equipe multiprofissional e especializada, que inclui médico proctologista, enfermeira, nutricionista, assistente social e psicólogo. Com o novo serviço, quem era atendido no Centro de Saúde Roberto Bruno, na capital, passou a ser acolhido no Centro de Saúde Meireles. Francisca das Chagas Vanderley Maia, 57 anos, é uma das pacientes que agora é atendida no Centro. Há sete anos, ela foi diagnosticada com câncer no colo do útero, o que afetou o reto e fez com que precisasse de uma ileostomia, um tipo de ostoma intestinal que faz a comunicação do intestino delgado com o exterior. Em seu primeiro atendimento no Centro de Saúde Meireles, na manhã desta segunda-feira, 1º de fevereiro, Francisca fez o recadastramento, foi atendida por uma especialista e recebeu as bolsas. “Já estou acostumada a lidar com a bolsa; eu mesma troco. E aqui é melhor porque é mais perto de casa, moro na Praia do Futuro”, falou.

 

A mudança do serviço para o Centro de Saúde Meireles também facilitou o deslocamento e garantiu a assistência perto de casa para mãe Maria Alves, 64. Acompanhada pela filha, a encarregada de serviços Orlanda Rodrigues da Silva, 41 anos, dona Maria realizou o recadastramento e a consulta e recebeu as bolsas para uso durante 30 dias. “Minha mãe teve câncer na bexiga e há seis meses ela é urostomizada. Como ainda está recente, ela não consegue aceitar essa nova condição. Estamos cuidando dela. E eu estou gostando de vir para cá porque moro próximo”, disse a Orlanda. Para Maria Verilane Pinheiro do Nascimento, 45, usar uma bolsa de colostomia úmida permanente não tem sido fácil, mas também não a impediu de aprender a costurar. “Há 13 anos, uso essa bolsa. Tive um câncer de uretra e foi preciso ser colostomizada. Uma vez por mês, venho de Aracoiaba para receber as bolsas coletoras. Pela minha condição física, precisei ficar em casa. Foi então que aprendi a costurar”, contou.

Atenção à pessoa ostomizada

banners ostomizados cs meirelesO novo serviço também inclui cirurgias. Após avaliação médica, pacientes com condições de reversão do estoma serão encaminhados, através da Central de Regulação, as cirurgias para fechamento da ostomia no Hospital José Martiniano de Alencar, da rede pública do Governo do Estado, no Centro de Fortaleza, na Avenida Princesa Isabel, 1526.

 

Com a implantação do Programa de Atenção à Pessoa Ostomizada, a Secretaria da Saúde do Estado segue as diretrizes nacionais estabelecidas pelo Ministério da Saúde na oferta e organização dos serviços especializados prestados aos ostomizados. As diretrizes estão em conformidade com a Política Nacional de Saúde das pessoas com Deficiência e o decreto número 5296/04, a partir do qual os ostomizados são considerados pessoas com deficiência física. No Ceará, estão cadastrados no Programa de Atenção à Pessoa Ostomizada 1.800 pessoas.

Serviço:

Programa de Atenção à Pessoa Ostomizada
Atendimento: De segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas
Local: Centro de Saúde Meireles – Av. Antônio Justa, 3113, Meireles

01.02.2016

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel (  selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br  / 85 3466.4898