Vicente Pinzon: alunos participam da abertura da Copa Ceará Pacífico

7 de Maio de 2016

O Vicente Pinzon foi escolhido para sediar a I Copa Ceará Pacífico por ter sido instituído como o primeiro território de atuação do pacto

 MVS4707 webA Escola Profissional Maria Ângela Silveira Borges, no bairro Vicente Pinzon, em Fortaleza, amanheceu, neste sábado (7), cheia de alunos e professores que trocaram os estudos pelo esporte. Isso porque foi realizada a cerimônia de abertura da primeira Copa Ceará Pacífico, que segue até o dia 26 de junho e reúne 1.440 jovens, de 13 a 16 anos, de 20 escolas estaduais e municipais, que disputarão três modalidades: futsal, vôlei e carimba, tanto em categorias femininas quanto masculinas.

Para o secretário executivo do Esporte, Márcio Brito, a competição vai muito além da prática esportiva. “Esse é um evento esportivo, mas vai muito além da prática de esporte. É uma questão social. O poder público vem fazendo o seu papel e a  MVS4681 webcomunidade sendo beneficiada, participando ativamente de todo processo. Esperamos que os jovens possam aproveitar da melhor forma cada momento”, salientou.

O Vicente Pinzon foi escolhido para sediar a I Copa Ceará Pacífico por ter sido instituído como o primeiro território de atuação do pacto. A iniciativa abrange programas, projetos e ações voltadas para a prevenção da violência e redução da  MVS4803 webcriminalidade, a partir de políticas públicas interinstitucionais de prevenção social e segurança pública. A meta é a melhoria do contexto urbano, por meio de ações que possibilitem o monitoramento e a avaliação contínua da sociedade, criando as condições de acolhimento das populações mais vulneráveis e o enfrentamento da violência.

O secretário de Educação de Fortaleza, Jaime Cavalcante, disse que a Copa será levada para toda a Capital. “Esse é o modelo que nós devemos replicar para toda cidade de Fortaleza, deixando a escola aberta nos finais de semana, para que a comunidade utilize. Como diz o lema da copa, o importante aqui é competir. Portanto, que vença o melhor”, afirmou.

 MVS4712 webO presidente nacional da Central Única de Favelas (Cufa), Preto Zezé, também participou da cerimônia de abertura e disse que “o Ceará Pacífico é mais do que uma ação de Governo, é um sentimento”. “A paz é a missão de cada um de nós. Portanto, vamos fortalecer nossas relações e aproveitar essa disputa para mostrar que podemos estar juntos”, completou.

As estudantes Ingrid Paes, 12, e Rita Bezerra, 15, do 7º ano da Escola Municipal Frei Tito de Alencar, afirmaram que o esporte tem o papel de unir as escolas. “Essa relação interpessoal que temos com as atividades esportivas, é fundamental para  MVS4625 webnosso desenvolvimento”, disse Ingrid. Tenho amigas de outras escolas e quase não nos vemos muito. Essa copa vai nos unir ainda mais”, salientou Rita.

A cerimônia foi encerrada com diversas apresentações artístico-culturais das escolas participantes da competição. Coordenado pela vice-governadora Izolda Cela, o Ceará Pacífico abrange programas, projetos e ações voltadas para a prevenção da violência e redução da criminalidade. A Copa Ceará Pacífico é uma realização do Governo do Estado do Ceará e tem apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Ceará Pacífico e os eixos de atuação

 
O Pacto por um Ceará Pacífico visa à construção de uma cultura de paz no Estado do Ceará, envolvendo ações integradas nas áreas de Segurança Pública e Defesa Social, Justiça e Cidadania; Direitos Humanos; Educação; Ciência e Tecnologia; Saúde; Política sobre Drogas; Trabalho e Desenvolvimento Social; Cultura; Esporte; Juventude; Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, definidos em planos de trabalho, com a participação de outros poderes instituídos, sociedade civil e iniciativa privada. A ação atua em três eixos de atuação:

 
– Segurança Cidadã e Justiça: envolve ações como o reforço de efetivo policial e a implantação da Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) no bairro.
 
– Qualidade de Vida e Desenvolvimento Urbano: engloba iniciativas como a reforma da Praça do Mirante, a urbanização da encosta do Morro Santa Terezinha e a construção de novos espaços sociais, como escolas, centros comunitários e praças.
 
– Prevenção Social e Oportunidades para a Juventude: trabalha medidas que impeçam a criminalidade através de capacitação e oportunidades para os jovens.

07.05.2016   

Wiarlen Ribeiro
Repórter / Célula de Reportagem

Fotos: Marcos Studart / Governo do Ceará

Assinatura coornenadoria matérias