Secretário adjunto da Educação visita obras em quatro escolas no Vicente Pinzon

6 de março de 2016

A manhã do último sábado (5) foi movimentada para os moradores do Vicente Pinzon, em Fortaleza. Além do lançamento das ações do Ceará Pacífico, com a presença do governador Camilo Santana, o secretário adjunto da Educação, Armando Simões, visitou as obras que estão em andamento em quatro escolas estaduais da região: Helenita Mota, Matias Beck, Murilo Borges e Manoel Rodrigues.

 
Para a diretora da EEFM Gal. Murilo Borges Moreira, Célia de Deus, está sendo desafiador manter as aulas funcionando durante o período de reformas, porém destaca que as melhorias já estão sendo comemoradas pela comunidade escolar. “Os alunos têm um espaço restrito de circulação, mas eles têm sido cooperativos e receptivos, pois sabem que vai melhorar muito a estrutura. Antes do início do ano letivo, preparamos seis salas para recebê-los e evitar maiores transtornos”, explica. A reforma iniciou em novembro e tem previsão de conclusão ainda este semestre.

 
A EEFM Matias Beck é umas das 26 escolas estaduais que iniciaram a implantação do tempo integral no ensino regular. Possui cerca de 600 alunos matriculados, sendo que 120 são da 1ª série do Ensino Médio e estudam nos dois turnos na escola. Para complementar a carga horária, eles participam de atividades eletivas como teatro, jogos educativos online, folclore brasileiro, xadrez, inglês e educação sexual. A reforma na Matias Beck também tem término previsto para este semestre.

 
“As escolas estaduais da região do Vicente Pinzon estão sendo reformadas, ampliadas ou reconstruídas em função da necessidade específica de cada escola e comunidade. O objetivo é oferecer à população estudantil do território melhores instalações e ambientes para aprendizagem, além de criar um espaço mais agradável e condições para que o tempo integral possa ser implementado nessas escolas nos próximos anos. Este ano já iniciamos o tempo integral na escola Matias Beck e estamos estudando como ampliar essa oferta daqui pra frente”, informou o secretário.

 
A EEFM Manoel Rodrigues será totalmente reconstruída no padrão de escola vertical do Ministério da Educação (MEC). A escola terá 12 salas de aula, anfiteatro, biblioteca, estacionamentos, quadra poliesportiva, refeitórios e laboratórios de física, química, matemática, biologia e informática com um investimento de 6,2 milhões de reais. Provisoriamente, os estudantes estão cumprindo ano letivo na Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Maria Ângela e espera-se que eles retornem à escola totalmente reconstruída em 2017.
 

Já a EEFM Helenita Mota será reformada e ampliada. Durante as obras, os 400 alunos estão estudando na EEFM Bárbara de Alencar. A escola atende do 9º ano do Fundamental à 3ª série do Ensino Médio. Com a ampliação, a unidade terá nove salas e refeitório, com capacidade para receber até 800 estudantes. A previsão é que as aulas na unidade sejam retomadas em 2017. As reformas nas três escolas – Murilo Borges, Matias Beck e Helenita Mota – receberão um investimento de 1,7 milhão de reais.

 
O coordenador da Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor), Jefferson Maia, e a coordenadora de Protagonismo Estudantil da Seduc, Andrea Rocha, também participaram das visitas. Todas as escolas fazem parte do território do Ceará Pacífico.

 
Ceará Pacífico

O Vicente Pinzon foi instituído como o primeiro território de atuação do Programa Ceará Pacífico, sendo o projeto-piloto para 2015. A iniciativa abrange programas, projetos e ações voltadas para a prevenção da violência e redução da criminalidade. Com o objetivo de construir uma cultura de paz em todo o território cearense, opera a partir de políticas públicas interinstitucionais de prevenção social e segurança pública. A meta é a melhoria do contexto urbano, por meio de ações que possibilitem o monitoramento e a avaliação contínua da sociedade, criando as condições de acolhimento das populações mais vulneráveis e o enfrentamento da violência.

 
Sobre a questão da violência, a diretora Virgínia Vilagran destaca o papel da escola para promoção de uma cultura de paz. “É importante mostrarmos aos nossos alunos que a escola é um espaço neutro, de estudo e crescimento pessoal e de promoção da cultura de paz. Antes cada um ficava em seu quadrado e agora todos juntos, integrando políticas de educação, saúde e segurança se estimulam e trabalham isso com os estudantes”, complementa a gestora.
 
 
Outra ação foi o lançamento da Copa Ceará Pacífico, envolvendo competições esportivas entre 12 escolas do território. A intenção é a de que sempre uma unidade educacional da região permaneça aberta com atividades culturais e esportivas aos fins de semana.

 
Com informações da Assessoria de Imprensa da Casa Civil.
 
 

08.03.2016

Caroline Avendaño
Assessora de Imprensa da Secretaria da Educação
85 3101.3972 | (85) 98893.6983
carol.avendano@seduc.ce.gov.br

Ana Martins
Gestora de Célula / Monitoramento

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br  / (85) 3466.4898