Governo do Estado inaugura equipamentos e anuncia ações para o Parque do Cocó

20 de março de 2016

Foi lançado Plano de Reflorestamento do “Ceará Mais Verde” além de novos equipamentos e o retorno da navegabilidade no Rio Cocó

Um dia de conscientização e serviços para proteção do meio ambiente foi realizado, na manhã deste domingo (20), em comemoração à Festa Anual das Árvores, no Parque do Cocó, em Fortaleza. O governador Camilo Santana, acompanhado do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio e do secretário de Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, anunciou um pacote de ações, levando melhorias para a maior área verde de preservação da160320 PARQUE DO COCO MG 9374 web Capital, como o Plano Estadual de Florestamento e Reflorestamento, que faz parte do Programa “Ceará Mais Verde”, promovido pelo Governo do Estado.

“Aproveitamos a Festa Anual das Árvores para entregar algumas melhorias que foram feitas no Parque do Cocó, como: acessibilidade, anfiteatro, trilhas reformadas, iluminação, reestruturação do arvorismo, entre outros. E estamos finalizando a regulamentação do Parque, ajustando e complementando as questões técnicas e jurídicas para que possamos fazer tudo com muita zelo e responsabilidade”, destacou o governador Camilo Santana depois de caminhar pelo parque e participar de ações como a plantação de mudas. O governador também percorreu 1,3 km de trilha do Parque e inaugurou o retorno da navegabilidade do Rio Cocó, saindo da ponte da Avenida Sebastião de Abreu até a Av. Engenheiro Santana Júnior.

Segundo o secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, as ações trazem o poder público para a corresponsabilidade na preservação ao meio ambiente nativo do Estado. “Estamos lançando um grande programa de educação ambiental para que as pessoas possam cada vez mais estimular o convívio com a nossa 160320 PARQUE DO COCO MG 9677 webfauna e flora nativas do Estado. Nossa meta com a adesão do Plano é, para este ano, reflorestar 80 mil árvores, além de recuperar e reconstruir viveiros para que possamos ter mudas na Capital e no Interior. Reflorestar significa vida. Quanto mais florestas, mais água, mais os solos permanecem férteis, mais oxigênio”, ressaltou.

A mobilização ambiental reuniu diversos órgãos para promover serviços de conscientização, atividades esportivas e lúdicas chamando atenção de adultos e crianças. Para o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, a atenção dada ao Parque ajuda na preservação dos espaços verdes da Capital, trazendo conscientização de convivência da população com o meio ambiente. “O Parque do Cocó é o pulmão da nossa Capital e do Estado. Por essa razão, nós como uns dos parceiros do Estado, temos o grande esforço para que possamos preservar todo este espaço. Ficamos muito felizes em estarmos juntos com as diversas ações e inaugurações, já no primeiro semestre deste ano, dando uma solução, definitivamente, a expectativa da população de Fortaleza. Acho que o olhar voltado para o Parque do Cocó é muito importante e, assim, seja mais preservado e utilizado por todos que os visitam. aponta.

Foram assinados também o projeto de lei que prevê a criação do Programa de Valorização das Espécies Vegetais Nativas, além de dois acordos de cooperação técnica entre a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), a Federação do Comércio de Bens, Serviço e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio-CE) e a Federação das Indústrias do160320 PARQUE DO COCO MG 9464 web Estado do Ceará.

Estiveram presentes o chefe de gabinete do governador, Élcio Batista; o secretário de Justiça do Ceará, Hélio Leitão; e a secretária de Meio Ambiente de Fortaleza, Águeda Muniz. Além do assessor Especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais, Acrísio Sena; e do coordenador do Comitê Estadual de Enfrentamento ao Mosquito Aedes aegypti Moacir Tavares.

Equipamentos inaugurados

Foram inaugurados 11 novos equipamentos no Parque Estadual, inclusive o retorno da navegabilidade pelo rio. Entre as reformas, estão o novo calçadão do Parque do Cocó, com 1.200 metros, contando agora com sinalização e iluminação para caminhadas e cooper; o Cine Cocó, com 80 lugares voltados para palestras, encontros e simpósios sobre educação ambiental; rampa de acessibilidade com 200 metros de piso podotátil para cadeirantes e deficientes visuais; trilhas e pontes revitalizadas com sinalização educativa e informativa para os usuários, além das principais árvores nativas e exótica identificadas em pedras cariri; parquinho voltado para público menor de 12 anos; além da inauguração dos passeios de barcos, saindo da ponte da Avenida Sebastião de Abreu até a Avenida Engenheiro Santana Júnior.

Festa Anual das Árvores

A Festa Anual das Árvores é realizada anualmente na última semana do mês de março, coincidindo com o período chuvoso no Nordeste. A festa acontece em parceria com os municípios cearenses, ONG’s, universidades, escolas e entidades privadas. Na ocasião são realizadas diversas atividades em todo o estado com o objetivo de conscientizar e sensibilizar a população sobre a importância das árvores para o equilíbrio da vida no planeta. Este ano, além de Fortaleza, outros 44 municípios realizam o evento em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente.

160320 PARQUE DO COCO MG 9782 webA cada ano é escolhido um tema para direcionar os trabalhos da Festa Anual das Árvores que neste ano, reforça a necessidade de preservação da Mata Ciliar. A edição deste ano foi feita em parceria com a Superintendência Estadual do Ambiente (Semace), Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará (Cagece), Prefeitura de Fortaleza, Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz e Incra.

Projeto de Reflorestamento

O Projeto de Florestamento e Reflorestamento vai abranger áreas no entorno das nascentes, da mata ciliar e de topos de morros (APPs), localizados nas bacias hidrográficas do Estado. As primeiras localidades contempladas serão o rio Cocó (Região Metropolitana de Fortaleza), açude Pacoti-Riachão e riacho Ipuçaba (Ipu), rio Pacoti (Serra de Baturité) e açude São José II (Piquet Carneiro).

Saiba mais sobre o Parque Ecológico do Rio Cocó

Com uma área de 1155 hectares, o Parque Ecológico do Rio Cocó é coberto por uma extensa área de conservação da fauna e flora do mangue cearense, localizado em uma das maiores urbes da Capital, no bairro Papicu. Atualmente, o equipamento público possui três trilhas em funcionamento, totalizando 2km de extensão, dispostos em um grande manguezal, bosques e árvores centenárias 

Fotos: Carlos Gibaja / Governo do Ceará

20.03.2016

Wilame Januário
Repórter / Célula de Reportagem

Ana Martins e Wania Caldas
Gestoras de Célula / Monitoramento e Conteúdo

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898