Palácio da Abolição sedia promoção de 43 militares em clima de reconhecimento

12 de fevereiro de 2016

Desta vez, a medida beneficia policiais e bombeiros que entrarão para a reserva, pelo critério de promoção requerida – todos possuem mais de 30 anos de serviços prestados

RpERSOCELA família do coronel Renato Melo, da Polícia Militar, não conseguia esconder a satisfação e orgulho ao ver o patriarca recebendo, das mãos do governador Camilo Santana, a condecoração máxima da corporação. O policial foi um dos 43 policiais e bombeiros militares que receberam, na manhã desta sexta-feira (12), a ascensão no oficialato militar, no Palácio da Abolição, em Fortaleza.

“Esperei por 11 anos para chegar ao posto de tenente-coronel e, agora, a espera foi de três anos para chegar ao posto de coronel. A espera foi longa, mas recompensadora em saber que o Governo do Estado teve um olhar voltado para a valorização de todos os militares. Fico ainda mais feliz em ver a minha família, que é muito unida e vive na r MVS8420expectativa de melhores condições e dias melhores. Chegar a um novo patamar no meu trabalho é, certamente, refletido na minha família, pois ela cresce junto conosco”, falou, emocionado, o coronel agora reformado.

A medida é motivada pela lei que permitiu a promoção na carreira de 8.891 profissionais no ano passado. Desta vez, beneficia policiais e bombeiros que entrarão para a reserva, pelo critério de promoção requerida – todos possuem mais de 30 anos de serviços prestados. Foram beneficiados 35 policiais (16 coronéis, um major, 11 capitães e sete 2º tenentes) e oito bombeiros (três coronéis, dois majores, um capitão, e dois 2º tenentes) que entrarão para a reserva no critério de promoção requerida.

R MVS8431Segundo o governador Camilo Santana, a medida tem corrigido distorções históricas, dando mais dignidade, autoestima e boas condições de trabalho. “Foi uma das maiores emoções minhas, durante minha gestão, participar desta que é a maior promoção de militares de todos os tempos no Estado. Todas as vezes que converso com os militares vejo em seus discursos um agradecimento que são melhor traduzidos em seus olhos. E, estejam certos, que a segurança pública é e sempre será uma das minhas prioridades para que possamos ter um Ceará cada vez mais pacífico”, confessou o chefe do Executivo estadual.

Proposta pelo Governo do Estado, a lei que permite a promoção dos policiais e bombeiros militares foi aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa. A promoção de 8.891 profissionais apenas no ano passado foi a R MVS8535maior da história das corporações. Foram 6.043 promovidos em duas cerimônias na Capital e 2.848 em outras oito solenidades no Interior (em Sobral, Crateús, Canindé, Itapipoca, Juazeiro, Iguatu, Russas e Quixadá). A última grande promoção havia sido em 2006, com 1.679 beneficiados e apenas 29 pessoas seriam promovidas em 2015 sem a existência da lei.

Já o secretário Delci Teixeira, da Segurança Pública e Defesa Social, ressaltou que as promoções são um passo importante para segurança do Estado e marcam uma série de outras ações do Governo. “Temos a ciência de o quanto é importante para todos – Estado, corporação e sociedade – a ascensão dos senhores. Essa é uma das diversas ações que já estamos fazendo para a melhoria da segurança pública do nosso Estado. E, ainda assim, não é momento para descansarmos, mas de estarmos juntos focados com o mesmo objetivo: o de trazer mais conforto e paz a todos os cearenses”, disse o secretário.

Homenagem ao soldado Augusto Huebster Félix

Quebrando o protocolo da cerimônia, o governador Camilo Santana rendeu todas as homenagens ao soldado do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), Augusto Huebster Félix, que faleceu nesta sexta-feira (12), após ter sofrido uma tentativa de assalto. Em sua memória, o governador dedicou um minuto de silêncio ao soldado logo no início da solenidade.

Ceará Pacífico

O governador Camilo Santana aproveitou o momento para destacar ações importantes na área da segurança pública, como o lançamento do Pacto por um Ceará Pacífico no bairro Vicente Pinzón, primeiro território de atuação da iniciativa, no próximo dia 20.

Ele afirmou ainda que vai enviar para a Assembleia Legislativa edital de concurso para a PM com aproximadamente quatro mil vagas a serem preenchidas até 2018. Atualmente, estão treinamento na Academia Estadual de Segurança Pública (AESP) 792 policiais civis e 312 policiais militares, com expectativa de reforço aos respectivos efetivos até maio.

Estiveram presentes na cerimônia a vice-governadora do Estado, Izolda Cela; o secretário Chefe do Gabinete do Governador, Élcio Batista; o chefe da Casa Militar, coronel Túlio Studart; os secretários Delci Teixeira (SSPDS), Nelson Martins (Relações Institucionais), Socorro França (Controladoria Geral de Disciplina) e Juvêncio Viana (Procuradoria-Geral do Estado); os deputados estaduais Naomi Amorim e Tim Gomes; a promotora de justiça Flávia Unneberg. além dos comandantes coronel Geovani Pinheiro (Polícia Militar); coronel Carlos Gurgel (Corpo de Bombeiros); Herlínio Dutra (AESP) e Andrade Junior (Polícia Civil).

Fotos: Marcos Studart / Governo do Ceará

12.02.2016

Wilame Januário
Repórter / Célula de Reportagem

Ciro Câmara
Gestor de Célula / Secretarias

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br     / 85 3466.4898