CGE comemora 13 anos de criação e homenageia ouvidorias que se destacaram em 2015

21 de março de 2016

O Dia do Ouvidor é celebrado oficialmente no dia 16 de março em todo o País

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE) celebra os 13 anos de criação do órgão de Controle Interno estadual nesta terça-feira (22), às 15h, em cerimônia a ser realizada no Palácio da Abolição. Para marcar a data em comemoração ao Dia do Ouvidor, as ouvidorias setoriais de órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual que se destacaram na Avaliação de Desempenho das Ouvidorias Setoriais em 2015 receberão a Medalha em Reconhecimento pela Contribuição ao Sistema de Controle Interno.

Durante a solenidade, a CGE irá apresentar os dados de ouvidoria referente ao exercício 2015, além de explicar a metodologia da Avaliação de Desempenho das Ouvidorias Setoriais, ferramenta que contribui para a escolha das ouvidorias homenageadas. Para o titular da CGE, Flávio Jucá, o evento celebra um período de crescimento da ouvidoria tanto em quantidade quanto em qualidade. “A ouvidoria pública do nosso Estado tem se destacado no Brasil por sua organização e pelo compromisso em atender as demandas que chegam diariamente às setoriais com transparência, contribuindo para construir uma relação de confiança com o cidadão. Temos desempenhado nosso papel como órgão de controle interno para assegurar a adequada aplicação dos recursos públicos, colaborando para uma gestão ética e pautada no interesse público”, comenta.

Homenageados

Neste ano, a Avaliação de Desempenho apontou a ouvidoria da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Ceará (Arce) como a setorial mais bem avaliada na categoria Tipo 1, que recebem até 300 manifestações por ano. Com pontuação máxima em todos os quesitos analisados, a Arce repete a posição pela quarta vez consecutiva. Para a ouvidora da ARCE, Daniela Cambraia, o reconhecimento é fruto do trabalho em conjunto, colocando sempre os interesses do cidadão em primeiro lugar. “Nós prezamos pelo bom atendimento, por isso, nosso trabalho reflete nosso esforço na busca constante da excelência por meio da priorização do interesse público”, diz.

Na categoria Tipo 2, que recebem entre 301 e 1.000 manifestações por ano, a ouvidoria mais bem avaliada foi a da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), pelo segundo ano seguido. “Atuar na Ouvidoria é poder transformar cada manifestação em importante ferramenta de gestão e contribuir para a promoção de um serviço de excelência”, acredita a ouvidora Débora Rebêlo.

Na categoria Tipo 3, com registros acima das 1.000 manifestações, a ouvidoria que mais se destacou foi a da Secretaria da Fazenda (Sefaz). A ouvidoria Marcia Ximenes reconhece a importância da participação do cidadão no exercício de cidadania. “Mais do que dever como servidor público, é gratificante exercer a função de ouvidor e poder amenizar os anseios desse cidadão que reconhece a Ouvidoria como um canal confiável que ele pode buscar respostas para suas demandas”.

Serviço:

Local: Palácio da Abolição (Rua Silva Paulet, 400 – Meireles)

Data: 22 de março de 2016
Horário: 15 horas

21.03.2016

Assessoria de Comunicação da CGE
Vandecy Dourado
85 3101.3474 / vandecy.dourado@cge.ce.gov.br

Ciro Câmara e Wania Caldas
Gestores de Célula / Secretarias e Conteúdo

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil / comunicacao@casacivil.ce.gov.br  / (85) 3466.4898