Energia: Ceará será contemplado no próximo leilão de Linhas de Transmissão

24 de fevereiro de 2016

A expectativa é que os investimentos, só aqui no Ceará, sejam de cerca de R$ 700 milhões. O certame acontecerá no dia 13/04, às 10h, na sede da BM&FBOVESPA S.A., em São Paulo.

A Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel anunciou nesta quarta-feira (24) a realização de mais um leilão de novos empreendimentos de transmissão da rede básica. De acordo com o edital, está prevista a implantação total de aproximadamente 6.500 km de linhas de transmissão e de 10.560 MVA em capacidade de subestações, em 20 estados brasileiros. O Ceará foi contemplado com mais de 500km de Linhas de Transmissão de 500 kV e 97km de Linhas de Transmissão de 230 kV, além de duas subestações de 500kV e a instalação de um Compensador Estático 500kV na subestação Sobral III (veja tabela abaixo). A expectativa é que os investimentos, só aqui no Ceará, sejam de cerca de R$ 700 milhões. O certame acontecerá no dia 13/04, às 10h, na sede da BM&FBOVESPA S.A., em São Paulo.

Para o secretário adjunto de energia da SEINFRA, Renato Rolim, a inclusão do Ceará no próximo leilão é fruto de um trabalho de articulação do Governo do Estado. “O Ceará, atualmente, tem reduzida disponibilidade de conexão para novos empreendimentos de geração de energia, principalmente de fontes renováveis. Por isso, o governador Camilo Santana, desde o início do mandato, tem articulado a ampliação da capacidade de escoamento de energia através da rede básica”, informa o secretário adjunto. Renato Rolim também afirma que com a participação nesse leilão de transmissão, o Ceará passa a ter a disponibilidade de conexão para escoamento de no mínimo 5mil MW. “Isso representa que no leilão de geração previsto para o próximo dia 31 de março poderemos prospectar investimentos da ordem de R$ 25 bilhões para novos empreendimentos de geração, possibilitando a criação de até 17 mil vagas de empregos no nosso estado”, declara Renato Rolim.

Além do Ceará, serão contemplados nesta primeira etapa, marcada para abril, empreendimentos localizados nos estados de Alagoas, Bahia, Goiás, Espirito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins, totalizando 26 lotes licitados, com expectativa de investimentos da ordem de R$ 12,2 bilhões e geração de 27.640 empregos diretos. As instalações deverão entrar em operação comercial no prazo de 36 a 60 meses a partir da data de assinatura dos contratos de concessão.

Energia no Ceará

Hoje, o Ceará colabora com a matriz energética do Brasil, contando com 3.197 Megawatts – MW de capacidade instalada de geração de energia elétrica. A potência está acima do consumo do estado, que é, em média, de 1.800 MW. A principal fonte do estado são as térmicas, totalizando 34 unidades (pequeno, médio e grande porte), que têm 1.953 MW de potência. Em seguida, vêm as usinas eólicas, que têm capacidade de geração de 1.233 MW. Ao todo, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, são 44 parques eólicos em funcionamento e 21 em construção no Estado. A geração de energia é complementada com usinas fotovoltaicas e pequenas centrais hidrelétricas.

Desde junho de 2015, a Seinfra vem trabalhando de forma estratégica nas discussões à nível estadual sobre as questões energéticas, por meio da Secretaria Adjunta de Energia, Mineração e Telecomunicações. Com foco no setor de energias renováveis, a secretaria atua na formulação e na implementação de planos estratégicos e de políticas ligadas ao setor, estabelecendo objetivos, diretrizes e estratégias para garantir a atração de investimentos necessários ao desenvolvimento da cadeia produtiva da área. A Seinfra também tem atuado na articulação com o governo federal e com diversos atores do setor elétrico para garantir investimentos e realizar obras de infraestrutura para o estado, como a construção de subestações e linhas de transmissão, necessárias para o desenvolvimento do setor.

 

Confira lista de instalações leiloadas no Ceará

LINHAS DE TRANSMISSÃO

LT 500 kV Parnaíba III – Acaraú III C1, com 191 km

LT 500 kV Acaraú III – Pecém II C1, com 161 km

LT 500 kV Acaraú III – Tianguá II C1, com 150 km

LT 230 kV Acaraú II – Sobral III C3, com 97 km.

SUBSTAÇÕES

SE 500 kV Acaraú III

SE 500 kV Tianguá II

COMPENSADOR ESTÁTICO

SE 500/230 kV Sobral III – Compensador Estático 500 kV (-150/+250 Mvar)

Fonte:ANEEL

24.02.2016

Foto: Acervo/ Governo do Ceará

Marco da Escóssia
Assessor de Imprensa da Secretaria da Infraestrutura
85 98898.4318 / 85 3216.3764
marco.escossia@seinfra.ce.gov.br

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898