Agentes cearenses são treinados para atuarem nos Jogos do Rio 2016

11 de março de 2016

Ensinamentos adquiridos pelos 120 profissionais serão aplicados no Ceará após as Olimpíadas e Paralimpíadas.

R MG 5113Cerca de 120 policiais militares, policiais civis e bombeiros militares do Ceará participam do curso de Instrução de Nivelamento de Conhecimento para Grandes Eventos (INC-GE), ministrado por profissionais da Força Nacional da Secretaria Nacional de Segurança Pública (FN/Senasp/MJ). A capacitação acontece na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) e visa habilitar os agentes cearenses para atuarem na segurança dos jogos olímpicos e paralímpicos, que acontecem em agosto no Rio de Janeiro.

Segundo o capitão da Polícia Militar de Goiás, Adelson Gonçalves, coordenador da INC-GE no Ceará, agentes de segurança de todo Brasil serão treinados pela Força Nacional para as olimpíadas. “Foram R20160311 071505montadas três equipes em Brasília e distribuídas em todo o País para preparar os profissionais de segurança pública que poderão ser convocados para trabalhar nos grandes eventos do Rio de Janeiro, agora em 2016. Nós já começamos no Amapá, Belém, São Luis, Teresina e agora estamos aqui em Fortaleza, aplicando o curso. A previsão é juntar 9.613 homens, no Rio de Janeiro”.

Ele destacou a importância da capacitação para o Estado. “O curso deixa o profissional melhor preparado. E preparação é a base de tudo. Um profissional que vai estar preparado para poder atuar tanto lá, no Rio, como aqui, no Ceará, e com certeza estará habilitado a transmitir o conhecimento que ele vai adquirir aqui, para o restante da tropa”, afirma.   

Durante 60 horas/aulas, os policiais e bombeiros participam de aulas teóricas e práticas de direitos humanos; armamento, munição e tiro policial; gestão das operações em grandes eventos; atendimento pré-hospitalar; busca e instrumentos e técnicas de menor potencial ofensivo; policiamento de eventos e normas do departamento nacional da força nacional de segurança pública. Temas como terrorismo e contra terrorismo; medidas preliminares em local de crise; fundamentos legais em manifestações públicas e varredura antibombas, também são abordados.

Entre os profissionais que estão concluindo o curso está a delegada de Polícia Civil, Patrícia Bezerra de Torres Dias Branco, atual Diretora Adjunta da Divisão ao Combate ao Tráfico de Drogas do Ceará. Para ela a capacitação trás um legado técnico e profissional para todas as corporações envolvidas.”Nós estamos sendo preparados por instrutores de vários estados do país, tivemos a oportunidade de atirar com armas que não são as armas utilizadas aqui no nosso Estado e a oportunidade de trocar experiências é muito grande. Acho que nesse processo, acabamos ensinando um pouco também”, ressalta.

A capacitação, que segue até este sábado (12), é uma parceria entre o Ministério da Justiça e o Governo do Estado, e deixará como legado material, viaturas, armamentos – pistolas, metralhadoras e espingardas – além de munições, coletes, escudos e capacetes balísticos. Após o trabalho no evento, os policiais e bombeiros serão empregados em Batalhões Especializados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Estado.

Fotos: Leandro Freire e Samara Amaral

11.03.2016

Assessoria de Imprensa da AESP
Samara Amaral
samara.amaral@aesp.ce.gov.br   / (85) 3484.1909

Assessoria de Comunicação da SSPDS
Kélia Jácome
kelia.jacome@sspds.ce.gov.br    / (85) 3101.6517

Ciro Câmara
Gestor de Células / Secretaria
ciro.camara@casacivil.ce.gov.br   / (85) 3466.4898

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado Ceará
Casa Civil / 85 3466.4898