Região Norte recebe II Seminário Territorial do Pacto por um Ceará Pacífico

25 de fevereiro de 2016

Encontro envolveu cerca de 350 pessoas de instituições e sociedade civil ligadas a áreas de atuação do Pacto na cidade.

DSC 0202 web“Esse compromisso é uma estratégia de articulação de poderes, setores do Governo e da sociedade, para que possamos arregimentar forças e fazer frente ao desafio de reduzir a violência e construir comunidades mais pacíficas”. Assim afirmou a vice-governadora e coordenadora do Pacto por um Ceará Pacífico, Izolda Cela, nesta quinta-feira (25), durante abertura do II Seminário Territorial do Pacto por um Ceará Pacífico, realizado no município de Sobral, na Região Norte do Estado.

DSC 0058 webO encontro, que envolveu cerca de 350 pessoas de instituições e sociedade civil ligadas diretamente aos bairros Vila União e Cidade Dr. José Euclides, que contempla a comunidade Nova Caiçara, visa fazer a articulação social, apresentando e discutindo as potencialidades e necessidades do território. O seminário dá início ao processo de pactuação entre as esferas de poder e os agentes sociais, na perspectiva de uma governança participativa. No último dia 18 o seminário foi realizado na Escola de Educação Profissional Maria Ângela Silveira Borges, no Vicente Pinzon, em Fortaleza. O território é o primeiro de atuação do Pacto na Capital.

DSC 0052 webAo lado do prefeito Veveu Arruda, Izolda Cela disse que políticas públicas integradas em diversos setores do Estado e sociedade civil trarão ainda mais paz ao Estado. “Se pensarmos em ações integradas e ordenadas de segurança – aliando políticas públicas de saúde, cultura, educação e lazer – é certo que teremos bairros, municípios e um Estado cada vez mais pacífico. Temos que ser criativos e proativos para que possamos ter condições de ampliar ainda mais nossa zona de enfrentamento contra a violência urbana”, informou.

DSC 0139 webDurante o seminário foi apresentado ainda à queda de 9,5% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte –, registrada no Estado em 2015, se comparado com o ano anterior. Fortaleza apresentou a maior queda – 17%, quase o triplo da meta de 6%.

O encontro contou ainda com a presença dos secretários Lúcio Gomes (Cidades), Maurício Holanda (Educação) e Mirian Sobreira (SPD); o secretário adjunto da Secretaria da Justiça, Sandro Camilo; o secretário executivo da Secretaria do Esporte, Márcio Brito; o superintendente do Detran-Ce, Igor Ponte; além de representações das comunidades sobralense.

Ceará Pacífico

Abrange programas, projetos e ações voltadas para a prevenção da violência e redução da criminalidade. Com o objetivo de construir uma cultura de paz em todo o território cearense, opera a partir de políticas públicas interinstitucionais de prevenção social e segurança pública.

A meta é a melhoria do contexto urbano, por meio de ações que possibilitem o monitoramento e a avaliação contínua da sociedade, criando as condições de acolhimento das populações mais vulneráveis e o enfrentamento da violência. O eixo de atuação do Ceará Pacífico é a atuação integrada e compartilhada dos órgãos e entidades públicos estaduais, municipais e federais, junto da sociedade civil.

O Pacto é realizado a partir de atividades conjuntas nas áreas de Segurança Pública e Defesa Social, Justiça e Cidadania, Direitos Humanos, Educação, Ciência e Tecnologia, Saúde, Politica sobre Drogas, Cultura, Esporte, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, e Juventude.

Fotos: Francisco Tenyson / Prefeitura de Sobral

25.02.2016

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará
Casa Civil / 85 3466.4898